Ultimato do Bacon

As 17 Melhores HQs do Flash

Em 23 de Mar de 2021 12 minutos de leitura

Criado em 1940 por Gardner Fox e Harry Lampert, o Flash é um dos personagens mais importantes da DC Comics – e um dos que mais mudou! Nossa lista de Melhores HQs do Flash visa elencar as histórias que mais representam o personagem e sua relação única com a força de aceleração. Não importa quem está debaixo do manto – Jay Garrick, Wally West, Barry Allen, Bart Allen ou outro – o importante é manter o espírito do maior velocista da Editora das Lendas vivo!

Elencamos histórias de todas as fases da vida do personagem – desde histórias clássicas e muito conhecidas até as menos badaladas – o importante é passar a mensagem! Vale relembrar que a ordem é meramente ilustrativa, todas as tramas escolhidas são muito interessantes para a nossa equipe.

Índice

Vamos conferir quais são as Melhores HQs do Flash

1 – Flash de dois mundos!  de Gardner Fox

História de Gardner Fox é uma das mais importantes da DC Comics e não podia estar de fora da lista de Melhores HQs do Flash

Gardner Fox criou em 1961 uma história que é a base fundamental para o conceito de multiverso que a DC Comics utiliza tão bem! Na trama vemos o Flash Barry Allen encontrar pela primeira vez com Jay Garrick e nessa história fica estabelecido que os dois são de Terras diferentes. Uma HQ divertida que mostra que o espírito do Flash é sempre o mesmo, independente de quem está debaixo do manto escarlate!

A trama de Gardner Fox pode ser conferida no Brasil em diversas edições, sendo uma delas “Coleção DC 70 Anos” #4 (2008)

2 – Nascido para Correr de Mark Waid

Mark Waid escreveu um excelente run do personagem e é figura recorrente na lista de Melhores HQs do Flash

A missão de Mark Waid não era fácil: mostrar aos fãs que Wally West poderia substituir o incrível Barry Allen (que havia morrido após os eventos de Crise nas Infinitas Terras). Nascido para Correr (Born to Run no original) foi um arco de 4 edições (“Flash” #62-#65 nos EUA) publicado em 1992 que mergulha na história de Wally West e no seu relacionamento com Barry, mostrando de uma vez por todas porque o personagem é perfeito para assumir o manto do (naquela época) falecido tio. Uma história emotiva que ajuda a transformar o Wally West no Flash preferido de muitos leitores!

Nascido para Correr foi publicado algumas vezes no Brasil e pode ser achado na “Coleção de Graphic Novels DC Comics” #44.

3 – Batman/Flash: O Bóton de Joshua Williamson e Tom King

Joshua Williamson e Tom King criam uma das histórias mais marcantes do Renascimento da DC Comics e uma das melhores HQs do Flash e do Batman

Joshua Williamson e Tom King criaram um “team up” que foi essencial para o andamento do Renascimento da DC Comics. Na história Flash e Batman se unem para desvendar o mistério de um bóton que surgiu sem explicação na Batcaverna. A história mostra um lado de detetive aflorado no nosso corredor escarlate e a trama é de tirar o fôlego – a sequência de combate entre Batman e Flash Reverso é incrível!

Originalmente lançada nos EUA como um crossover entre as revistas, a HQ chegou ao Brasil em 2018 pelas mãos da Panini Comics em versão capa cartão e capa dura.

4 – Um Raio Cai Duas Vezes no Mesmo Lugar de Joshua Williamson

Joshua Williamson também entrega arcos marcantes e ganha lugar na lista de Melhores HQs do Flash

Joshua Williamson assumiu uma grande responsabilidade com o título do Flash, afinal, ele precisava lidar com a vida de Barry Allen após o retorno de Wally West no Renascimento. E ele não facilitou a vida do velocista escarlate nem um pouco. Para seu primeiro arco, Williamson cria um problema de proporções épicas para nosso herói.

Através das maquinações da organização criminosa conhecida como Buraco Negro, Central City é atingida por uma Tempestade da Força de Aceleração, afetando diversas pessoas. É nesse arco que o autor aproveita para cimentar os poderes do jovem Wally (o primo do Wally original criado nos Novos 52) e também introduz August Heart, o amigo tornado vilão que se torna o Deus da Velocidade. Também conhecemos a jovem Avery Ho que se torna o Flash da Liga da Justiça da China.

É um excelente começo para o Flash, com Williamson mostrando que além de colocar no lugar tudo que os Novos 52 bagunçaram ele também estava disposto a criar novos desafios para Barry Allen.

Aqui no Brasil, esse arco foi encadernado no volume #1 da revista do Flash Renascimento da Panini Comics.

5 – O Retorno de Barry Allen de Mark Waid

Mark Waid aparece na lista de Melhores HQs do Flash com um retorno inesperado

A HQ de 1993 mostra a ousadia de Mark Waid. O autor, que tinha a missão de fazer com que Wally West fosse aceito como novo Flash, promove o retorno de Barry Allen que aparece subitamente no natal. Conforme a história avança vemos a insegurança de Wally West crescer com as atitudes questionáveis de seu mentor.. e os velocistas começam a se perguntar: aquele é realmente Barry Allen?

Quer saber mais sobre essa trama? Confira nosso review completo!

6 – Flash Ano Um de Joshua Williamson

Joshua Williamson aparece mais uma vez na nossa lista ao entregar uma trama que reconta os primeiros dias de Barry Allen, definitivamente uma das melhores HQs do Flash

Estamos acostumados com diversos retcons nos personagens, mas Ano Um de Joshua Williamson faz um bom serviço ao complementar muito bem o universo DC com conceitos introduzidos por Scott Snyder.

Em sua primeira aventura original, Barry Allen enfrentou o lento Tartaruga que dizia possuir a Força da Inação, um oposto da Força de Aceleração. Anos depois, graças a reorganização multiversal, sabemos agora que ela é real. Além disso, é muito legal para os novos fãs do velocista escarlate conferirem essa nova versão de sua origem, descobrindo seus poderes e tendo sua primeira experiência com as viagens no tempo. Além disso, temos diversas referências a clássicos da DC.

Aqui no Brasil, a Panini lançou o arco num encadernado de capa dura (apesar de fazer parte da série mensal) chamado “Flash Ano Um”.

7 – Deslocado no Tempo de Mark Waid

Wally West não acredita na fórmula de Johnny Quick um ano antes de Deslocado no Tempo, uma das melhores HQs do Flash

Nesta HQ publicada originalmente em The Flash #91 de 1994 pela DC Comics, acompanhamos o Flash Wally West do Pós-Crise tentando evitar o desastre de uma queda de helicóptero em uma ponte lotada de veículos circulando.

Deslocado no Tempo (Out of Time no original) é resultado do roteiro impecável de Mark Waid à frente do Velocista Escarlate, com arte do falecido Mike Wieringo – que dava um toque meio mangá a seus desenhos. Hoje o estilo domina as páginas de super-heróis de Marvel e DC, mas na época era algo fora do usual e trazia uma pegada ágil e empolgante aos leitores.

Quando um helicóptero sofre uma pane e ameaça vitimar dezenas de motoristas e seus passageiros, Wally percebe que nem mesmo sua incrível velocidade será suficiente para salvar todos os envolvidos.Considerada uma espécie de epílogo de O Retorno de Barry Allen e precursora do arco Velocidade Terminal, Deslocado no Tempo ecoa algo plantado por Waid mais de um ano antes, em The Flash #78 na aventura Blitzkrieg, em que Johnny Quick ensina Wally a equação na tentativa de deter o “Barry Allen” renegado.

Uma aventura sensacional, com grandes momentos de reflexão do personagem acerca de suas capacidades, responsabilidades, vida pessoal e carreira, mas também mostrando o potencial de poder de Wally.O momento é tão icônico que foi reverberado por Bryan Singer nas famosas cenas do Mercúrio em seus filmes do X-Men e será trazido de volta na saga Dark Knights Heavy Metal. 

No Brasil, ela saiu pouco antes de Zero Hora reiniciar as numerações das revistas da editora Abril em Os Novos Titãs #122 (1996), que foi cancelada após a maxi-saga da DC.

8 – Flash e Lanterna Verde de Volta a Era de Prata de Mark Waid e Tom Peyer

Mark Waid e Tom Peyer criam uma história envolvente na minissérie que não poderia ficar de fora da lista de Melhores HQs do Flash

Mark Waid e Tom Peyer decidem em 1999, homenagear o legado do Flash e do Lanterna Verde. A HQ, originalmente uma minissérie em seis edições chamada Flash & Green Lantern: The Brave And The Bold, fez sucesso pelo seu tom aventuresco e por ter saído em uma época na qual Hal Jordan e Barry Allen estavam fora de ação (ao menos dos seus papéis tradicionais). A trama passa por diversos grandes momentos da cronologia dos heróis e mostra a força de seus legados!

Flash & Lanterna Verde – De Volta à Era de Prata foi lançado apenas uma vez no Brasil pela Mythos em um encadernado capa cartão que contém toda a série.

9 – Blitz de Geoff Johns

Geoff Johns segue construindo o legado de Wally West em um run espetacular que chega a nossa Lista de Melhores HQs do Flash

Se Mark Waid foi a pedra fundamental que pavimentou o Flash Wally West, podemos dizer que foi Geoff Johns que expandiu e criou a mitologia própria do personagem. O arco Blitz mostra a transformação de um amigo no novo e perigoso Flash Reverso. O arco é recheado de momentos icônicos e o poderoso vilão está disposto a colocar toda a família Flash em risco para mostrar a Wally o que é ser um herói de verdade.

O que chama a atenção nesse arco é a criação de um Flash Reverso que tem motivações muito mais humanas e plausíveis do que as encarnações prévias do vilão. A construção do personagem é simplesmente perfeita! E é difícil não desejar que as coisas tivessem sido diferentes entre Wally e Hunter Zolomon.

Blitz, originalmente lançado em 2003 em quatro edições da revista mensal do Flash, pode ser encontrado no Brasil na série “Liga da Justiça” (1ª Série) #22 – #25 da Panini Comics.

.
 

10 – Ponto de Ignição de Geoff Johns

O tempo é como um lago, quando uma pedra cai, causa vibrações por toda a superfície. Essa é a premissa de Ponto de Ignição, de Geoff Jonhs, uma das melhores HQs do Flash

Barry Allen acorda no que parece um dia normal, entretanto conforme ele repara no mundo em sua volta, mais ele percebe que o mundo pouco tem a ver com aquele em que ele se encontra. Aos poucos, Barry percebe que ele não está numa terra paralela, mas que algo alterou profundamente a história de sua própria Terra.

Ponto de Ignição foi o evento responsável por resetar o Universo DC (essa explicação depois seria ligeiramente alterada para incluir a participação do Dr Manhattan).

Enquanto Barry viaja pelo mundo distópico que ele acredita ter sido criado pelo Flash Reverso, nós conhecemos um Universo DC bem diferente daquele que estamos acostumados. Eventualmente, a verdade vem à tona e Allen precisa encarar que esse mundo à beira da ruína é resultado apenas de seu próprio desejo egoísta de resgatar sua mãe.

Aqui no Brasil, o arco foi publicado nas revistas de nome homônimo, Ponto de Ignição #1-5.

11 – Um Círculo Que se Fecha de Mark Waid

“Se pudesse dar um conselho para você mesmo quando criança, qual seria?” – Wally West faz isso em Um círculo que se fecha, uma das melhores HQs do Flash.

Um círculo que se fecha foi publicada originalmente sob o título de Flashing Back em The Flash #0 de 1994. 

Primeira HQ do Flash após o soft boot gerado pelo Zero Hora, ela funciona como funcionaram as “origens secretas” no pós-Crise ou os “renascimentos” no Renascimento, fazendo um breve resumo de toda a trajetória de Wally West, do surgimento de seus poderes até a reestruturação da Crise no Tempo.

Mais uma aventura da fase de Mark Waid no personagem, também desenhada por Mark Weiringo, foi publicada no Brasil em Super-Homem #1 de 1996 – pós Zero Hora pela Abril. 

Nela, Wally faz uma recapitulação de todos os momentos marcantes de sua vida ao viajar acidentalmente no tempo. Sem estar no controle e tentando acelerar para voltar ao seu tempo correto, ele vai parar em uma cena de sua infância.

Lembrado por Wally como um daqueles momentos que definem nosso futuro, o herói percebe que tudo aquilo que ouviu de um cara que ele julgava ser um “tio” da família… eram na verdade conselhos de sua versão adulta.

Um círculo que se fecha é uma história de “estabelecimento”, apresentando o herói para a nova cronologia dos anos 90 – praticamente uma história de “preenchimento” e sem grande importância na cronologia.

Porém, a enorme qualidade de escrita de Mark Waid transforma uma história “boba” num momento absurdamente inspirador, fazendo desta uma das melhores HQs do Flash.

12 – Guerra de Gangues de Geoff Johns

Geoff Johns cria uma trama onde a Galeria de Vilões se divide e entra em rota de colisão!

A nossa lista de Melhores HQ´s do Flash não estaria completa sem a história “Guerra de Gangues” de Geoff Johns! O roteirista cria uma trama na qual a Galeria de Vilões do Flash se divide em duas facções diferentes que começam a guerrear entre si. No meio desse confronto temos uma Central City assustada e um Flash que não sabe por onde começar para restaurar a ordem na cidade. Uma história emocionante que é recheada de reviravoltas e obrigada o corredor escarlate a pensar de um jeito completamente diferente do habitual!

“Guerra de Gangues” foi originalmente publicada em 2005 em “The Flash” #220 – #225. No Brasil a HQ pode ser encontrada nas publicações “Liga da Justiça” (1ª Série) #45-#48 da Panini Comics e no encadernado “DC Comics Coleção de Graphic Novels” #56 da Eaglemoss.

13 – Renascimento de Geoff Johns

Geoff Johns cria um evento no UDC que traz o Wally clássico de volta

O one-shot DC Renascimento não é especificamente uma HQ do Flash. A revista, lançada originalmente em 2016, é um ponto de partida para resgatar elementos que foram perdidos durante a fase dos Novos 52. Um dos personagens que mais sentimos falta foi, sem dúvida, o Flash Wally West. A HQ, que é extremamente emotiva, coloca Wally no centro dos eventos e seu tão aguardado retorno para as páginas da editora deixa qualquer fã com um “cisco no olho”. Johns acerta mais uma vez e mostra que entende muito de DC e muito de Flash.

A edição foi publicada no Brasil pela Panini Comics (com direito a capa variante e versão metalizada) em 2017.

14 – A Guerra dos Flash(es) de Joshua Williamson

Joshua Williamson resgata o Flash Reverso Hunter Zolomon em uma história que coloca mentor e aluno em conflito

O one-shot de Geoff Johns pode ter trazido Wally West de volta, mas a realidade é que o personagem perdeu tanto que simplesmente não consegue avançar em sua nova vida. Seu sua noiva e seus filhos (dos quais só ele se relembra) o personagem é tentado por seu antigo inimigo “Hunter Zolomon” que diz ter um jeito de recuperar o que o herói perdeu. A HQ envolve viagem no tempo e mergulha fundo no legado do Flash enquanto coloca herói e mentor em lados opostos.

Quer conhecer mais dessa HQ? Confira nosso review completo! Os que ficarem curiosos a cerca do destino de Wally depois dessa história, devem ler “Heróis em Crise” e “Flash em Frente” – duas boas histórias mas que não estão na nossa lista de Melhores HQ´s do Flash.

15 – A Morte de Iris West de Cary Bates

A história de Cary Bates mostra o pior pesadelo de Barry Allen se tornando realidade

“A Morte de Iris West” (The Death of Iris West no original) é a única HQ da nossa lista que nunca chegou a terras brazucas. A história de 1979, que foi publicada em “The Flash” (1959) #270-284, mostra Iris West sendo assassinada por um grande vilão do velocista escarlate. O herói precisa descobrir o responsável e sua sede de vingança não vai poder ser contida.. A história é marcante por mostrar a morte de uma personagem importante ao mesmo tempo que mostra o Flash cruzando uma linha que os heróis normalmente não cruzam. Uma HQ marcante que merecia muito ser publicada no Brasil!

A HQ americana em formato encadernado pode ser encontrada na Amazon – infelizmente em inglês e com um preço não muito convidativo…

16 – A Era do Flash de Joshua Williamson

Flash encara as consequências de seus atos na persona do Paradoxo.

Nem mesmo o herói mais rápido do mundo consegue salvar todo mundo. E um herói com poderes que permitem viagem no tempo pode acabar criando um paradoxo. É com isso que Barry se vê confrontado com o paradoxo personificado em um de seus mais perigosos vilões, um que não se importa em destruir o próprio fluxo do tempo para acabar com o legado do Flash.

Enquanto Paradoxo viaja através do tempo, apagando cada vez mais o Flash, temos vislumbres de diversos momentos clássicos do personagem (alguns dos quais estão nessa lista). Para deter o vilão, o Flash eventualmente percebe que vai precisar da ajuda de seu pior inimigo, ninguém menos que o Flash Reverso, Eobard Thawne!

Confrontado com um vilão que ele mesmo criou e com sua aliança com o Flash Reverso, o velocista escarlate mais do que nunca precisa se lembrar do que o torna um verdadeiro herói e qual será o legado do Flash para os séculos que virão.

17 – Flash Velocidade Terminal de Mark Waid

Mark Waid fecha nossa lista de Melhores HQs do Flash com uma história incrível!

Finalizando nossa lista com chave de ouro, temos uma história de Mark Waid que se passa depois da saga “Zero Hora”. Aqui é estabelecido que Wally West pode romper a barreira do som e ele passa a ser – de fato – o velocista mais rápido e poderoso da editora. A volta do personagem que estava sumido desde os eventos da saga “Zero Hora” é muito emocionante e a forma como ele encara seus novos poderes (e como isso afeta seu relacionamento com os outros velocistas) acaba sendo o grande atrativo da HQ que mexe de maneira relevante com conceitos como o da Força de Aceleração! Indispensável para os fãs de Wally West!

A HQ pode ser encontrada facilmente no Brasil no encadernado da Eaglemoss “DC Comics – Coleção de Graphic Novels” #94.

BÔNUS: Crise nas Infinitas Terras de Marv Wolfman e George Pérez

crise nas infinitas terras com certeza é uma das melhores hqs do flashWolfman e Pérez matam Barry Allen em uma das sagas mais marcantes da Editora das Lendas

Nossa lista de Melhores HQ´s do Flash termina (agora de verdade!) com um bônus que passa longe de ser uma história do personagem mas é marcante por trazer a morte de Barry Allen – um dos personagens que mais tempo ficou morto nas HQ´s (ele faleceu em 1985 e retornou apenas em “Crise Final” e “Flash Renascimento” em 2009).

Crise nas Infinitas Terras foi uma história que unificou os muitos mundos da DC. A ideia era ter unidade em uma Terra única e a Crise era o encerramento dessa antiga fase. Vale dizer que sem a morte que Wolfman e Pérez dão para Barry nessa história, metade da nossa lista teria sido muito diferente – a fase de Geoff Johns e Mark Waid teria ido por outro caminho.

Agora sim, com o sacrifício supremo feito por Barry Allen nessa HQ, encerramos nossa lista! Sentiu falta de alguma história? Comente em nossas redes sociais!

E se você é fã da DC não deixe de conferir nossas listas de Melhores Histórias do Superman, Melhores Histórias da Liga da Justiça e Melhores Vilões da Liga da Justiça.

Quer debater sobre quadrinhos, livros, filmes e muito mais? Venha conhecer nosso grupo no Whatsapp clicando aqui!!!


Créditos:
Texto: Lucas Souza, Alexandre Baptista, João Maia
Imagens: Reprodução
Edição: João Maia

Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB! 


 

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade