Ultimato do Bacon

Vale a pena ler Kamandi de Jack Kirby?

Em 25 de Jul de 2022 4 minutos de leitura
Vale a pena ler Kamandi de Jack Kirby (4)

Criado em 1972, o menino que vive em um mundo futurista dominado por animais inteligentes é um dos personagens mais misteriosos da Editora das Lendas. O personagem eventualmente faz aparições em séries e especiais, mas é seguro dizer que ele não tem os holofotes há muito tempo.. Kamandi de Jack Kirby é a gênese do personagem.

São as histórias que estabelecem o status quo desse mundo e a personalidade do garoto que precisa sobreviver nesse ambiente extremamente hostil para os humanos.

Sabemos que ler HQs de décadas passadas pode ser um desafio. Poucas são as obras que realmente “envelhecem bem” e ainda conseguem entregar uma leitura divertida e interessante para o público em geral.

Não estou dizendo que não é importante ler obras de outros tempos mas é difícil lê-las sem ter uma contextualização e uma certa “paciência” com plots que não necessariamente dialogam com os tempos atuais (O Spirit de Will Eisner é um ótimo exemplo de exceção – histórias de 1941 ainda são extremamente atuais e fluidas mesmo sem explicação!).

Tenho o prazer de dizer que Kamandi de Jack Kirby é uma dessas obras especiais que se tornam realmente divertidas e interessantes mesmo tendo mais de 40 anos!

Para os que quiserem se aventurar, a obra está sendo publicada no Brasil completa pela Panini Comics na coleção “Lendas do Universo DC Kamandi – Jack Kirby” desde 2022. Serão 06 volumes com toda a fase do autor comandando o personagem e o universo que criou para a DC Comics

Dica para o leitor: Quer ver outras histórias onde Kamandi aparece e rouba a atenção? Confira nossos reviews sobre Os Desafios de Kamandi e Universo DC Gerações de Dan Jurgens, Robert Venditti e Andy Schmidt!

Vale a pena ler Kamandi de Jack Kirby (3)Kamandi enfrenta, constantemente, situações de perigo nas HQs de Jack Kirby!

O que torna Kamandi de Jack Kirby especial?

É preciso começar dizendo que eu tenho uma certa dificuldade em ler os trabalhos mais antigos de Kirby.

Eles sempre me parecem muito presos ao tempo em que foram construídos e minha leitura é – normalmente – acompanhada de diversas ressalvas e se torna uma espécie de “obrigação” como se eu precisasse ler Etrigan ou Capitão América de Jack Kirby para conhecer mais as raízes do personagem.

É uma boa forma de entender a gênese de alguns heróis e das próprias revistas em quadrinhos, mas como leitura divertida.. para mim, passa longe!

Por isso não estava muito animado para ler Kamandi de Jack Kirby. Posso dizer, com alegria, que todas as minhas expectativas foram superadas com louvor!

A história criada pelo autor tem drama, profundidade na criação dos personagens, ação desenfreada e é o tipo de leitura que nos deixa pedindo mais! O ritmo narrativo é outra boa surpresa: nada de passagens arrastadas e soluções mal explicadas.

Vale a pena ler Kamandi de Jack Kirby (1)Kamandi enfrenta monstros de todo tipo nas HQs de seu criador Jack Kirby!

A história nos mostra um garoto que vive sozinho com seu avô em uma espécie de bunker subterrâneo.

Isolado da Terra, ele aprendeu com filmes e livros como era o mundo de antigamente – isso sem saber exatamente como é o mundo atual. Enviado à superfície pelo seu avô, ele começa a desbravar o mundo que restou depois que um grande desastre natural envolvendo radiação aconteceu…

O que vemos é um mundo em frangalhos e totalmente destruído. Kamandi retorna para seu esconderijo apenas para descobrir que ele foi invadido e seu avô morto.

O personagem começa a se deparar com a dura realidade: os humanos não são mais a raça dominante. Tigres, leões, macacos e outras espécies ganharam inteligência e governam o planeta.

Os humanos? Se comportam como animais irracionais e são utilizados como mão de obra gratuita ou mesmo diversão para os novos senhores da Terra. 

A revolta que nosso protagonista sente nos faz refletir um pouco sobre como tratamos os animais atualmente.. Essa inversão de papéis é muito bem explorada e temos situações onde humanos são usados cruelmente em corridas, construções e até como diversão para caçadores.

Vale a pena ler Kamandi de Jack Kirby (2)Kamandi se depara com uma Nova York destruída e completamente diferente dos livros e filmes que viu

A história se desenrola mostrando Kamandi interagindo com humanos inteligentes, monstros super poderosos, reinos de animais em guerra e muito mais. Uma das diversões do leitor, ao menos para mim foi assim, é ver como os animais interpretaram equivocadamente as ruínas do mundo.

Elementos como telefone, aviões e afins ganham outras conotações e não são atribuídos como criação dos humanos – que, afinal, são apenas animais estúpidos. Me divertiu muito também ver o espanto frequente de tigres, macacos e leões dizendo: “Como assim, esse animal fala?”. Não é à toa que essa é considerada uma das obras mais criativas de Kirby!

Kamandi de Jack Kirby é uma obra realmente atemporal que diverte o leitor e nos mostra todo potencial de um personagem que hoje é pouco usado pela DC Comics. As histórias são divertidas, envolventes e mostram situações absurdas mas bem desenvolvidas que têm a capacidade de nos fazer refletir. 

Uma das poucas HQs de Kirby que eu recomendaria para leitores novatos. E nesse formato que a Panini está lançando ainda temos o benefício de um preço e formato bem convidativo! Se você gosta de histórias de aventura e de ficção científica, Kamandi de Jack Kirby vai te conquistar!

Compre Kamandi de Jack Kirby clicando na capa abaixo! 

Comprar Kamandi de Jack Kirby


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse

Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB! 


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

UB Escombros o Status de Knuckle 1 PRINCIPAL

Escombros o Status de Knuckle (2012) – O Ultimato

16 de Ago de 2022

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade