Por Lucas Souza

 

Seja bem-vindo a série semanal do Ultimato do Bacon: As melhores séries da Vertigo! Aqui vamos falar sobre as histórias que marcaram o selo. Essa semana vamos falar sobre “Vampiro Americano” de Scott Snyder que conta, em muitas edições, com os belos desenhos de Rafael Albuquerque.

“Vampiro Americano” (American Vampire) teve sua publicação iniciada em 2010 e conta a história de uma nova raça de vampiros que evolui nos EUA. Skinner Sweet, o primeiro dessa nova raça, tem seu passado revelado nas primeiras edições pelas mãos do famoso escritor (e mestre do terror) Stephen King! Uma das grandes sacadas da história de Scott Snyder é começar a história de Sweet no Velho Oeste americano e ir evoluindo com a passagem do tempo – isso dá uma dinâmica toda especial a HQ.

“Vampiro Americano” teve nos EUA 34 edições na série original “American Vampire” e 11 da sua sequência “American Vampire: Second Cycle”, além das minisséries “American Vampire: Survival of The Fittest”, “American Vampire: The Long Road To Hell”, “American Vampire: Lord of Nightmares” e “American Vampire Anthology”.

Todo esse material foi publicado no Brasil em capa dura pela Panini Comics em “Vampiro Americano” #1 – #8 – a série chegou a sair de forma incompleta na extinta revista Vertigo a partir da décima edição e teve algumas minisséries publicadas em capa cartão. Todo esse material está contido nas oito edições em capa dura!

Pearl Jones é a protagonista da história e um dos letais Vampiros Americanos

 

A história de Scott Snyder começa em 1920 com a chegada de Skinner Sweet, o primeiro Vampiro Americano, a Los Angeles. Somos apresentados a jovem Pearl Jones que sonha em ser uma grande atriz mas ainda está na fase de aparecer como figurante em filmes. Vemos a interação da personagem com Hamilton que seduz a jovem e a chama para uma festa na casa de um outro figurão de Hollywood. Parece a típica história da jovem inocente que vai parar em uma festa imprópria, certo? Sim, só que nesse caso a festa é uma desculpa para levar jovens desconhecidos para um verdadeiro matadouro onde vampiros irão se alimentar.

A jovem é encontrada largada no deserto pelo apaixonado Henry e pela sua amiga Hattie. A história evolui com Skinner Sweet transformando a personagem em uma Vampira Americana – que dá a jovem poderes muito diferentes do que estamos acostumados a ver em um vampiro (e uma tremenda vantagem contra as espécies mais antigas).

O visual desenhado por Rafael Albuquerque para a raça é assustador e um tremendo acerto! Mais poderosa e sem as amarras que prendem os vampiros tradicionais, a jovem inicia uma guerra contra os seres que a emboscaram – os confrontos de Pearl são regados a muito sangue e violência. Hattie e Henry são extremamente relevantes para o confronto e seu envolvimento marca o final do primeiro arco da revista que mantém sempre um ritmo acelerado e violência explícita – espere reviravoltas constantes.

“Vampiro Americano” introduz diversos personagens que são caçadores de  Vampiros

 

Os saltos temporais de “Vampiro Americano” nos permitem observar a vida de Pearl Jones e do seu marido Henry enquanto o autor estabelece a organização de matadores de vampiros “Vassalos da Estrela da Manhã”. Essa nova organização, que surge na edição #7 de “American Vampire” (encadernado #2 da Panini Comics), dá uma nova dinâmica a história e mostra que uma guerra secreta vem acontecendo. A organização nos dá ainda a oportunidade de conhecer personagens muito interessantes.

Travis Kidd é um dos personagens mais interessantes da série. O jovem, que surge na história quando chegamos aos anos 60, é um retrato de John Travolta no filme Grease – Nos Tempos da Brilhantina (Grease, 1978) com seu cabelo cheio de brilhantina e casaco de couro – um verdadeiro representante da chamada “juventude transviada”. O jovem caçador de vampiros tem uma característica adicional que o torna ainda mais interessante – ele usa dentes de madeira porque “gosta de morder de volta”.

 

Travis Kidd e seus icônicos dente de madeira em “Vampiro Americano” de Scott Snyder

 

A evolução de “Vampiro Americano”, que não fica preso a Pearl Jones ou Skinner Sweet, sabe contar boas histórias de confrontos com vampiros e aproveitar os estereótipos de cada época enquanto prepara terreno para uma nova trama que chama a protagonista de volta ao jogo – é interessante ver como uma vida calma é o único objetivo da personagem que é constantemente convocada de volta para a ação. Sua relação de amor e ódio com Skinner Sweet, que vai mudando durante a história, é uma prova de que Scott Snyder soube criar um tremendo enredo de ação e horror mas não deixou o aspecto humano e psicológico de fora da equação!

As minisséries de “Vampiro Americano” servem basicamente para contar histórias sobre outros confrontos com vampiros e estabelecer novos personagens – que eventualmente podem ser aproveitados na série principal. Uma das mais interessantes é a “American Vampire: Survival of the Fittest” (publicada no Brasil em “Vampiro Americano” #3) que conta a história de uma trama envolvendo vampiros nazistas em plena 2ª Guerra Mundial!

 

“Survival of the Fittest” é uma das mais interessantes minisséries do universo de Vampiro Americano

 

“Vampiro Americano” é mais um acerto do badalado Scott Snyder que traz de volta o conceito de vampiro sanguinolento e malvado enquanto cria uma conspiração que atravessa as décadas. Seus personagens são extremamente interessantes e o famoso “preto e branco” não tem lugar na história que nos deixa confusos em definir os vilões e trabalha decisões moralmente questionáveis de forma recorrente.

Os fãs de boas histórias e de horror têm em “Vampiro Americano” uma leitura obrigatória que leva os vampiros para todos os cenários possíveis e imagináveis – esteja preparado para sangrentos confrontos que vão te levar do Velho Oeste Americano à 2ª Guerra Mundial, passando pelo espaço sideral!

 

Fique ligado no Ultimato do Bacon para mais “As melhores séries da Vertigo”.

 

Compre as hqs clicando nas capas abaixo 🙂

 

 

Confira também:

 

As Melhores Séries da Vertigo – ZDM

 

As Melhores Séries da Vertigo – 100 Balas

 

As melhores séries da Vertigo – Transmetropolitan

 

As melhores séries da Vertigo – Preacher

 

 


Acessem nossas redes sociais e nosso link de compras da amazon

Instagram 

Facebook

Amazon