Ultimato do Bacon

Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo Epic Collection – O Ultimato

Em 7 de Ago de 2023 4 minutos de leitura

A aguardada coleção Epic Collection, que reúne grandes sagas da Marvel em edições robustas com 500 páginas ou mais, faz sua estréia no Brasil com o “pé na porta” em Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo.

Os fãs da família aventureira da Casa das Idéias podem comemorar pois a edição traz basicamente 3 ótimas narrativas: a primeira mostra Reed indo a Washington se opor a uma lei de registro de heróis (soa familiar?), a segunda (que dá nome a edição) narra uma grande aventura no tempo que envolve linhas temporais e nomes como Kang e Galactus e a terceira acompanha a chegada de um Franklin Richards saído diretamente de um famoso futuro distópico da editora. Não é pouca coisa não!

Em Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo Epic Collection temos grandes nomes como Walter Simonson, Chris Claremont, Bob Harras, Arthur Adams e Louise Simonson (e isso só para citar alguns!) comandando arte e roteiro. A edição traz histórias originalmente publicadas entre 1989 e 1990.

Dica para o leitor: A proposta da Epic Collection é trazer histórias fora de ordem cronológica que sejam sempre independentes e fechadas – o que quer dizer que você consegue acompanhar ótimos materiais sem necessariamente ter grandes conhecimentos sobre os personagens.

Isso funciona bem mas eventualmente pode nos deixar com alguma “pulga atrás da orelha” ou forte curiosidade por conta de alguma situação que foge do “padrão” básico dos heróis que estão protagonizando a narrativa. No caso desta edição vale citar a situação do Coisa – ele voltou a ser Ben Grimm e temos uma Mulher-Coisa que é sua namorada e assume o papel de “brucutu” do grupo.

Isso não influencia no entendimento da saga mas deixa aquela vontade de saber mais sobre essa mudança (e outras) que aparecem.

Perigos de natureza temporal esperam os heróis em Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo

As Tramas da HQ Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo

Como comentamos antes, é possível dizer que a leitura de Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo se divide em 3 grandes histórias – igualmente boas para deleite dos fãs. A primeira, mais simples e direta (e isso não é uma crítica), mostra o Quarteto Fantástico indo ao senado americano para se opor a uma lei de registro de heróis. Sim, décadas antes da Guerra Civil já víamos o assunto ser debatido na editora.

A trama mostra Reed e seus companheiros de Quarteto tendo que argumentar contra a ideia de uma lei de registro ao mesmo tempo que precisam enfrentar hordas de super-vilões mequetrefes e desconhecidos que simplesmente não param de tentar atacar o grupo. O motivo desses ataques sem sentido é o mistério que precisa ser descoberto – e isso enquanto o time convence os políticos americanos a não acabarem com a autonomia dos heróis!

Essa primeira trama diverte bastante. Apesar de ter bruscas mudanças de ritmo (que nem sempre funcionam), é inegável que os diálogos de Walter Simonson dão um ar diferente para a história e os argumentos de ambos os lados (pró e anti registro) prendem o leitor. O final acaba sendo mais simples do que o esperado mas não invalida em nada a leitura!

Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo Epic Collection - O Ultimato (1)

Sue e Johnny veem uma ilha sumir na HQ Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo

Se a primeira aventura tem uma história simples e linear, podemos dizer que a segunda é simplesmente o oposto disso. A maior trama da edição é uma grande história de viagem no tempo que começa para deter uma ameaça iminente que envolve um faminto Galactus e diversos Kangs. O Quarteto ganha a companhia do Homem de Ferro e do Thor – isso só para o leitor ter noção do tamanho da encrenca!

Essa trama apresenta dois grandes desafios para o Quarteto Fantástico: o primeiro é impedir que o universo acabe por conta de um plano maléfico e cósmico – prepare-se para muita “ciência”, máquinas surreais e ação desenfreada. O segundo desafio é retornar para a casa: após salvar o mundo vemos nossos heróis retornarem para versões diferentes da Terra e isso gera muitos problemas que envolvem situações pessoais (como personagens que não existem) e situações que afetam todo o planeta (em um desses locais, por exemplo, a Guerra Fria não acabou!).

Essa segunda etapa da trama é muito divertida e apesar de ter bastante ação e manter o ritmo frenético da primeira parte da história é o mistério que nos prende. Seja em uma Terra que tem detalhes sutis mudados ou em uma ilha cheia de dinossauros no passado, a proposta consegue nos envolver.

Como sempre as equipes criativas são muito hábeis em lidar com dramas pessoais dos heróis – mesmo nessa bagunça temporal doida! Vemos uma situação envolvendo o Tocha-Humana e o suícido de um fã e ainda o drama da Mulher-Coisa que redescobre os prazeres de ser uma humana “normal”. E isso só para citar dois ótimos exemplos!

Quem curte tramas cósmicas que envolvem viagem no tempo e brincam com a percepção do leitor beirando o incompreensível vai adorar a proposta! “Puro suco” do lado cósmico clássico da Marvel!

Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo Epic Collection - O Ultimato (4)

O X-Factor aparece na terceira trama da HQ Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo

Se você acha que não dá pra ficar melhor ou manter o nível, pense de novo pois a última edição da HQ é a famosa “Dias de um Futuro Presente”. Essa HQ, que já havia sido publicada no Brasil em “X-Men Anual” #1 (1994) da Editora Abril, mostra um desorientado Franklin Richards chegando ao presente. O personagem é oriundo do futuro distópico apresentado na clássica “Dias de um Futuro Esquecido” (1981) de Chris Claremont e Jonh Byrne.

Nessa linha temporal sinistra os mutantes são caçados, postos em campos de concentração e mortos. Rachel, filha de Scott e Jean nesse futuro, também está no presente e é ativa nos X-Men. A chegada dessa versão de Franklin bagunça não só a vida dos pais do herói mas também do X-Factor, dos X-Men e dos Novos Mutantes – todos participam ativamente da saga que é um crossover do Quarteto Fantástico com essas equipes “X”. 

A narrativa é simplesmente excelente e fica ainda melhor se você conhece o clássico material original. Ação e cenas emocionantes (além de ótimas reviravoltas) esperam pelo leitor nesta obra. 

Difícil decidir qual a trama mais impactante da HQ Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo!

Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo Epic Collection - O Ultimato (5)

Grande reunião de personagens icônicos da Marvel em Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo

Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo é uma baita leitura e um começo animador para a Epic Collection no Brasil! A obra vai encantar os fãs de uma boa história de viagem no tempo com pegada cósmica. Para fãs do Quarteto, como é o meu caso, é muito bom ver esses épicos que foram esquecidos e são pouco falados voltando ao catálogo em um formato mais interessante para os tempos atuais!

Quer conhecer mais obras marcantes do Quarteto Fantástico? Confira nossos reviews de Quarteto Fantástico de John Byrne, O Quarteto Fantástico de J. Michael Straczynski e O Quarteto Fantástico de Mark Waid

Ultimato do Bacon

Avaliação: Ótimo!

Compre Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo Epic Collection Clicando na Capa Abaixo:

Quarteto Fantástico no Fluxo do Tempo Epic Collection Comprar


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!

Ultimato do Bacon YouTube

 


 

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Ultimato do Bacon Editora

Ultimato do Bacon Editora

18 de Jan de 2021

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade