A HQ argentina Mort Cinder de Alberto Breccia e Héctor Germán Oesterheld é facilmente uma das obras mais impressionantes que já li do ponto de vista de domínio da narrativa gráfica. As angulações dos quadros, as sequências, as sombras… tudo é extremamente pensado para se complementar de maneira 100% sinérgica. 

A HQ só tem um problema: ela não explica tudo que se passa. Isso não é ruim pois faz o leitor pensar e mantém um certo ar de mistério. Tipo de leitura que me fascina, mas sei que muitos querem um material de leitura rápida e simples. Não é o caso de Mort Cinder, que é uma leitura mais densa, pesada e cansativa (principalmente na primeira história).

Mort Cinder começou a ser publicado na Argentina em 1962 na revista “Misterix” e foi finalizada em 1964. A obra chegou ao Brasil em 2018 através de um belo encadernado capa dura da editora Figura. O encadernado compila todas as histórias do personagem. Vale lembrar que a Figura já havia acertado em cheio ao trazer a sensacional HQ Kraken.

.

Mort Cinder de Oesterheld e Breccia Mistérios e fatos históricos são os grandes motores da obra argentina Mort Cinder de Oesterheld e Breccia

.

As tramas de Mort Cinder de Oesterheld e Breccia

.

A história começa acompanhando o antiquário Ezra Winston. O personagem tem sua vida transformada após receber um misterioso objeto que o coloca em rota de colisão com um culto que está interessado em Mort Cinder – um assassino que foi enforcado e se encontra enterrado no cemitério.

As duas primeiras tramas (de um total de 10) giram em torno de Ezra tentando entender o mistério por trás do objeto que o chama para locais estranhos e como isso se relaciona com Mort Cinder e com os misteriosos homens dos olhos de chumbo. 

Essas duas primeiras tramas tem – na minha visão – uma estrutura narrativa mais linear com Ezra tendo um objetivo definido, com inimigos bem delimitados e situações mais tradicionais. O que impressiona nesse começo é o clima noir de mistério e a ansiedade que os autores conseguem provocar no leitor – seja através do texto ou da arte.

É impossível não torcer para Ezra não ser visto pelos homens de olhos de chumbo no beco ou não ser pego na floresta. A sensação de perseguição é – por incrível que pareça – a mesma provocada por um filme!

.

Mort Cinder de Oesterheld e Breccia Ezra precisa descobrir o mistério de Mort Cinder e escapar dos homens dos olhos de chumbo nas primeiras tramas da HQ argentina

.

Apesar de ter um começo impressionante, é seguro dizer que o que torna a HQ Mort Cinder de Oesterheld e Breccia realmente especial são os contos que se seguem após essa primeira trama. Descobrimos que Mort Cinder é uma espécie de imortal. Ele pode ser morto mas sempre retorna.

Vivendo no antiquário com Ezra, o personagem constantemente se depara com objetos e situações que o levam a contar histórias do seu passado ou atuar com base em conhecimentos adquiridos em vidas anteriores.

As batalhas das Termópilas (que ficou ainda mais popular por conta da HQ 300 de Esparta de Frank Miller), as trincheiras da Grande Guerra, os navios negreiros, a Torre de Babel.. Mort Cinder estava em cada um desses eventos!

E engana-se redondamente quem acha que Oesterheld e Breccia se limitam a transformar as histórias em simples “contos do passado” narrados por Mort Cinder. Cada história se utiliza de recursos únicos para estabelecer a narrativa.

Temos sim contos narrados por Cinder mas temos objetos que colocam a vida de Ezra em perigo, temos viagem no tempo, temos objetos com histórias surpreendentes.

Essa diversidade na construção é o que realmente impressiona! Sem mencionar a qualidade dos roteiros que sempre surpreendem. Apesar de ter o meu favorito (o conto das batalhas das Termópilas) confesso que fui surpreendido pela narrativa da Torre de Babel e da Grande Guerra – essa última pode, inclusive, arrancar lágrimas dos leitores mais emotivos!

.

Mort Cinder de Oesterheld e Breccia Mort Cinder contempla a Torre de Babel em uma das tramas mais surpreendentes da HQ

.

Mort Cinder de Alberto Breccia e Héctor Germán Oesterheld é uma leitura genuinamente impressionante que vai entrar na cabeça do leitor que se permite embarcar na obra. Como falamos antes, ela pode incomodar os leitores que buscam uma obra mais simples e explicada nos mínimos detalhes.

Um bom exemplo de como  Breccia e Oesterheld estavam apenas preocupados com contar boas histórias é o fato de eles nunca terem explorado a origem do personagem e como ele acaba parando nos lugares mais improváveis e importantes da história…

.

Mort Cinder de Oesterheld e Breccia - O Ultimato 1

.

Desapegue de explicações e curta! Uma excelente leitura que vai agradar em cheio leitores que buscam HQ´s tecnicamente bem feitas e leituras mais complexas!

Quer conhecer outras séries incríveis fora do universo Marvel/DC? Confira nossa matéria sobre HQ´s Imperdíveis que você precisa conhecer e não deixe de conferir nossas listas com as melhores HQ´s de Cangaço e Melhores HQ´s de Vampiro e Melhores Mangás Publicados no Brasil!

.

.

Mort Cinder de Oesterheld e Breccia - O Ultimato 2

Avaliação: Excelente!

.

Compre Mort Cinder de Oesterheld e Breccia clicando na capa abaixo! 

.

Mort Cinder de Oesterheld e Breccia

Quer debater sobre quadrinhos, livros, filmes e muito mais? Venha conhecer nosso grupo no Whatsapp clicando aqui!!!


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: