Estórias Gerais de Wellington Srbek e Flavio Colin é, sem sombra de dúvida, uma das HQ’s Brasileiras mais envolventes e inteligentes em termos narrativos que já li. A obra é hábil ao brincar com pontos de vista, lendas e hábitos locais e faz muitas referências a grandes obras nacionais como Sítio do Pica Pau Amarelo, O Bem Amado, O Pagador de Promessas e muitas outras.

A HQ Estórias Gerais (1998) de Wellington Srbek e Flavio Colin foi publicada pela Conrad em 2007. Essa edição em particular é difícil de ser encontrada, por isso recomendo que você busque a edição lançada em 2012 pela editora Nemo (com o bônus de ter sido impressa com o tamanho original no qual as páginas foram desenhadas). A publicação possui mais de 150 páginas de “pequenos contos” que se conectam e conta uma história maior de diversas óticas diferentes.

.

Estórias GeraisAntônio Mortalma é um dos líderes de bando que assombram o interior na HQ Estórias Gerais

.

O incrível Universo da HQ Estórias Gerais de Wellington Srbek e Flavio Colin

.

O ano é 1920 e estamos no interior de Minas Gerais. Nessa terra sem lei, onde quem manda são os homens valentes, começamos acompanhando a história de um repórter que chega para desvendar a história do banditismo da região. Ele se foca, principalmente, na figura de Antônio Mortalma. O jornalista começa a passear pela cidade buscando conhecer a origem de Mortalma e da violência que assola a região.

O tom da HQ é sempre tragicômico e esse “primeiro conto” (ou seria primeira visão?) deixa isso bem claro. O repórter se depara com figuras únicas que contam o destino dos desventurados da região enquanto relatam suas próprias versões da origem do temido Mortalma. Desde coragem inata até pacto com o cão, espere por tudo!

.

Estórias GeraisTião enfrenta um duelo de vida ou morte na HQ Estórias Gerais

.

É depois do excelente primeiro conto que começamos a perceber a genialidade dessa obra. A HQ começa a nos mostrar diversos pontos de vista que se complementam e mostram todos os lados dessa história do banditismo. Um dos personagens mais interessantes é Tião Valente, um maltratado ex-servo da família do Coronel Soturno. Sua história é tão bem contada, de dois ângulos diferentes, que logo nos vemos temendo pela sua vida. A sagacidade e hombridade do personagem se destacam.

A realidade é que a obra de Wellington Srbek consegue construir muito bem,de maneira profunda, a personalidade de seus protagonistas. A mudança de pontos de vista também acaba nos ajudando a ver o que há de bom e ruim em cada um dos lados dessa história. E temos muitos: um coronel, dois bandos de arruaceiros e o próprio exército – isso sem contar com os cidadãos que acabam sendo pegos no meio desse fogo cruzado.

.

Estórias GeraisO personagem em destaque, Canhoto, é homem de confiança de Antônio Mortalma na HQ Estórias Gerais

.

As tramas da HQ brasileiraEstórias Gerais se encaixam tão bem e surpreendem tanto que é difícil encontrar algum defeito nelas. O flerte com o sobrenatural e os detalhes que compõem a origem e as atitudes de cada personagem são simplesmente irretocáveis. Um dos casos mais interessantes é o de Canhoto.

.

Estórias Gerais de Wellington Srbek e Flavio Colin (2012) - O Ultimato 1

 .

O personagem, que faz parte do bando de Antônio Mortalma, é tido por alguns como sendo o próprio “coisa ruim” que caminha ao lado do bandoleiro para protegê-lo e mantê-lo na trilha do mal. A ideia, que parece absurda quando colocada em uma HQ que quer passar realismo, vai entrando na mente do leitor de forma que ficamos esperando o rabo e os chifres de Canhoto aparecerem. A superstição é bem explorada por Srbek e Colin – basta repararmos nas feições do aspirante a “coisa ruim”.

.

Estórias GeraisRepórter precisa escolher entre seu caderninho e a vida na HQ Estórias Gerais de Wellington Srbek e Flavio Colin

.

A obra é simplesmente irretocável. A trama tragicômica traz muitos ensinamentos e retrata o Brasil de uma maneira tão realista que é magnética. Mesmo não tendo vivido nessa realidade, é fácil identificar pontos que tragam veracidade para a história e que nos envolvam. Algumas obras brasileiras dialogam conosco pela mistura do fantástico com elementos tipicamente do nosso país, como no caso de Lâmina Azulada, enquanto outras dialogam conosco ao mostrar o nosso cotidiano sob uma nova ótica, como é o caso de Luzes de Niterói.

Estórias Gerais de Wellington Srbek e Flavio Colin consegue travestir o fantástico de real e consegue retratar a realidade brasileira de um local e de uma época tão específicas de forma que dialogue com qualquer brasileiro – mesmo que ele não tenha nunca vivido situações nem remotamente similares aquelas. Uma trama magnética que deveria ser leitura obrigatória para os fãs de literatura e quadrinhos.

.

Quer conhecer mais obras nacionais? Confira nossa lista de 20 Grandes Quadrinistas Brasileiros!

.
.

Estórias Gerais de Wellington Srbek e Flavio Colin (2012) - O Ultimato 2

Avaliação: Excelente!

.

Compre Estórias Gerais de Wellington Srbek e Flavio Colin clicando na capa abaixo! 

.

Estórias Gerais

.

Quer debater sobre quadrinhos, livros, filmes e muito mais? Venha conhecer nosso grupo no Whatsapp clicando aqui!!!


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


 

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: