Lucas Souza

A dica de streaming dessa semana vem carregada de uma dose cavalar de nostalgia com uma pitada de modernidade e simplicidade. Estamos falando da nova versão do clássico da Disney, Ducktales. A animação acompanha as aventuras do Tio Patinhas ao lado de seus sobrinhos Huguinho, Zezinho e Luisinho.


O episódio-piloto, Woo-Oo!, acompanha os repaginados sobrinhos ao lado do Tio Patinhas


 

Ducktales foi um desenho produzido pela Disney entre 1987 e 1990. O desenho se inspirava nas histórias escritas pelo lendário Carl Barks – criador do Tio Patinhas. Foram produzidos 100 episódios e um filme animado. E esses episódios deram origem a uma legião de fãs apaixonados que veem o desenho como o melhor já produzido pela Disney. A sensação de continuidade, a aventura “a la Indiana Jones” e as camadas emocionais do Pato Mais Rico do Mundo são magnéticas. Inclusive, George Lucas já relatou que se inspirou em uma HQ de Carl Barks sobre o Magnata para fazer a icônica cena da fuga da bola de pedra que figura na trilogia original do Indiana Jones.

Dado esse incrível histórico, não é difícil entender porque todos ficaram animados (e um pouco temerosos) quando a Disney anunciou o remake em 2017. Era a chance de ver nossos personagens favoritos em aventuras inéditas. E verdade seja dita, a Disney não trabalha muito bem o Tio Patinhas de forma geral.

Interação entre Patinhas e seus sobrinhos é um dos temas centrais


 

Fato interessante: quando criou o desenho Ducktales a Disney tinha receio que o desenho pudesse manchar a imagem de um de seus principais astros: Donald. Por isso, no desenho original o personagem não dava muito as caras e usava sua entrada na marinha como desculpa para ir e vir. Ainda bem que a Disney estava errada e o desenho se tornou um estrondoso sucesso.

O desenho conta atualmente com duas temporadas e já foi renovado para uma terceira – infelizmente temos apenas o episódio piloto disponível na Netflix até o momento (ajuda a gente aí Netflix!!). O desenho é um exemplo perfeito de reboot que respeita a essência e (pasmem!) até melhora o produto original. A avareza do Tio Patinhas, a esperteza dos meninos, a estranheza do Capitão Boing e a sensação de aventura continuam lá. Intactos. Mas agora temos outros elementos como as personalidades bem definidas e diferenciadas dos 3 sobrinhos e um motivo mais explícito para o afastamento entre Donald e Patinhas.

O desenho, apesar de mais “simples” no enredo, acerta em tudo! A estética é atual e faz com que consigamos nos adaptar rápido. A dublagem mantém o nível elevado e o cartoon é recheado de referências ao antigo desenho e as aventuras ilustradas por Carl Barks nas HQ's. Para os amantes do Tio Patinhas e do desenho original, é imperdível!

Fique ligado no Ultimato do Bacon para mais Dicas de Streaming

Alexandre Baptista

Ducktales – Os Caçadores de Aventuras (2017) renova o original de maneira brilhante
Com o primeiro episódio disponível na Netflix, a dica de streaming da semana é pra fãs novos e antigos

por Alexandre Baptista

 

“Aí vem um furacão; vem, emoção. Tem corrida e avião; tem, sensação! Velhos castelos… Belos duelos: DuckTales, Woo-oo! São os caçadores de aventuras! Woo-oo!”

Quem nunca ficou com essa música por horas e dias na cabeça, naquele tom meio desafinado do Luís Ricardo? Quem nunca ficou esperando até altas horas o Carrossel (não, não a novela e sim o programa do SBT que revezava a atração da noite), torcendo para que aquele fosse o dia de DuckTales? Quem nunca assistiu a um episódio da série completamente vidrado, cheio de empolgação?

Pois a Disney foi lá e fez essa empolgação, que hoje se chama hype, voltar com tudo. A estreia de DuckTales – Os Caçadores de Aventuras em sua nova versão já é de 2017, mas foi só com a inclusão do primeiro episódio da série na Netflix que tivemos a chance de conferir algo além do trailer e da cena de abertura – com a música perfeitamente repaginada e ainda grudenta como antigamente.

Esse primeiro episódio, Woo-oo!, já começa a toda. Segue o padrão dos roteiros antigos, com a aventura em primeiríssimo plano – e sendo pretexto para a aproximação familiar dos patos – mas bem mais veloz e sintonizado com o público mais jovem e atual.

O traço é moderno, os cenários e fundos são estilosos, em alguns momentos imitando a retícula de impressão; delicados e bonitos, como se estivéssemos assistindo uma página de quadrinho tomar vida.

 

Miniatura da limousine baseada na versão dos quadrinhos: onde está Jarbas?


 

A dublagem original, que conta com ninguém menos que David Tennant (Doctor Who) na voz do Tio Patinhas, é diferente do estilo usado no fim dos anos 80, o que, nesse caso, se prova ser uma melhoria muito bem-vinda.

Boa parte do elenco de personagens principais já é apresentada sem delongas na primeira metade do episódio – com Madame Patilda, Patrícia, Pão-Duro Mac Mônei, Capitão Boing, além é claro de Huguinho, Zezinho, Luisinho, Donald e Tio Patinhas presentes e em destaque – e a dinâmica familiar é rapidamente estabelecida: a imagem que os sobrinhos fazem do Tio Donald; a personalidade de cada um dos sobrinhos; o fato de Patinhas não conhecer os sobrinhos-netos; a devoção que Patrícia tem pelas aventuras precedentes de Patinhas e Donald. A partir daí o que se vê é um clima de diversão familiar e aventura tradicional no estilo DuckTales, só que em novas roupas, mais coloridas, mais atuais e na moda.

A reverência ao material original é perceptível e esse respeito é o que faz com que as “ousadias” do novo projeto sejam tão bem aceitas pelo público da série original. Ganharia no mínimo 4 bacons.

Quadro original de Carl Barks retratando Tio Patinhas durante o garimpo do ouro no Klondike…

 

… e a cena, reproduzida em DuckTales: quadro na parede do escritório do pato (e personagem fictício) mais rico do mundo.


 

A única ressalva a essa dica é que, com a qualidade do primeiro episódio, a vontade de conferir todos os outros só vai ficar ainda maior e, por enquanto, a Netflix não tem previsão de liberar nada além desse piloto. A saída é assistir a série clássica, também disponível na plataforma, com dublagem brasileira original – e que vai ganhar uma crítica nossa em breve – até isso acontecer.

 

 

 

Ducktales – Os Caçadores de Aventuras: Woo-oo! está disponível na Netflix

 

Trailer:

 

Confira nossas outras dicas de Streaming:

Dicas de Streaming: Rick and Morty

Dicas de Streaming: Inuyashiki: O Último Herói

Dicas de Streaming: Street Fighter II: Victory

Dicas de Streaming: Sherlock

Dicas de Streaming: Lucifer

Dicas de Streaming: Big Mouth

Dicas de Streaming: Jovens Titãs em Ação!

Dicas de Streaming: Pokemón, o Filme – Eu Escolho Você!

 

 

Acessem nossas redes sociais e nosso link de compras da amazon

Whatsapp

Instagram

Facebook

Amazon