Por Lucas Souza

A dica de Streaming dessa semana é para os assinantes da Netflix. Se você assina netflix e curte animações mais voltada para a zoeira (no melhor estilo South Park, Family Guy, Rick and Morty e outros) você precisa conhecer Big Mouth!

A animação original da Netflix fez sua estreia em 2017 e já conta com 2 temporadas e 30 episódios de 25 minutos cada. A série gira em torno de amigos adolescentes que estão passando pela fase da puberdade. Os dois grandes protagonistas da série são Andrew e Nick, dois amigos que estão entendendo o que é a puberdade e o crescimento. E a partir daqui as coisas ficam interessantes.

Andrew, que já está em fase mais avançada da puberdade, possui um “monstro dos hormônios”. Na série, eles são uma espécie de consciência que levam os adolescentes pelos descobrimentos do crescimento. Maurice, o monstro de Andrew, é o grande catalisador dos problemas que os meninos enfrentam. Tesão, sexo, descobrimento corporal, pornografia… Está tudo ali em Big Mouth! Sem pudor algum de colocar os adolescentes nas situações mais absurdas possíveis, a série se desenvolve em um ambiente de fantasia com absurdos extremamente reais.

 

Monstro do Hormônio Maurice em um dos momentos de “ajuda” a  Andrew: Catalisador dos problemas em Big Mouth

 

Não poderíamos deixar de ter o núcleo feminino em um desenho com essa temática, certo? Jessi e Missy são as garotas protagonistas da série e representam muito bem a fase da puberdade para o público feminino. Com situações diferentes mas igualmente engraçadas e bem trabalhadas, as duas proporcionam cenas hilárias: a primeira mestruação, a descoberta do desejo sexual (de forma bem diferente dos meninos), a revolta com os pais e afastamento da mãe… Tudo faz parte da jornada em Big Mouth. Tendo Jessi uma personalidade mais forte e explosiva e Missy uma personalidade mais calma e racional (se é que dá pra ser muito racional nessa fase da vida) as duas representam bem as diversas formas de se lidar com o crescimento.

Nenhum bom desenho sobrevive só com bons protagonistas. Big Mouth não é exceção. A quantidade de coadjuvantes fantásticos que temos na série justifica o sucesso que a mesma vem tendo. Vale destacar o sem-noção treinador Steve e o fantasma de Duke Ellington. Essa gama de coadjuvantes sem-noção ajudam a dar novo ritmo a animação e a fazem surpreendente a cada episódio. As tradicionais fórmulas episódicas que temos em seriados não dão as caras em Big Mouth – tornando extremamente difícil de se prever o que vai acontecer.

 

Famosos (ou seus fantasmas) são recorrentes em Big Mouth

 

Divertido, engraçado e sem medo de advogados e seus processos, Big Mouth é um excelente representante dos desenhos sem noção. A animação é extremamente simples mas bem resolvida e nos ajuda a mergulhar ainda mais na proposta do desenho. A 4ª parede é quebrada com frequência e espere situações inusitadas vindas disso. Assim como Rick e Morty, a série pode ser assistida sem ordenação mas algumas tramas de plano de fundo podem ficar perdidas e referências a aventuras anteriores podem não te fazer rir como deveriam – nada que atrapalhe a experiência de forma geral. Digno de ser maratonado, Big Mouth é nossa dica de Streaming da Semana!

 

Big Mouth está disponível na Netflix. 

 

Acessem nossas redes sociais e nosso link de compras da amazon

Whatsapp

Instagram

Facebook

Amazon