Ultimato do Bacon

A Vida à Deriva de Yoshihiro Tatsumi – O Ultimato

Em 11 de Jan de 2022 3 minutos de leitura
A Vida à Deriva de Yoshihiro Tatsumi - O Ultimato (3)

Se você é um daqueles leitores curiosos que adora saber histórias de bastidores da produção de mangás e HQ´s, a autobiografia A Vida à Deriva de Yoshihiro Tatsumi vai ser, provavelmente, uma das suas leituras preferidas do ano (quiçá da vida!).

Yoshihiro Tatsumi cria uma epopéia em 48 capítulos e mais de 800 páginas que narra seu caminho como mangaká, além de mostrar o cenário japonês no pós-guerra e a própria evolução dos mangás que se tornam algo muito além de “leitura para crianças”.

A Vida à Deriva de Yoshihiro Tatsumi foi uma obra que demorou mais de uma década para estar completa – a publicação se iniciou em 1995 e passou por duas revistas até ser cancelada com 48 capítulos (o autor ainda queria ir além e narrar mais do mercado e da sua própria vida – mas não se preocupe pois o final é incrível!). A obra foi publicada no Brasil em 2 gigantescas, volumosas e luxuosas edições pela editora Veneta em 2021.

Se você gosta de obras biográficas vale conferir nossa lista de biografias em quadrinhos que você precisa conhecer!

A Vida à Deriva de Yoshihiro Tatsumi - O Ultimato (1)

A Vida à Deriva de Yoshihiro Tatsumi narra a jornada do próprio autor como mangaká

A Trama de Vida à Deriva de Yoshihiro Tatsumi

A trama de A Vida à Deriva de Yoshihiro Tatsumi é a vida do próprio autor – que no quadrinho se “batiza” como Hiroshi. A história começa em 1948 e termina em 1960. Vemos a vida de Hiroshi ao lado de seu irmão Okimasa – os dois são garotos aficionados por mangás e pela obra de Tezuka. Vemos essa paixão pelos mangás evoluir para a produção e no meio disso vemos como o mercado japonês funciona para jovens artistas que querem começar a carreira.

Os concursos são muito interessantes e acabam sendo uma ferramenta para estimular os jovens irmãos a escrever. A vida familiar do protagonista também ganha os holofotes e vemos como o ambiente pode influenciar (positiva ou negativamente) na produção do jovem autor.

Conforme a trama avança, começamos a perceber as paixões e desejos do jovem Hiroshi e a forma como Yoshihiro Tatsumi retrata “sonho x realidade” é assustadoramente realista. Muitas vezes no decorrer da história vemos o protagonista tendo que se submeter a desejos de outros, seja por falta de opção, por pagamento ou por ingenuidade.

A obra passa longe de querer vender Hiroshi como perfeito, o que só deixa o mangá mais magnético. Em paralelo também vemos a evolução do Japão após a 2ª Guerra e entendemos um pouco mais da relação do país com os EUA – tudo isso se desenvolve em segundo plano até que explode nas cenas finais do mangá (que termina em 1960). Um final apoteótico que deixa o leitor muito pensativo.

A Vida à Deriva de Yoshihiro Tatsumi - O Ultimato (4)

Hiroshi interage com Osamu Tezuka no mangá A Vida à Deriva de Yoshihiro Tatsumi

A Vida à Deriva de Yoshihiro Tatsumi merece destaque por documentar a evolução do mercado de mangás japonês – é extremamente enriquecedor entender mais da cultura de consumo do país, com particularidades como os chamados “mangás de aluguel”, e traçar paralelos com os outros mercados que conhecemos.

O mangá de Tatsumi é um verdadeiro “banho cultural” que mostra as dificuldades que os artistas enfrentam na produção, seja por conta das editoras ou da própria evolução das formas de consumo.

Outro grande ponto forte do mangá é a forma como ele conta uma história real, sem tendências ao heroísmo ou ao exagero. O protagonista é humano e o vemos constantemente em situações frustrantes, seja na vida pessoal (que é bem desenvolvida e abordada no mangá) ou profissional.

A interação com grandes personalidades do mercado, como Shotaro Ishinomori, também é incrível e mostra um pouco mais da personalidade de grandes mestres e ídolos do mercado japonês.

A Vida à Deriva de Yoshihiro Tatsumi - O Ultimato (2)

A complicada relação de Hiroshi com seu irmão também é explorada no mangá A Vida à Deriva de Yoshihiro Tatsumi

A Vida à Deriva de Yoshihiro Tatsumi é uma leitura que nos propõe uma viagem no tempo onde somos levados para conhecer um Japão antigo que fervilhava após a 2ª Guerra Mundial. Aqueles que gostam de um bom conto sobre a vida cotidiana, vão encontrar uma grande leitura na obra de Yoshihiro Tatsumi – que documenta muito bem a vida no período e a evolução do mercado editorial japonês.

O autor ainda nos mostra as dificuldades que surgem na implementação de novas ideias e a resistência que a maioria das pessoas têm às mudanças e ao novo.  Tudo isso em uma trama com um bom ritmo que é recheada de referências culturais e passagens marcantes.

Se você se interessa por obras biográficas e pelo mercado editorial como um todo, me arrisco a dizer que esse mangá é imperdível. Entrou, sem sombra de dúvidas, na lista de leituras mais importantes que eu já fiz.

Avaliação: Impecável!.

Compre A Vida à Deriva de Yoshihiro Tatsumi clicando na capa abaixo! .


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade