Ultimato do Bacon

Sshhhh! de Jason – O Ultimato

Em 8 de Dez de 2022 3 minutos de leitura
Sshhhh! de Jason - O Ultimato (2)

Conheça Sshhhh!, o primeiro álbum de Jason publicado no Brasil

Sshhhh! foi a primeira obra completa do aclamado quadrinista norueguês Jason lançada no Brasil. Antes, havia sido impresso um conto na revista Antílope. Não dá para dizer que foi traduzida, pois trata-se de uma HQ muda – de nome bem sugestivo –, mas foi editada e publicada pela Mino em 2017.

Originalmente, saiu pela editora francesa Atrabile em 2002 e, como de costume, pela Fantagraphics nos EUA, no mesmo ano. Sshhhh! é dividido em 10 capítulos, totalizando 128 páginas em P&P. Cada parte traz uma história diferente do protagonista, uma ave preta de paletó xadrez e chapéu que vive em um ninho, sem ter necessariamente uma ordem cronológica ou fazer sentido.

Os personagens são animais antropomórficos e o traço de Jason é inspirado na ligne claire francesa, de traços limpos e uniformes, embora autoral e sempre econômico.

Sshhhh! de Jason - O Ultimato (4)

Como dizer que alguém se sente invisível sem palavras?

Qual a trama de Sshhhh! de Jason

O primeiro capítulo mostra o pacato e solitário protagonista vendo casais e, em uma espécie de ponte dos desejos, ao jogar uma pedra no rio, acaba conhecendo ali, de bate-pronto, o amor de sua vida. Seguindo, Jason nos mostra o repetitivo cotidiano dos jovens consortes.

A dupla de pássaros faz seu piquenique e ela é pedida em casamento. O ninho parece um lugar pequeno e ambos encontram um novo lar, um apartamento. Para mantê-lo, o protagonista arranja um emprego. A dama faz compras, o jantar, assistem filmes, dormem… toda essa realidade é passada em menos de cinco páginas, com um grid uniforme de seis quadros em cada uma. Ah, e sem uma única palavra.

Nesta levada, a representação ovípara da morte bate a porta da recém-casada e o protagonista precisa lidar com os sentimentos de acompanhar a doença e a perda dela. 

As outras histórias abordam diversos temas existencialistas e emocionantes, mesmo que sempre naquele padrão melancólico e tedioso do autor – isso não é uma crítica negativa! –.  A chegada da morte; a chegada de um filho – veja que oposição sequencial interessante –; a criação do jovem “para o mundo” e a solidão do pai; a sensação – empírica, é verdade – de ser invisível na multidão; o demônio como representação do próprio eu e a passagem do tempo. Tudo é retratado.

Detalhes chamam a atenção, como é visto de maneira excelente no quinto capítulo. No início dá história, o protagonista é nocauteado pela esposa, que na sequência pega suas coisas e vai embora. Se não nos atentarmos, passa batido que a cena da “porrada” está em dois quadros com cantos arredondados, o que percebemos ser relativo à mente do protagonista – seja na forma de pensamentos, sentimentos ou sonhos –.

O soco foi, na verdade, a saída dela de casa. A partir de então, ele fantasia diversas consequências ou continuações para a história…

Sshhhh! de Jason - O Ultimato (3)

O protagonista em Sshhh! é uma ave que vive em um ninho

Vale a pena ler?

Jason é o oposto de romântico. É realista e, ao mesmo tempo, humano, sarcástico e poético. Cada história de Sshhhh!, com ritmo aparentemente quadrado e monótono, carrega uma enxurrada de simbolismos. É possível dizer que com pouquíssimo – poucas linhas, páginas e zero palavras – o autor entra na complexidade da vida humana e, paradoxalmente, em uma variedade de emoções.

Angústia, solidão, tristeza, ciúmes, luto, saudade, amor e um pouco de alegria é o que aparece na HQ. Mesmo quando Jason recorre a fantasia e ao absurdo, como na aparição encarnada da esquelética morte, sempre está bem fincado em questões reais do cotidiano e da existência.

O silêncio, “sshhhh”, é poeticamente simbólico. Quantas coisas são passadas pelo não dito? Quanto tempo do nosso dia a dia estamos, de fato, verbalizando algo? Como acontecem algumas – senão a maioria – das coisas importantes em nossa vida?

Aliás, o título usa a onomatopeia como figura de linguagem e, com isso, podemos dizer que não há palavra nem nele! E o mais legal, cada leitor pode construir e simbolizar muito a partir de Sshhhh!. Muitas coisas são evidenciadas, porém, uma imensidão é deixada para quem lê. Jason é um quadrinista que, sem dúvidas, foge do comum e instiga quando pensamos em nona arte.

Gostou do texto? Leia outros Ultimatos do David Horeglad (HQ Ano 1) para o UB!

EI, ESPERA… (2021) – O ULTIMATO

A GANGUE DA MARGEM ESQUERDA (2020) – O ULTIMATO 

EU MATEI ADOLF HITLER (2019) – O ULTIMATO

Avaliação: Bom!

Compre Sshhhh! de Jason clicando na capa abaixo! .

Sshhhh! de Jason - O Ultimato (1)


Créditos:
Texto: David Horeglad – @hq_ano1
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse 
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

DComposição de Tom Taylor Vale a Pena (3)

DComposição de Tom Taylor Vale a Pena?

7 de Fev de 2023

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade