O maior desastre nuclear da história já foi, e continua sendo amplamente explorado. Recentemente a HBO produziu uma minissérie espetacular, detalhando muito bem os eventos ocorridos na Ucrânia em 1986.

O núcleo de um dos reatores derreteu, dando origem a uma nuvem de radiação, que viajou milhares de quilômetros, contaminando milhões de pessoas. Tal desastre foi, segundo o próprio Mikhail Gorbachev, o ponto final da história da URSS, que já vinha em declínio.

.

Primavera em Tchernóbil – O Ultimato

.

Poucos mais de 20 anos após o acidente, Emmanuel Lepage recebeu, em 2008, um convite para retratar Tchernóbil. Acompanhado de um grupo de artistas ativistas contra a energia nuclear, eles partiram rumo a um dos lugares mais letais do planeta.

O objetivo era mostrar como vivia aquele povo, entender o motivo de ainda residirem numa região tão perigosa e retratar seu dia a dia. Em suma: perceber como é viver lá e dar um testemunho disso.

.

Primavera em Tchernobil O UltimatoAs primeiras páginas de Primavera em Tchernóbil são pesadas e soturnas

.

Por alguns dias eles se hospedaram em Volodarka, cidadezinha que fica a 20km da zona de exclusão. Alguns membros da equipe já haviam estado na região.

A obra faz uma bela introdução para quem não conhece muito do assunto, com páginas completamente dessaturadas, escuras e com um clima pesado. Elas te induzem a ficar apreensivo e temeroso pelo que a equipe encontrará em Tchernóbil.

Creio que, assim como Lepage, você imagine que a cidade de Prypiat (epicentro do desastre) e seus arredores, seja uma verdadeira cidade fantasma; o cenário perfeito para um filme de terror, com ruas escuras e criaturas deformadas por conta da alta incidência de radiação. Imagine a surpresa do autor ao encontrar o contrário disso tudo!

No lugar de seres humanos deformados, lindas crianças repletas de saúde.

Ao invés de adultos com câncer, simpáticos e ultra receptivos moradores.

Quando se imaginava uma natureza morta, belas florestas repletas de vida.

.

Primavera em Tchernobil O UltimatoA vida ressurge nos arredores de Prypiat em Primavera em Tchernóbil

.

VIDA! Talvez essa seja a palavra-chave dessa obra. A inesperada e surpreendente forma como a vida continuou naquele lugar. E quando Lepage se dá conta disso, as cores começam a invadir as páginas.

A arte que ele faz é um espetáculo visual, e o formato enorme da edição (33cm de altura) contribuem para a apreciação. Quando for ler, atente-se sempre a coloração dos painéis, pois ela traze grandes cargas de informação.

.

Primavera em Tchernóbil - O Ultimato 1

.

O autor não deixa de mostrar aquela visão comum que temos do desastre, e retrata isso muito bem. Mas o forte dessa HQ é te surpreender em mostrar que a vida encontra um jeito de continuar. Lepage desenvolve, bem lentamente, alguns personagens/moradores do Volodarka e, assim, acaba nos mostrando muito da resiliência de um povo que sofreu, mas não desistiu.

Essa edição foi publicada em 2020 pelo Grupo Novo Século, no selo Geektopia. Capa dura com lombada arredondada e acabamento soft touch. Miolo com 168 páginas impresso em papel couché de alta gramatura.

Primavera em Tchernóbil é um quadrinho documentário que me surpreendeu. Em meus anos de vida já li incontáveis páginas de livros e gibis, mas poucas me impactaram como essas aqui. Sem dúvidas, um dos melhores quadrinhos que já li! Recomendo sem ressalvas.

.

Não deixe de conferir nossa lista com As 26 Melhores HQs dos X-Men e nossa matéria especial Além de Tex: Séries e HQs da Bonelli que Você Precisa Conhecer!

.

.

Primavera em Tchernóbil - O Ultimato 2

Avaliação: Excelente!

.

Compre Primavera em Tchernóbil clicando na capa abaixo! 

.

Primaver em Tchernobil O Ultimato

.

Assista essa resenha no vídeo do Review Express:

.

Quer debater sobre quadrinhos, livros, filmes e muito mais? Venha conhecer nosso grupo no Whatsapp clicando aqui!!!


Créditos:
Texto: Kim Martins
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: