Ultimato do Bacon

O Adeus a Chadwick Boseman “Pantera Negra” (1976 – 2020)

Em 29 de Ago de 2020 3 minutos de leitura
O adeus a Chadwick Boseman - Pantera Negra

O Adeus a Chadwick Boseman “Pantera Negra” (1976 – 2020) é nossa singela homenagem a este ator que irradiava alegria e força de vontade. Chad Forever!

 

“É com imensurável pesar que confirmamos a morte de Chadwick Boseman. Chadwick foi diagnosticado com câncer de cólon de estágio 3 em 2016, e lutou contra ele nestes últimos quatro anos conforme progrediu para estágio 4”.

“Um verdadeiro lutador, Chadwick perseverou por tudo e trouxe a vocês muitos dos filmes que tanto amam. De Marshall: Igualdade e Justiça a Destacamento Blood, Ma Rainey’s Black Bottom de August Wilson e muitos mais, todos foram gravados durante e entre incontáveis cirurgias e quimioterapia. Foi a honra de sua carreira trazer à vida o rei T’Challa em Pantera Negra.”

Nota divulgada pela família de Chadwick Boseman, em seu perfil no Twitter.

 

Ainda de acordo com a nota, “Ele morreu em casa, com sua esposa e família do seu lado”.

.

O adeus a Chadwick Boseman – a carreira

Chadwick era americano, 43 anos, e seu primeiro trabalho conhecido na TV, foi em 2003, com um episódio em Third Watch, série de TV que apresentava o dia a dia de serviços de emergência (polícia, bombeiros e paramédicos) e que passou no Brasil no SBT. De lá pra cá, trabalhou em episódios de Lei e Ordem, CSI, Castle, Plantão Médico, CSI NY, Lincoln Heights, Lie to Me, entre outras.

No cinema, seu primeiro papel de destaque foi em o protagonista de 42: A História de uma Lenda“(42, 2013). Nele, interpretou o jogador de beisebol Jackie Robinson, que em 1947 se tornou o primeiro negro a entrar para um time da principal competição dos Estados Unidos, a Major League Baseball.

.

O adeus a Chadwick Boseman - o ator como James Brown

Chadwick Boseman vive o rei do soul, James Brown

.

No ano seguinte, em Get on Up – A História de James Brown, ele interpretou o próprio rei do soul e dois anos depois, em 2016 ele estreia no universo cinematográfico na Marvel, como o Pantera Negra (Black Panther).

.

O adeus a Chadwick Boseman - o ator com Pantera Negra

Pantera Negra estreia em Capitão América: Guerra Civil, antes de estrelar seu filme solo.

.

Quando Chadwick Boseman levou para as telas o primeiro herói africano da Marvel para o cinema, uma enorme legião de fãs de quadrinhos de todo o canto do mundo, começaram a perceber um pouco mais a importância da representatividade no cinema.

Chadwick não trouxe um personagem africano estereotipado. Ao contrário, trouxe uma atuação, que desde o início foi bem trabalhada, trazendo vários elementos fortíssimos da cultura africana, como o sotaque, por exemplo.

.

O adeus a Chadwick Boseman - o ator com seu "pai" T'Chaka

O Rei T’chaka e o príncipie de Wakanda, T’Challa.

.

“Ele vem de um país fictício, que possui diversas culturas Africanas. O mais difícil foi ‘fundir’ isso em uma voz, em um sotaque.” revela o ator em uma entrevista ao Buzzfeed.

“Fico orgulho que as crianças Africanas tenham um novo super-herói para se inspirar, mas espero que isso também aconteça com todos ao redor do mundo”.

Em 2017, em Marshall, Chadwick interpreta papel de Thurgood Marshall, o primeiro juiz Afro-americano da Suprema Corte dos Estados Unidos.

.

O adeus a Chadwick Boseman – Pantera Negra

Em 2018, o filme sensação Pantera Negra foi, além de primeiro filme protagonizado por um herói negro, com 95% de seu elenco formado por atores negros, incluindo grandes nomes como Michael B. Jordan, Lupita Nyong’o, Angela Bassett e Forest Whitaker, dirigido por Ryan Coogler (diretor de Creed – Nascido Para Lutar).

.

O adeus a Chadwick Boseman - o ator ao lado de suas companheiras de Pantera Negra

Nakia, T’challa e Shuri no filme Pantera Negra

.

Para saber mais sobre Pantera Negra (ouça nossos podcasts aqui e aqui)

Além de toda a representatividade negra, o filme ainda dá destaque ao protagonismo feminino, através dos grandes papeis da Rainha Ramonda, Shuri, Nakia e as Dora Milaje.

Pantera Negra foi um marco para o cinema mundial. Com Pantera Negra, muitos jovens negros, como eu, começaram a se perceber num padrão de beleza negro, com cabelos crespos, de nariz largo e lábios grossos, diferente do padrão de beleza imposto até então, de cabelos lisos, pele e olhos claros.

Fazendo estes fãs se identificarem com outro padrão estético e reconhecer suas origens africanas, Chadwick foi a cara que estampou esta revolução chamada Pantera Negra, e agora retorna ao plano ancestral.

WAKANDA PRA SEMPRE!

.

O adeus a Chadwick Boseman - cena de Pantera Negra e o plano espiritual

Pantera Negra retorna ao plano ancestral

.

 


Créditos:
Texto: Daniel Miranda – @negrogeek
Imagens: Reprodução
Edição: Alexandre Baptista

Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


O Adeus a Chadwick Boseman O Adeus a Chadwick Boseman O Adeus a Chadwick Boseman O Adeus a Chadwick Boseman O Adeus a Chadwick Boseman O Adeus a Chadwick Boseman O Adeus a Chadwick Boseman O Adeus a Chadwick Boseman O Adeus a Chadwick Boseman O Adeus a Chadwick Boseman O Adeus a Chadwick Boseman

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Indicando Lançamentos de Hqs Nacionais Na CCXP22

28 de Nov de 2022

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade