Ultimato do Bacon

Mamonas Assassinas: A Graphic Novel Oficial (2021) – O Ultimato

Em 17 de Mai de 2022 4 minutos de leitura
UB Mamonas Assassinas A Graphic Novel Oficial 1 principal

Conheça a interpretação em quadrinhos do álbum mais engraçado dos anos 1990: Mamonas Assassinas

Em 1995 era lançado o álbum Mamonas Assassinas. Único trabalho de estúdio da lendária banda de rock homônima, está entre os mais vendidos de todos os tempos no Brasil, com mais de 3 milhões de cópias e a certificação de diamante triplo.

Mas, infelizmente, a carreira de sucesso dos Mamonas Assassinas durou menos de um ano. Em 2 de março de 1996, Dinho, Júlio Rasec, Samuel Reoli, Bento Hinoto e Sérgio Reoli foram vítimas de um acidente aéreo fatal na Serra da Cantareira, em São Paulo.

Vale lembrar que o carisma e as letras engraçadas não deixavam em segundo plano toda a inteligência e referências da banda, que vão de Falcão, Titãs e Elton John ao The Clash, além de críticas cotidianas e personagens que ironizavam os clichês e estereótipos da época.

Mais de 25 anos se passaram e a editora Estética Torta propôs um desafio ao quadrinista brasileiro que melhor traduz a vibe de quem cresceu nos anos 1990 em seu trabalho: Thiago Ossostortos.

A ideia era criar uma HQ que unisse todas as músicas e personagens do álbum de 1995 em uma história única. Deu certo. Mamonas Assassinas: A Graphic Novel Oficial foi publicado em novembro de 2021 em edição de luxo, capa dura, com cerca de 112 páginas.

UB Mamonas Assassinas A Graphic Novel Oficial 2

Um dos protagonistas, Baiano já chega com cargo de liderança em um “p*** predião legal”

Qual é a trama de Mamonas Assassinas: A Graphic Novel Oficial

A linha de condução inicial é a história do baiano de nome Liraldo, que acabou de se recuperar de um acidente. Liraldo, recém-chegado a São Paulo, consegue um trabalho como responsável pelos andaimes de uma obra, recebendo salário maior que dos outros operários e gerando inveja em Ivanildo, pai do “Cabeça de Bagre”, aquele garotinho que tirava “E” na oitava faixa do álbum.

Confuso? Pera, que é só o começo da loucura. Dejair, o corno manso, recebe no C.A.E.S. (Cornos Anônimos que se Encontram às Sextas) um novo membro, o Betinho do Pagode. Se você lembra da música “Lá Vem o Alemão”, único sambinha do disco, identificará na hora o personagem.

É que a mulher dele havia caído na lábia e no dinheiro beleza de Peterson Zimman, o Alemão, conforme o sambista relembra em flashbacks.

O Alemão tem importância ímpar na trama. Além de dono da empresa “Sabão Crá-Crá”, é o responsável – ou vítima – no acidente cujo Liraldo estava hospitalizado no começo da HQ. E pasmem, o Baiano pilotava um jegue naquela hora! Ou melhor, jegue não, o Jumento Celestino, fiel à quinta faixa do álbum.

UB Mamonas Assassinas A Graphic Novel Oficial 3

O “Cornos Anônimos” une os dois cornos do álbum: Dejair e Betinho do Pagode

O famigerado Peterson Zimman era também dono do Escort conversível e da Brasília amarela, mas precisou repassá-la ao Baiano por uma decisão judicial. Betinho do Pagode está disposto a se vingar do Alemão e acredita que ele ainda possua o carro lourejante.

Essa é só uma das confusões. Quando todos começam a receber convites para uma tal de suruba, Ivanildo – aquele que inveja o Baiano –, sem dinheiro, reflete em quantas calças e carteiras estarão “dando sopa” durante o bacanal.

Isso sem falar em um plano mirabolante por trás do evento, organizado pelo… Alemão! Onde está o casal de portugueses, a Arlinda Mulher, o Robocop Gay, o “Chopis Centis” e os “maconheiro doidão”? Calma, todos estão presentes nesta tresloucada história de humor, mas deixarei o restante para sua leitura.

Vale a pena ler?

Respeitando o que foi criado pelos Mamonas Assassinas, Thiago Ossostortos teve total liberdade criativa, adaptando os personagens para se encaixar no roteiro e buscando não cair em armadilhas que pudessem ofender minorias.

UB Mamonas Assassinas A Graphic Novel Oficial 4

Alemão, lindo, loiro e forte, é o elo de ligação de muitas músicas na HQ

As mudanças não tiraram a essência dos personagens, mas trouxeram uma nova interpretação para o álbum. Algo muito interessante é que Ossostortos conseguiu nos mostrar como seriam esses personagens em uma visão humorística moderna.

É uma responsabilidade muito grande pois, após a leitura, muitas das imagens que passamos a ver mentalmente quando escutamos o álbum passam a ser aquelas vistas nas páginas da HQ.

A arte de Mamonas Assassinas: A Graphic Novel Oficial é bastante autoral. Soa divertida e descompromissada. Um dos destaques é a colorização, que mistura a paleta de uma forma única e inspirada no conhecimento que o autor tem da pintura à guache.

Inclusive, a capa de cada um dos cinco capítulos tem uma cena de amor pintada à mão com a técnica, todas saídas diretamente da música “Mundo Animal”.

Da mesma forma, a contracapa apresenta pinturas dos integrantes da banda. Não sendo este um quadrinho biográfico, a homenagem acaba sendo mais à obra do que propriamente ao quinteto – se é que é possível dissociar a arte do artista –.

Como toda reinterpretação, acrescenta-se algo de seu intérprete. A escolha de Ossostortos parece acertada, sobretudo se pensarmos no conhecimento dos anos 1990 que ele mostrou em Kombi 95 (2017) e o clima nostálgico que costuma apresentar em suas HQs.

Seja dito, aquelas telas de tubo com programações da época estão presentes em Mamonas Assassinas: A Graphic Novel Oficial, no estilo entre O Cavaleiro das Trevas (1986) e Mjadra (2020), com o humor de Ossostortos.

A leitura é muito divertida e o detalhado cruzamento entre todas as músicas fica sem pontas soltas, com algumas surpresas no final. Item essencial para os fãs da banda e, claro, conhecer o álbum torna a experiência única.

Gostou do texto? Confira outros Ultimatos do David Horeglad (HQ Ano 1) para o UB!

RISCA FACA (2021) – O ULTIMATO

BEBÊS MANÍACOS DA LAGOINHA (2021) – O ULTIMATO

NOITE NA TAVERNA (2021) – O ULTIMATO

Avaliação: Excelente!

Compre Mamonas Assassinas: A Graphic Novel Oficial clicando na capa abaixo! .

UB Mamonas Assassinas A Graphic Novel Oficial 5 capa


Créditos:
Texto: David Horeglad – @hq_ano1
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Amantikir de Lillo Parra e Jefferson Costa (2)

Amantikir de Lillo Parra e Jefferson Costa – O Ultimato

4 de Jul de 2022

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade