Liga da Justiça Torre de Babel é uma das mais marcantes histórias da super equipe! No histórico da DC Comics, temos dois grandes autores que transformaram a Liga que conhecemos em algo fantástico: Grant Morrison e Mark Waid. A fase dessas duas lendas – ambas na década de 90 e início dos anos 2000 – serviu como base para grande parte dos episódios do antigo desenho da Liga da Justiça (de Bruce Timm). E no run de Mark Waid temos uma história que se destaca por dar ao Batman, de forma definitiva, o ar de neurótico que ele tem.

Liga da Justiça Torre de Babel foi publicado originalmente em JLA #43 – #46 e JLA Secret Files #3. No Brasil, ela foi publicada na Coleção DC Eaglemoss #4 e em Superman Premium #17 da editora Abril.

Liga da Justiça Torre de Babel 1

Batman “ajuda” um grande vilão a derrotar toda a equipe em Liga da Justiça Torre de Babel da DC Comics

A Premissa de Liga da Justiça Torre de Babel

A história parte de um ataque coordenado: um vilão começa a atacar a Liga da Justiça de forma absurdamente eficiente. Um a um os heróis caem perante os ataques coordenados e montados para eles. Uma das grandes diversões, é ver as maneiras pensadas e usadas para derrotar cada um dos integrantes. Não iremos descrevê-las para não estragar a leitura, mas observe como Superman e Flash são tirados de ação. Sem falar no próprio Batman. A ideia simples que dá vida a Liga da Justiça Torre de Babel é um dos grandes atrativos da HQ

A trama esquenta ainda mais quando Batman percebe que os planos que estão sendo usados contra seus companheiros de equipe são seus! Em algum ponto a sua Batcaverna foi invadida e seus planos roubados. Essa invasão, retratada originalmente em  JLA Secret Files #3 só é mostrada na edição nacional da Eaglemoss. Não é essencial para a história, mas mostra quem invadiu e como invadiu a caverna do morcego adquirindo os planos que são centrais na trama de Liga da Justiça Torre de Babel.

A formação da Liga na época era extremamente poderosa e carismática contando com Flash (Wally West), Lanterna Verde (Kyle Rayner), Aquaman (sim, com o gancho), Caçador de Marte, Homem-Borracha, Mulher-Maravilha, Superman e o próprio Batman. Ver esse Dream Team cair de forma absurdamente rápida e criativa é surpreendente.

Liga da Justiça Torre de Babel 2

Batman é confrontado pelo Homem-Borracha após a LJA descobrir de quem foram as ideias que os derrubaram em Liga da Justiça Torre de Babel

 

A saga Liga da Justiça Torre de Babel de Mark Waid é dinâmica, com ritmo frenético e mal nos dá tempo para respirar – poderia facilmente ter tido mais duas edições para se desenvolver de forma menos veloz. Isso não quer dizer que ela é atabalhoada ou deixa pontas soltas. Só fica um gosto de “quero mais” – seria interessante termos mais páginas para acompanhar esse confronto e as consequências desse clima de desconfiança na equipe. Leitura rápida e dinâmica que nos deixa com saudades do esquecido Homem-Borracha (como ele encaixava bem na equipe…). OBRIGATÓRIA para os fãs de HQ em geral.

Quer conhecer mais sobre a Liga da Justiça? Confira nossa matéria sobre os maiores vilões da liga e sobre a animação Liga da Justiça e Os Cinco Fatais!

Quer conhecer mais HQ´s surpreendentes? Confira nossa coluna Baú de HQ´s!


Créditos:

Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Alexandre Baptista
Texto publicado originalmente em 21 de maio de 2019. Atualizado em 22 de abril de 2020.

Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!