Ultimato do Bacon

Kamen Rider Kuuga – Dicas de Streaming

Em 10 de Fev de 2023 2 minutos de leitura
Kamen Rider Kuuga (1)

A 10ª  série da franquia Kamen Rider, e a primeira da Era Heisei, chegou ao Brasil de forma oficial, distribuída pela Sato Company no Prime Video. Após o fim de Black RX, em 1989, a franquia deu uma pausa, só voltando em 2000 com Kuuga.

Outro fato curioso é que Kuuga foi a primeira série da franquia produzida após a morte do mangaká Shotaro Ishinomori, o criador de Kamen Rider. Devido a esse “renascimento” da franquia, e sendo a primeira desta nova fase, a série claramente serviu como uma boa experimentação para seus responsáveis.

Kamen Rider Kuuga (1)

Kamen Rider Kuuga – Dicas de Streaming

A história começa em uma escavação arqueológica, onde um corpo usando um misterioso cinto é descoberto. Ao retirar este cinto, os arqueólogos rompem um selo que lacrava os Grongi – uma terrível raça mutante antiga. Logo, o cinto é entregue à pesquisadora Sakurako, amiga do motoboy Yusuke Godai.

Durante o ataque de um dos Grongi, Godai tem uma visão de um guerreiro com trajes vermelhos usando este cinto, e resolve testá-lo. O cinto é absorvido pelo seu corpo, e Godai se transforma no Kamen Rider Kuuga moderno, um guerreiro que combateu os Grongi em tempos antigos. Com a ajuda de Sakurako e do detetive Ichijou, Godai começa sua luta contra os Grongi.

Kamen Rider Kuuga (2)

Os personagens são um dos principais pontos positivos da história. O detetive Ichijou e Sakurako por várias vezes roubam a atenção da série, tomando para si o protagonismo da trama.

O Kamen Rider parece ser a cereja do bolo de uma trama realista e dramática, com pitadas ‘’novelescas’’. Isso pode ser um ponto negativo para quem espera lutas desenfreadas o tempo todo. O estilo mais ‘dorama’, com os personagens no centro da história sendo desenvolvidos, impera principalmente nos primeiros episódios.

Kamen Rider Kuuga (2)

Sendo a primeira série Rider com o uso do widescreen, uma das coisas que mais chamam atenção em Kamen Rider Kuuga é sua fotografia, com cenas que fogem do habitual uso de pedreiras de séries passadas. Outro ponto positivo é que o ritmo lento de produções anteriores da franquia não é perceptível.

A trama tem um ritmo preciso, com as coisas acontecendo no tempo que tem que ser executadas. O que se constrói no decorrer dos episódios “fillers” sempre são uma preparação para momentos chaves da história que acontecerão e que marcarão o espectador. 

Kamen Rider Kuuga (1)

Mesmo tendo sido concluído em janeiro de 2001, Kamen Rider Kuuga ganhou um mangá mais recente, publicado no Japão desde 2015 pela revista HERO’S (a mesma que publica a adaptação de ULTRAMAN), e que está sendo lançado aqui no Brasil pela Editora JBC.

Redefinindo e servindo de uma boa e bem sucedida experimentação para a franquia, além de visuais mais modernos, a série até hoje figura entre as preferidas entre os fãs, além de ser uma excelente porta de entrada no mundo Tokusatsu para os mais novos. HENSHIN!!!!!

Confira nossa matéria sobre a série Kamen Rider Black RX e sobre o mangá Kamen Rider de Shotaro Ishinomori

Compre Kamen Rider clicando na capa abaixo! .


Créditos:
Texto: Breno Raphael 
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse 
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

DC divulga segundo trailer de Pennyworth, série derivada do universo de Batman

24 de Abr de 2019

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade