Recentemente, Adi Shankar (o produtor da animação de Castlevania), anunciou que adquiriu os direitos para uma produção similar para Devil May Cry, inclusive citando sua intenção de desenvolver um multiverso envolvendo as duas franquias.

Conheça a origem e os jogos de Devil May Cry

Devil May Cry, para quem não está familiarizado, é uma série de games lançada pela Capcom e desenvolvida por Hideki Kamiya. Originalmente trabalhando em uma continuação para Resident Evil 2, a equipe de produção percebeu que o desenvolvimento do game se afastou demais dos clássicos temas de Resident Evil, optando por desenvolver um novo título. Kamiya então utilizou temas da Divina Comédia para criar a mitologia do game que viria a ser lançado sob o nome de Devil May Cry.

Conheça Devil May Cry 1

O primeiro jogo da franquia apresenta Dante, um meio-demônio que possui um escritório onde ele aceita casos para caçar demônios. Dante é o filho do demônio Sparda, que foi responsável por fechar o portal para o mundo dos demônios, impedindo a invasão do poderoso Mundus. O plot do jogo gira em torno da missão dada a Dante pela misteriosa Trish de impedir que Mundus retome seus planos de invadir o mundo mortal. O jogo eventualmente também nos apresenta a Vergil, o irmão gêmeo de Dante, que aparece diversas vezes durante o gameplay para confrontar o protagonista sobre a forma do antagonista Nelo Angelo.

Para o segundo jogo, a Capcom resolveu utilizar um novo time de produção, o que acabou gerando críticas negativas uma vez que o jogo se distanciou bastante de seu antecessor. Além de Dante, no segundo jogo é possível utilizar Lucia, que assim como Dante possui linhagem demoníaca, entretanto conta com um armamento diferente daquele utilizado pelo protagonista para dar um novo ar ao gameplay.

Conheça Devil May Cry 2

Levando em consideração a recepção ao segundo jogo, Hideki e seu time foram trazidos de volta, optando por utilizar o terceiro jogo da franquia como um prequel, contando um pouco mais sobre o passado de Dante e sua relação com seu irmão Vergil, que aparece aqui com um papel bem mais proeminente em relação ao primeiro jogo. Também somos apresentados a jovem conhecida como Lady, responsável indiretamente por nomear o escritório de Dante como “Devil May Cry”.

Conheça Devil May Cry 3

O quarto jogo da franquia se passa algum tempo depois do primeiro jogo (ainda que antes do segundo, fazendo com que muitos fãs desconsiderem este para a cronologia geral da saga), apresentando um novo protagonista chamado Nero, que também possui o sangue de Sparda (apenas recentemente foi confirmado que se trata do filho de Vergil, fazendo dele o sobrinho de Dante).

A história segue Nero enquanto ele enfrenta a corrupção da Ordem da Espada, um culto fundado por Sparda para enfrentar os demônios que ainda conseguissem escapar de seu selo. Dante é um personagem jogável em algumas partes do jogo, uma vez que ele e Trish estão envolvidos na investigação sobre os trabalhos da ordem. Uma edição especial lançada em 2015 acrescentou a possibilidade de jogar também com Vergil, Trish e Lady.

Em 2013, a Capcom optou por lançar um reboot da série, nomeado como “DmC: Devil May Cry”. Situando-se em um universo alternativo a série original, o game reapresenta Dante agora como um Nephilim (assim como Vergil), fazendo dele um meio-demônio, meio-anjo. Aqui, Dante vive em Limbo City, sendo atormentado por demônios, inicialmente desconhecendo sua origem. 

Mundus retorna como vilão do jogo, e Vergil aqui também tem um papel maior na história, diferente de sua pequena aparição no Devil May Cry original. O jogo recebeu diversas críticas com relação ao redesign dos personagens, o que levou muitos a acreditarem que seria o fim da série de games, até que Devil May Cry 5 foi anunciado em 2018 como a continuação da história do universo principal, contando como Dante e Nero como protagonistas.

Ainda na mitologia da série, existe um anime lançado em 2007 intitulado apenas “A série animada”. O anime segue Dante em seu trabalho como caçador de demônios, além de mostrar um pouco mais sua personalidade fora dos jogos, também aprofundando sua relação com Trish e Lady. A animação se passa cronologicamente entre o primeiro e o quarto jogo da série.

Conheça Devil May Cry 4

Pouco se sabe ainda sobre os planos de Shankar para a nova série que será lançada pela Netflix, ainda que na entrevista onde ele fez o anuncio ele tenha revelado que adquiriu pessoalmente os direitos da série para garantir uma maior liberdade. Ainda que Castlevania siga de forma razoavelmente fiel a mitologia dos jogos, ainda é muito cedo para fazer suposições sobre a trama de Devil May Cry.

Ainda não existe data de lançamento para a animação, mas Devil May Cry 5 chegou às lojas em março de 2019.

Confira outras matérias sobre games como Tomb Raider e Silent Hill!


Créditos:

Edição e Texto: João Maia
Imagens: Reprodução
Guia publicado originalmente em 19 de novembro de 2018. Atualizado em 03 de maio de 2020.