Recentemente, dia 24 para ser mais exato, a série Chuck completou uma década desde sua estreia.

A série, situada em Burbank, Califórnia, gira em torno de Chuck Bartowski (Zachary Levi), um técnico de computadores que vê sua vida mudar do dia para a noite quando um antigo rival de faculdade, Bryce Larkin (Matt Bomer), lhe envia um e-mail contendo o Intersect, um programa secreto da CIA e da NSA, que acaba transformando Chuck em um supercomputador. Sem meios de remover as informações de sua cabeça, um time é formado pela agente da CIA Sarah Walker (Yvonne Strahovski) e pelo major da NSA John Casey (Adam Baldwin) para proteger Chuck até que seja possível construir um novo Intersect.

Enquanto lida com as missões de sua nova vida dupla, Chuck também precisa lidar com sua vida civil, enquanto tenta proteger seu segredo de seu melhor amigo Morgan Grimes (Joshua Gomez), sua irmã Eleanor Bartowski (Sarah Lancaster), seu cunhado Devon Woodcomb (Ryan McPartlin) e os demais trabalhadores da Buy More.

A série quase foi cancelada após o final da segunda temporada, entretanto sua continuidade foi assegurada através de uma campanha realizada pelos fãs, garantindo uma terceira temporada, com uma quarta e posteriormente uma quinta e última temporada.

A serie causa controvérsia entre os fãs até hoje, visto que muitos discutem uma perceptível queda de qualidade a partir da terceira temporada. As duas primeiras temporadas compunham um arco que envolviam a revelação dos responsáveis pela perseguição ao Intersect, com a segunda temporada terminando em um gancho para a revelação de um arco ainda maior, o que motivou os fãs a realizarem a campanha para que a série tivesse pelo menos mais uma temporada para concluir este gancho.

A terceira temporada então lida com a ampliação da vida de espião de Chuck, com ele se preparando para confrontar os grandes vilões por trás da conspiração para tentar roubar o Intersect. A quarta temporada aborda um novo tema, com Chuck se aprofundando no mistério do Intersect, após a revelação da participação de seu pai Stephen Bartowski na criação deste, além de buscar por sua mãe Mary Elizabeth Bartowski. Por fim, a quinta e mais controversa das temporadas lida com diversos inimigos surgindo para derrubar o time Chuck, o que leva ao episódio final (e controverso) da série, que deixou muitos fãs com um gosto amargo na boca.

Entre altos e baixos, entre os cinco anos da série fomos apresentados a diversos personagens carismáticos, além de várias participações especiais interessantes (entre elas Carrie-Ann Moss como uma personagem recorrente e Mark Hamill para uma participação especial). O desenvolvimento dos personagens é um dos grandes acertos da série, conforme vemos o desligado Chuck se tornar alguém mais focado e objetivo, o deslocado Morgan, a princípio uma “criança” no corpo de um homem, se tornar mais responsável e confiável e o fechado major Casey se tornar mais receptivo. Além disso, quem não teve uma paixãozinha pela bela Sarah Walker?

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: