Por Lucas Souza

O novo evento da Marvel Comics, “Absolute Carnage”, traz Donny Cates e Ryan Stegman no comando – vale lembrar que essa é a equipe criativa da atual série “Venom”. O vindouro evento, que vem sendo preparado de forma silenciosa, promete um verdadeiro embate entre Carnificina e o Universo Marvel.

Carnificina, um personagem que foi pouco explorado recentemente, é um antigo conhecido dos fãs do Teioso e teve sua primeira aparição em “The Amazing Spider-Man” #344 (1991) nos EUA e em “O Homem-Aranha” #135 da editora Abril no Brasil (se quiser saber mais sobre outro evento focado no personagem – “Carnificina Total” – Clique aqui) – ainda como Cletus Kasady e sem poderes . Sendo criado a partir de um pedaço do simbionte Venom, o vilão brilhou na década de 90 e começo dos anos 2000 – e logo depois foi sendo cada vez menos utilizado.

Confira o Vídeo de Donny Cates no painel da C2E2:

 

 

No painel “Marvel's Next Big Thing” da C2E2 deste ano, a Marvel mostrou um vídeo do autor Donny Cates que falava sobre o evento. Cates diz que o maníaco Cletus Kasady vai voltar com força total ao seu papel de Carnificina e que ele transformou todo personagem da Casa das Ideias que já usou um simbionte em alvo. Se pensarmos em todos os eventos envolvendo simbiontes (de “Carnificina Total” a “Venomized”) podemos dizer que quase todo grande personagem da editora é um alvo.

 

Carnificina é o foco do evento “Absolute Carnage” da Marvel Comics

 

Os simbiontes chegaram ao Universo Marvel durante a “Guerra Secreta” (Secret Wars – 1984) quando o Homem-Aranha acidentalmente se funde a um simbionte após ter seu traje destruído – podemos dizer que essa foi a grande consequência do evento que deu ao Cabeça de Teia o seu famoso uniforme negro.Voltando a Terra, Peter Parker descobre (com a ajuda de Reed Richards) que o traje era um ser vivo e que estava tentando se acoplar permanentemente ao seu corpo. Usando a fraqueza do ser a som concentrado, Peter consegue se livrar do simbionte que encontra Eddie Brock – um jornalista que detestava o Aranha. E assim nasce o Venom! Mais tarde, um pedaço desse simbionte fica jogado na cela de cadeia que Brock dividia com o maníaco homicida Cletus Kasady e assim nasceu o Carnificina em “Amazing Spider-Man” #361 de 1992 (“O Homem-Aranha” #149 da editora Abril). Se um jornalista é perigoso com um simbionte, imagine um louco homicida?

Em “Venomized”, de Cullen Bunn e Iban Coello, Cletus Kasady consegue retomar o seu vínculo com o simbionte durante uma invasão alien do planeta Klyntar – que tem como objetivo infectar e controlar a Terra através dos simbiontes. Após rechaçar a invasão, os heróis vêem o Carnificina sumir na vastidão do espaço.

 

Muitos heróis foram afetados em “Venomized” de  Cullen Bunn e Iban Coello

 

Na série “Venom” de Donny Cates, é revelado que um culto que idolatra o Deus simbionte Knull está com o corpo de Cletus Kasady (que está severamente queimado pela reentrada na Terra, mas ainda vivo). O vilão agora está ligado a um novo simbionte que tem uma conexão extremamente forte com Knull – cortesia da versão maligna de Reed Richards do Universo Ultimate.

A força do simbionte original se soma a esse novo que dá a Cletus acesso a identidade de TODOS que já vestiram um simbionte no Universo Marvel (após “Venomized”, estamos falando de quase todos os personagens”). A missão do Carnificina é libertar o Deus simbionte Knull enquanto consome o corpo de qualquer personagem que já serviu de hospedeiro. É nesse cenário que se passará o novo evento “Absolute Carnage” que começa em agosto deste ano!

Animado com o que a dupla Cates e Stegman  está trazendo? Conte para a gente nos comentários!

 

Fique ligado no Ultimato do Bacon para mais notícias e reviews sobre HQ´s!

 

 

 

 


 

Acessem nossas redes sociais e nosso link de compras da amazon

Instagram 

Facebook

Amazon