Em meio a séries como Demolidor e Luke Cage que foram lançadas pela Netflix, algumas outras podem ter passado despercebidas. Talvez você tenha ouvido falar da série dos Fugitivos. Mas enquanto grupos como os X-Men já aproveitam de um certo prestigio, em um mundo com Vingadores e Quarteto Fantástico, talvez os Fugitivos não estejam nos seus top 5 times favoritos.

Quem são os Fugitivos

Os Fugitivos apareceram pela primeira vez em sua própria revista em julho de 2003, com roteiros de Brian K. Vaughan (Y: O Último Homem) e arte de Adrian Alphona (Miss Marvel vol. 3). A primeira edição apresenta o cast inicial da série além de introduzir os vilões. Eis aqui o primeiro twist da série: um grupo de crianças descobre que seus pais são parte de um grupo de vilões com pactos demoníacos. O que você faz quando descobre que seus pais são vilões? Você foge.

O primeiro volume da série, composto por 18 edições, lida com o fato de que os jovens protagonistas decidem colocar um fim nos planos malignos de seus pais.

Alex Wilder é o primeiro líder da equipe, e responsável por reunir os jovens, possui uma inteligência acima do normal. O resto do time original é composto por:

Chase Stein, um humano sem poderes que utiliza gadgets para ajudar a equipe;

Gertrude Yorkes, outra humana sem poderes, porém ela possui um elo telepático com um dinossauro geneticamente criado Alfazema, além de uma inteligência acima do comum;

Karolina Dean, inicialmente ela acreditava ser apenas humana, eventualmente descobrindo que seus pais são alienígenas exilados na terra. Seus poderes são gerados através da absorção da luz solar;

Nico Minoru, humana com poderes mágicos latentes, utiliza o Cajado do Absoluto para realizar seus feitiços;

Molly Hayes, a caçula do grupo, com poderes de origem mutante que lhe conferem superforça e algum nível de invulnerabilidade.

Durante o curso da história, novos personagens se unem ao grupo, entre os quais Victor Mancha, um dos filhos de Ultron, criado para eventualmente infiltrar e destruir os Vingadores. A serie também conta com reviravoltas e despedidas (que não vou comentar aqui para não dar spoilers para aqueles que estiverem a fim de ler os quadrinhos ou aguardado a série).

Entre alguns dos diferencias da equipe é que apesar de se unirem para se opor aos pais, eles não são heróis propriamente ditos, sendo muito mais uma família disfuncional tentando se ajudar e se apoiar.

Os personagens tiveram um run considerável na casa das ideias: desde crossovers com os Jovens Vingadores a um especial do Mundo de Batalha das Guerras Secretas. A equipe está retornando, uma vez que o quinto volume chegou às bancas americanas em setembro de 2017, trazendo de volta a formação original.

Aqui no Brasil o primeiro volume foi publicado em 2 volumes da coleção Panini Pocket, a nº 3 e a nº 4 de 2006 e na Coleção dos Heróis Mais Poderosos da Terra nº 70 (2017) da Salvat (apenas os 6 primeiros volumes). O segundo volume foi publicado em Fugitivos nº1 e nº2 (2006) e depois incorporado no mix de Avante Vingadores do nº1 ao nº 14 (2007) e finalizado em Marvel Especial nº10 (2008) e as 6 primeiras edições do volume 3 foram publicadas em Marvel Especial nª 13 (2009).

Com criação de Josh Schwartz e Stephanie Savage, a série dos Fugitivos contou com três temporadas e um crossover com a série Manto & Adaga. Conheça mais sobre Manto & Adaga clicando aqui.

Como esperado de adaptações, a serie conta com diversas modificações para o formato televisivo. Entre as modificações, o time demoníaco dos Gibborim que para a série foram adaptados para uma raça alienígena. Além disso, nos quadrinhos, Nico consegue convocar o Cajado do Absoluto através da dor, mas isso foi cortado da série, pois a automutilação da personagem foi considerada muito pesada.

O cancelamento da série infelizmente deixou muita coisa em aberto, abrindo portas que nunca veremos serem investigadas. A primeira temporada está disponível na Netflix.

 


Créditos:

Texto e Edição: João Maia
Imagens: Reprodução

Matéria publicada originalmente em 27 de agosto de 2017. Atualizada em 11 de maio de 2020.

Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!