Okko O Ciclo da Terra é a continuação da obra Okko O Ciclo da Água. O mundo criado pelo francês Humbert Chabuel (conhecido como HUB) é  uma era do Japão feudal um pouco diferente do que a que estamos acostumados – e com o nome de Pajão. Aqui iremos ver misticismo, demônios e homens que com força sobrenatural – tudo isso com um estilo completamente diferente dos mangás que comumente relatam histórias com esse tipo de aventuras.

Okko O Ciclo da Terra (“Okko Le Cycle de la Terre” no original) é uma obra lançada em 2007 pelo francês Humbert Chabuel (conhecido como HUB) que é quem assina os roteiros e a arte da HQ. A HQ é a segunda da trilogia que se completa com Okko O Ciclo da Terra e Okko O Ciclo do Ar.

É importante salientar, contudo, que a obra de HUB que iremos analisar pode ser lida de maneira independente – conhecer a primeira edição nos dá uma noção da origem do personagem Tikku mas não é indispensável para leitores que queiram ler apenas essa edição. A HQ chegou ao Brasil em 2019 pela Mythos no selo Gold Edition em forma gigante, com capa dura e pouco mais de 100 páginas.

.

Okko O Ciclo da Terra

Okko O Ciclo da Terra de HUB traz mais ação que a Graphic Novel anterior desse universo.

.

A evolução da Obra de HUB em Okko O Ciclo da Terra

.
Quando conheci o universo criado por HUB, confesso que não me empolguei – apesar dos belíssimos desenhos. A primeira aventura dos “caçadores de monstros” chefiados por Okko não me empolgou em nada e só o final da HQ – que realmente tem um ritmo mais acelerado – me fez dar uma chance para o segundo volume chamado Okko O Ciclo da Terra. E nesse volume fica nítida a evolução da história que parece, desde as primeiras páginas, já saber onde quer chegar.

O ritmo da HQ, o principal problema do primeiro volume na minha visão, é corrigido nesse segundo volume – que não chega a ser “frenético” mas tem uma boa trama e anda com velocidade considerável. Um outro acerto legal desse volume é que vemos a história ser “relembrada” ou narrada por Tikku – que aparece já velho e com um aprendiz.

Além dos personagens do bando, Okko, Noshin e Noburo, ainda temos duas guerreiras que acompanham o grupo – cada uma com uma história interessante para contar. Aliás, essa é outra grande melhora! Os personagens estão mais carismáticos e não parecem mais tão “genéricos” como foi no primeiro volume. O monge Noshin é bem mais interessante em Okko O Ciclo da Terra.

.

Okko O Ciclo da Terra

Monges são chacinados por um inimigo desconhecido em Okko O Ciclo da Terra de HUB

.
A trama da segunda aventura do universo criado por HUB nos leva às montanhas do fictício Pajão (sim, é Pajão mesmo). Lá, o grupo de Okko começa a perseguir um grupo de monges desconhecidos que usa o corvo como símbolo. A trama gira em torno de achar quem são esses monges e o que eles efetivamente estão tramando. Temos 8 monastérios nas montanhas e a equipe precisa visitar cada um deles para desvendar o mistério.

Batalhas, em menor ou maior escala, acontecem com frequência em Okko O Ciclo da Terra que não deixa de lado o elemento místico que tinha em sua primeira edição, Temos armaduras diferentes, monstros e “super humanos” lutando lado a lado ou entre si.

O estilo “mistério com road trip” também ajuda muito no dinamismo da HQ que não tem tempo para enrolação e evolui a cada momento. O monge Noshin é o grande destaque da trama, não por sua participação nas batalhas mas por ganhar espaço para mostrar mais de sua personalidade e de seu cuidado com o discípulo Tikku.

.

Okko O Ciclo da Terra

O grupo de Okko tenta descobrir a origem dos monges do corvo em Okko O Ciclo da Terra

.
Escrita e desenhada pelo francês HUB, Okko O Ciclo da Terra é um dos raros casos onde a continuação é muito melhor que a trama de estreia. O grupo de Okko ganha mais personalidade na HQ e trama em si acaba prendendo mais o leitor do que a trama da primeira Graphic Novel. A arte do francês continua espetacular e o formato gigante adotado pela Mythos foi um baita acerto que acaba valorizando ainda mais o trabalho. 

Se você não leu nada desse universo ainda, recomendo que comece por essa edição. Ela não dá spoilers da primeira aventura e te mostra o potencial do mundo criado por HUB. Se você se interessar é só buscar a Graphic de estreia e aproveitar – entendendo que o ritmo dela é bem menor do que o que temos em Okko O Ciclo da Terra. Uma boa leitura para os fãs de obras relacionadas a samurais e magia.

Quer conhecer mais HQ´s que marcaram época? Confira nossas colunas Baú de HQ´s e HQ´s Brasileiras.

.

 

Ultimato do Bacon

Avaliação: Ótimo!

.

Compre Okko O Ciclo da Terra clicando na capa abaixo! 

.

Okko O Ciclo da Terra

 


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


 

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!