Okko O Ciclo da Água é uma obra que vai nos levar para uma era do Japão feudal um pouco diferente do que a que estamos acostumados. Aqui iremos ver um mundo povoado com misticismo, demônios e homens que tem uma força sobrenatural – tudo isso com um estilo completamente diferente dos mangás que comumente relatam histórias com esse tipo de premissa.

Okko O Ciclo da Água (“Okko Le Cycle de l’eau” no original) é uma obra lançada em 2005 pelo francês Humbert Chabuel (conhecido como HUB) que é quem assina os roteiros e a arte da HQ. A HQ é a primeira da trilogia que se completa com Okko O Ciclo da Terra e Okko O Ciclo do Ar. É importante salientar, contudo, que a obra de HUB que iremos analisar pode ser lida de maneira independente – a história se fecha e se você não quiser mais ver nada desse universo pode encerrar ali mesmo. A HQ chegou ao Brasil em 2018 pela Mythos no selo Gold Edition em forma gigante, com capa dura e 100 páginas.

.

Okko O Ciclo da Água

Noburo é um dos personagens principais da trama de HUB em Okko O Ciclo da Água

.

A Trama de Okko O Ciclo da Água

.

A trama proposta por HUB em Okko O Ciclo da Água, nos leva a um Japão (chamado de Pajão na HQ) misterioso. Aqui estamos no ano 1108 e muitas guerras assolam a terra do país fictício. Somos apresentados ao Okko que ao lado de Noburo, um guerreiro gigante com máscara de demônio, e do monge Noshin, um beberrão que consegue invocar espíritos da natureza, viajam pelo reino. Fica claro desde o primeiro momento que eles são uma espécie de grupo guerreiro que elimina monstros, demônios ou coisas do gênero. 

A história se inicia com um ataque a uma casa de gueixas onde o grupo estava descansando. Durante o ataque já podemos observar que o grupo de Okko não é exatamente normal. No decorrer do ataque diversas gueixas são levadas – entre elas a chamada de “pequena carpa”, irmã do garoto Tikku. Depois do ataque, o garoto implora (e promete sua existência de dedicação ao grupo) para que eles ajudem a salvar sua irmã. E é nesse ponto que a história começa de verdade.

.

Okko O Ciclo da Água

10Tikku e o poderoso grupo navegam em uma embarcação improvisada na HQ Okko O Ciclo da Água

.

A premissa da HQ não é exatamente original mas sua execução é tão diferente do que estamos acostumados a ver que a sensação é de que a ideia ganha um frescor por conta disso. Vale deixar claro para os leitores que esperam ritmos mais intensos que não é isso que HUB entrega em Okko O Ciclo da Água. A trama se desenrola de forma bem lenta no começo e vai crescendo conforme a trama se aproxima do fim – as últimas 10 páginas tem um ritmo completamente diferente das 10 primeiras e isso não é necessariamente um problema (se o leitor souber ser paciente).

Um dos pontos fracos da HQ são os seus protagonistas. Nessa primeira edição eles não são muito bem explorados – ou aprofundados – de forma que em boa parte da trama eu fiquei com a sensação de eles serem um pouco “genéricos”. Isso vai se dissipando um pouco com o final surpreendente da história, mas ainda sim.. Okko, por exemplo, é um samurai honrado e excelente nos combates – mas sem nenhuma grande e marcante característica.

.

Okko O Ciclo da Água

Tikku pede para que Noburo resgate sua irmã em Okko O Ciclo da Água

.

Okko O Ciclo da Água não é uma HQ genial e nem uma reinvenção do gênero. A trama surpreende por suas viradas finais e pelo estilo europeu do francês Humbert Chabuel que é pouco comum em HQ´s mais fantasiosas sobre samurais. A leitura é interessante se você for um leitor paciente que quer ver uma trama mais “lenta”. Uma HQ que pode agradar os fãs de histórias sobre samurais que querem ver uma abordagem diferente. 

Quer conferir outras grandes tramas? Confira nossas colunas Baú de HQ´s e HQ´s Brasileiras.

.

Okko O Ciclo da Água - O Ultimato 1

Avaliação: Bom!

.

Compre Okko O Ciclo da Água clicando na capa abaixo!

.

Okko O Ciclo da Água - O Ultimato 2


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse

Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!