A HQ Mágico Vento é uma das publicações mais diferentes e interessantes que já vi sobre faroeste. O elemento novidade da obra é o próprio histórico do personagem-título e o clima sobrenatural que a obra tem – com participações diversas de monstros folclóricos, visões indígenas e vilões do além túmulo.

Apesar disso, a obra se manteve afastada do terror propriamente dito e acabou indo por um caminho mais leve – o que não quer dizer que Mágico Vento é uma obra infantil nem nada do gênero.

A HQ Mágico Vento foi criada em 1997 por Gianfranco Manfredi e é um fumetti (quadrinho italiano) publicado pela Sergio Bonelli Editore. Ao contrário do famoso personagem da editora Tex Willer, que até ganhou uma série sobre sua juventude, Mágico Vento tem uma narrativa mais linear e – idealmente – é importante começar a ler da edição #1.

.

Mágico Vento

Capa de uma das tramas mais icônicas da HQ Mágico Vento chamada de “Cara de Pedra”

.

Onde Ler Mágico Vento de Gianfranco Manfredi?

.

Se você nunca leu a HQ de Gianfranco Manfredi e te parece difícil conseguir a primeira edição da HQ de 1997, tenho uma boa notícia: não é! A trama de Mágico Vento, e seus importantes primeiros números, já chegaram ao Brasil de diversas formas diferentes pelas mãos da Mythos editora – e a série completa (com 131 números) já foi lançada aqui!

O leitor tem basicamente três opções de ler esse faroeste sobrenatural (todas da Mythos):

Mágico Vento – 1ª Série: Série de 131 números em formatinho e papel jornal e preto e branco. Contém todo material original e foi publicada de 2002 até 2013.

Mágico Vento – 2ª Série: Não se iluda pelo nome! A HQ lançada em 2020 pela Mythos é uma republicação do material original. O tamanho, pouco maior do que um formatinho, e o papel off-set são o “upgrade” dessa republicação. O preto e branco permanece e o número de edições, provavelmente, será o mesmo já que cada edição traz o mesmo conteúdo da 1ª série da Mythos.

Mágico Vento Deluxe: Lançada em 2017, a série também é uma republicação. A diferença dessa versão da Mythos é o tamanho (19×26 cm), a capa dura e as cores. A publicação fica parecendo uma Graphic Novel e reúne duas edições da série original.

Escolha seu formato favorito (ressalto novamente: é o mesmo material nas três séries!) e mergulhe no mundo de Mágico Vento!

.

Mágico Vento

Mágico Vento conhece seu amigo Willy Richards, ou Poe, na primeira edição de Mágico Vento da Sergio Bonelli Editore

.

Conheça a Trama da HQ Mágico Vento

.

A trama de Mágico Vento é envolta em mistérios do começo ao fim. Somos apresentados aos dois personagens principais logo de saída: Mágico Vento e Willy Richards – também conhecido como Poe (sim, ele é alcoólatra e fisicamente parecido com o escritor famoso Edgar Allan Poe).

As primeiras páginas da história nos mostram um índio xamã, chamado de Cavalo Manco, encontrando um desmemoriado sobrevivente de uma explosão. O homem branco é então levado a sua aldeia onde recebe cuidados e um novo nome: Mágico Vento. O velho xamã Cavalo Manco acredita que esse homem vai ser o responsável por substituí-lo e que ele foi enviado pelo Wakan Tanka (sagrado ou ao divino).

Enquanto a história do desmemoriado sobrevivente se desenrola na aldeia indígena, o tempo avança 3 anos e a história de Gianfranco Manfredi nos leva até Chicago. Lá somos apresentados ao jornalista e alcóolatra Willy Richards. O personagem está em uma apresentação de projeções em um teatro – e o tema central é justamente a evolução das linhas de trem da fronteira e o próprio velho oeste.

A tal apresentação cita até uma misteriosa explosão em uma das ferrovias que matou sete militares e dois maquinistas. Ficamos sabendo que o homem que enriqueceu com todo essa tragédia – e inclusive com a venda das terras – é Howard Hogan. E é aqui que a história de Poe, apelido do jornalista, e de Mágico Vento começa a se entrelaçar.

.

Mágico Vento

Mágico Vento enfrenta um Wendigo na edição 8 da HQ de Gianfranco Manfredi

.

Enquanto Poe é demitido por querer investigar a história da explosão e o próprio Howard Hogan, Mágico Vento decide viajar pela linha de trem onde foi encontrado três anos antes pelos índios Sioux. Nessa viagem, os dois se conhecem e, com o avançar da trama, descobrem que estão atrás do mesmo homem. 

A memória de Ned Ellis, o verdadeiro nome de Mágico Vento, começa a retornar e os dois precisam sobreviver a caçada empregada por um dos homens de Howard Hogan. Já nessa primeira edição, chamada de Forte Ghost, fica claro que os elementos sobrenaturais vão ser constantes. Homens deformados, visões de mortos clamando por justiça e outros elementos aparecem de maneira frequente. 

.

Mágico Vento

Os companheiros mortos de Ned Ellis o ajudam a recuperar a memória na HQ Mágico Vento

.

Essa primeira trama da HQ Mágico Vento, chamada “Forte Ghost”, já estabelece os principais elementos que serão explorados nos outros números da série: a ligação com a aldeia Sioux e com Cavalo Manco, a amizade com Poe e a busca por levar justiça ao vilão Howard Hogan – que está sempre direta ou indiretamente envolvido nos perigos que o herói enfrenta.

O bacana é que mesmo tendo uma linha bem desenhada, as histórias do personagem avançam e temos mortes de personagens tidos como principais e evoluções reais – tudo isso em tramas recheadas de elementos místicos bizarros ao mesmo tempo em que Ned Ellis, ou Mágico Vento, vai cada vez mais explorando elementos do seu passado.

.

Mágico Vento

Um dos inúmeros seres místicos que Mágico Vento enfrenta em suas HQ´s

.

Quatro importantes personagens da HQ Mágico Vento

.

A HQ Mágico Vento de Manfredi é um sucesso não só pelos elementos místicos e misteriosos da trama. Existem inúmeros coadjuvantes que tornam a HQ interessante, divertida e magnética. Separamos quatro personagens que são inesquecíveis e tornam a trama ainda mais interessante:

.

1- Willy Richards ou Poe

Mágico Vento

.

Willi Richards, ou Poe, é o inteligente, corajoso, beberrão e divertido jornalista que acompanha Mágico Vento desde sua primeira edição. O personagem é uma espécie de alívio cômico mas sempre ajuda nas aventuras – seja na ação (que não é o forte de Poe) ou nas investigações. Poe é, no começo, cético em relação ao sobrenatural mas vai, aos poucos, entendendo que o mundo esconde mais do que ele podia imaginar.

.

2- Cavalo Manco

Mágico Vento

.

Cavalo Manco é o poderoso Xamã da aldeia Sioux que abriga o desmemoriado Mágico Vento. O personagem é o responsável por ensinar os caminhos indígenas ao personagem-título, que enxerga o idoso como um pai. Ele ainda foi o responsável por salvar o herói da morte após a explosão que o deixa sem recordações do passado. Cavalo Manco sempre tem palavras sábias para dizer.

.

3- Howard Hogan

Mágico Vento

.

Howard Hogan é o rico e inescrupuloso homem que causa todo o infortúnio de Poe e Mágico Vento. O personagem é implacável e está sempre disposto a causar dor e sofrimento se o resultado for mais dinheiro e poder para si mesmo. Ele busca o escrito e seu misterioso ajudante para que os dois não publiquem mais nenhuma matéria que possa prejudicá-lo. Hogan é envolvido com política e todo tipo de atividade ilícita que se possa imaginar.

.

4- Mata-a-Si-Próprio

Mágico Vento

.

Existem muitos personagens fascinantes na vila Sioux da HQ Mágico Vento. O mais marcante, contudo, é Mata-a-Si-Próprio. O personagem é o “palhaço” da vila e está sempre brincando e divertindo. Suas frases batidas, como “eles não podem me seguir se nem eu mesmo sei para onde vou” divertem até o mais carrancudo dos leitores. O personagem aparece pela primeira vez na segunda edição da série e protagoniza cenas divertidas com Poe.

.

Vale Ler a HQ Mágico Vento?

.

A HQ Mágico Vento de Gianfranco Manfredi é, facilmente, um dos faroestes mais divertidos e interessantes que já li. Com personalidade própria, a HQ sabe dosar bem o sobrenatural, que pode estar na floresta, em uma casa ou em uma pessoa, com o mistério e um humor leve que permeia todas as edições da história.

Os desafios criados para a dupla Mágico Vento e Poe são sempre instigantes e diferentes – seja pela lenda abordada ou pelos mais variados ambientes: aldeias, florestas, paisagens geladas, pequenos vilarejos abandonados e até grandes cidades!

O mistério do passado de Ned Ellis, e a busca por justiça ao lado de seu amigo Poe, também são muito bem trabalhadas e isso faz com que a HQ difira um pouco de outras do gênero – o personagem tem um propósito claro e um inimigo bem definido. 

Minha sugestão para os fãs de faroeste? Aproveitem as publicações da Mythos e não deixem de colecionar a obra – seja em formato Graphic Novel (com um preço mais elevado) ou em um formato mais simples e em conta. Garanta as duas primeiras edições da série e prepare-se para ficar viciado no universo criado por Manfredi na HQ Mágico Vento!

Se você é fã de faroeste, aproveite e confira também outras sugestões de HQ´s sobre o tema!

.

Compre Mágico Vento clicando na capa abaixo! 

.

Mágico Vento

 

Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse

Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


 

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: