Ultimato do Bacon

Noite Na Taverna por Marcel Bartholo (2021) – O Ultimato

Em 29 de Jan de 2022 3 minutos de leitura
UB Noite na Taverna 1 PRINCIPAL

Conheça a adaptação em quadrinhos de uma das maiores obras do romantismo brasileiro: Noite Na Taverna

Noite na Taverna foi publicado originalmente em 1855, três anos após a morte de seu autor, o paulistano Álvares de Azevedo, aos 20 anos. A obra é uma referência no gênero de ficção gótica brasileira e bebe das águas de autores como Lorde Byron (1788-1824), poeta e escritor londrino do Romantismo.

Já experiente em HQs de terror, Marcel Bartholo – coautor de Lama (2018) e Canil (2020) – foi o responsável por adaptar e desenhar a obra para os quadrinhos. A publicação saiu no fim de 2021 pela editora Ateliê, em formato de luxo com capa dura e 104 páginas coloridas.

Qual a trama de Noite Na Taverna?

O primeiro capítulo, “Uma Noite do Século”, um prólogo, apresenta cinco amigos bebendo vinho em uma taverna. A discussão rapidamente abre espaço para que cada um conte uma lembrança fantásticas, competindo para ver qual a história mais assustadora.

Assim seguem os capítulos. Solfieri, Bertran, Gennaro, Claudius Hermann e Johann vão narrando suas histórias para impressionar os companheiros de mesa. Na primeira, em Roma, Solfieri avista uma bela mulher que canta em uma noite chuvosa e a segue até o cemitério.

UB Noite na Taverna 2

Em cada história, Bartholo experimentou uma técnica e palheta de cores

Um ano depois, após uma noite de bebida e sexo, encontra a mesma personagem em um caixão dentro de uma igreja. Ao descobrir que estava viva, decide sequestrá-la.  As cores usadas por Bartholo nesse capítulo são escuras e lúgubres. A conclusão é breve e dantesca.

O conto de Gennaro tem um toque especial. Isso porque Bartholo se inspirou nos quadros de Monet e outros impressionistas para as ilustrações. Em uma intrincada rede de relacionamentos, Godofredo Walsh é mestre do protagonista, um pintor, que se apaixona por sua esposa, Nauza. A filha do casal, porém, Laura, de 15 anos, é quem cai de amores pelo rapaz. A história não fica no platonismo e tem resultados perturbadores.

Hermann recorda de uma paixão que teve pela Duquesa Eleonora em Londres, após apostar fortunas no turfe. Com alguma ajuda subornada, ele a sequestra enquanto ela dorme. O capítulo de Johann é, inicialmente, sobre o duelo de armas em Paris, após um desentendimento por um jogo de bilhar. O derrotado, Arthur, tira do bolso uma carta a mãe e outra a sua amada, para que Johann as entregue, no que o protagonista tentará tirar o máximo proveito pessoal possível.

Todas as histórias têm conclusões envolvendo situações que chocam, como necrofilia, suicídio, incesto, assassinatos, canibalismo e traição. Embora dramáticas, o terror está sempre presente.

Vale a pena ler?

Para quem gosta de literatura e quadrinhos, está aí uma fronteira excelente. Bartholo foi muito competente em condensar os contos de Álvares de Azevedo, trazendo todo aquele clima boêmio e soturno de cidades que explodiam cultura e romantismo ao redor do mundo.

E é justamente o contraste entre o amor que todos os personagens tiveram com mulheres em cidades românticas com os resultados extremos, bizarros e terríveis de suas aventuras que marcam as histórias dos cinco amigos.

UB Noite na Taverna 3

A história de Solfieri mostra como um acontecimento pode mudar toda uma vida

As técnicas e cores que Bartholo usou nos capítulos deram uma personalidade ainda mais peculiar a cada história. Apesar de o artista ter variado no estilo, em todos os casos dá para reconhecer facilmente a mão do autor.

Os extras ao fim da história são bem interessantes e completam a experiência.  Trazem detalhes da obra original, dos autores (Azevedo e Bartholo) e da mídia escolhida para adaptação que, inclusive, tem como um dos objetivos atrais novos leitores para os clássicos brasileiros.

A utilização da linguagem presente no texto de Azevedo faz toda a diferença ao trazer o clima de época e, creio, seja importante no quesito paradidático, introduzindo este vocabulário aos novos e futuros leitores do gênero.

Mesmo lendo hoje, todos os capítulos são, de alguma forma, impactantes e lidam com situações extremas. Impossível não imaginar como era lidar com estes dogmas para o leitor do fim do século XIX, misturando o real e o imaginário. Vale a leitura!

Gostou do texto? Leia outras matérias do David Horeglad (HQ Ano 1) para o UB!

BEBÊS MANÍACOS DA LAGOINHA (2021) – O ULTIMATO

ESPETACULARE MENEGHETTI (2021) – O ULTIMATO

PODRÃO ANIQUILAÇÃO (2021) – O ULTIMATO

Avaliação: Excelente!

Compre Noite na Taverna clicando na capa abaixo! .

UB Noite na Taverna 4 CAPA


Créditos:
Texto: David Horeglad – @hq_ano1
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Ultimato do Bacon Editora

Ultimato do Bacon Editora

18 de Jan de 2021

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade