Ultimato do Bacon

Ninguém de Carlos Trillo e Alberto Breccia – O Ultimato

Em 20 de Set de 2022 3 minutos de leitura
Ninguém de Carlos Trillo e Alberto Breccia - O Ultimato (1)

Uma das duplas mais importantes dos quadrinhos se une para contar a história de um agente britânico que protege o mundo protegido pelo anonimato. Ninguém de Carlos Trillo e Alberto Breccia é uma história de espionagem inteligente que consegue surpreender com tramas que saem do lugar comum.

A narrativa coloca o protagonista em rota de colisão com diversos planos malignos e com o clássico vilão Dr Fu Manchu (criado em 1913 por Sax Rohmer) – que se torna seu grande antagonista!

Ninguém de Carlos Trillo e Alberto Breccia foi publicado entre 1976 e 1978 na revista argentina Tit-Bits. Vale dizer que a obra surgiu no auge da Guerra Fria, por isso não se espante com a obsessão que os vilões têm com bombas atômicas e com o conflito EUA e União Soviética. A obra chegou ao Brasil em 2022 em uma belíssima edição da Editora Trem Fantasma!

Dica para o leitor: A dupla Trillo/Breccia produziu muitas obras memoráveis que chegaram recentemente ao Brasil. Indicamos a leitura do review de Viajante de Cinza – uma das nossas favoritas!

Ninguém de Carlos Trillo e Alberto Breccia - O Ultimato (2)

O misterioso protagonista da HQ Ninguém de Carlos Trillo e Alberto Breccia é um personagem inteligente e cheio de recursos

A Trama da HQ Ninguém de Carlos Trillo e Alberto Breccia

A dupla Trillo/Breccia cria seu quadrinho mais comercial nesta obra que fala sobre espionagem, destruição do mundo e planos mirabolantes. O protagonista é um verdadeiro “homem de ação” no melhor estilo James Bond: inteligente, rápido no gatilho e capaz de enfrentar as ameaças que se apresentem. Mas acho que é seguro dizer que a previsibilidade da obra para aí.

Por mais que os próprios autores considerem a obra uma HQ comercial, é preciso dizer que ela tenta (e consegue!) fugir do lugar comum a todo momento.

Sim, existe uma fixação grande com a bomba atômica e com os conflitos entre o Oriente e Ocidente, mas isso é feito de uma forma pouco comum. A trama de abertura mostra isso ao colocar Ninguém, o agente protagonista, resolvendo um mistério de traição de forma pouco tradicional.

Existe o uso de força bruta mas o que chama a atenção é a preocupação do governo em acobertar os fatos – e isso é feito até com manipulação de imagens. Essa curta história de abertura de 9 páginas me impactou porque eu realmente não esperava nada fora do padrão de “chutes, pontapés e mortes” nessa obra. Grata surpresa!

Ninguém de Carlos Trillo e Alberto Breccia - O Ultimato (3)

O agente britânico precisa impedir Fu Manchu de destruir o mundo na HQ Ninguém de Carlos Trillo e Alberto Breccia

As tramas curtas, inteligentes e independentes logo dão lugar a uma narrativa mais “parruda” que é formada por diversos capítulos. Isso acontece após o aparecimento do grande nêmesis de Ninguém: O clássico vilão Fu Manchu. O antagonista é um homem que só quer ver o mundo mergulhado no caos e está disposto a usar o que puder para isso.

Em alguns momentos eu sinto que a entrada de Fu Manchu na HQ acabou atrapalhando – o personagem me soa caricato demais e seus “planos infalíveis” estilo Cebolinha não me convenceram muito não.. Menos mal que a dupla Trillo/Breccia consegue variar as maquinações do vilão e sua fixação com a bomba atômica ao menos soa diferente em cada trama.

Se eu não fui grande fã da entrada de Fu Manchu na obra, preciso dizer que foi um baita acerto “humanizar” o protagonista. Ficamos sabendo seu nome e que ele possui um amor perdido. Isso me ajudou demais a aprofundar a conexão com seus dilemas e ações.

A obra possui um final feito por Trillo após o falecimento de Breccia. Ele ainda deixa muitas pontas soltas mas pelo menos encerra a jornada do protagonista. Acho que ele merecia muitas novas histórias e eu adoraria revê-lo nas mãos de uma nova dupla criativa.

Ninguém de Carlos Trillo e Alberto Breccia - O Ultimato (4)

O agente britânico protagonista mostra diversos recursos na HQ Ninguém de Carlos Trillo e Alberto Breccia

Ninguém de Carlos Trillo e Alberto Breccia é um quadrinho interessante que consegue dar uma roupagem interessante ao gênero de espionagem sem deixar de aproveitar os clichês do gênero. Por mais que as cenas de ação de Breccia estejam lindas e chamativas, é inegável que o roteiro da obra é o grande protagonista.

A preocupação com os detalhes da trama (e seu uso nas resoluções) é o que faz essa HQ sair do lugar comum e ser realmente memorável. Faltou tempo para aprofundar mais na história de Ninguém e para dar a ele um “grandioso confronto final” como eu acredito que ele merecia. Ainda assim, é uma leitura que vai agradar muito os fãs do gênero e os fãs da dupla!

Se você é fã de espionagem, não deixe de conferir nosso review da HQ Mugiko de Gianfranco Manfredi e Pedro Mauro – também lançada pela Trem Fantasma!

Ultimato do Bacon

Avaliação: Ótimo!

Compre Ninguém de Carlos Trillo e Alberto Breccia clicando na capa abaixo! .

Ninguém de Carlos Trillo e Alberto Breccia Comprar


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

O Livro dos Insetos Humanos de Osamu Tezuka - O Ultimato (2)

O Livro dos Insetos Humanos de Osamu Tezuka – O Ultimato

30 de Set de 2022

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade