Ultimato do Bacon

Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas – O Ultimato

Em 5 de Jul de 2023 5 minutos de leitura
Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas capa

O mundo das Amazonas da DC Comics está passando por muitas mudanças. As amazonas de Themyscira e Bana-Mighdall veem uma nova tribo surgir: As Esquecidas. Essa nova sociedade de amazonas fica na floresta amazônica no Brasil e é tão antiga quanto as outras. Ela foi revelada por conta do surgimento de Yara Flor – uma nova e poderosa guerreira que quase foi cooptada pela deusa Hera.

Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas é um crossover entre todas as revistas do universo da personagem: a de Yara Flor, a da nova Rainha Núbia e a da Mulher-Maravilha (Diana). A trama mostra essa nova tribo conhecendo suas irmãs em um cenário caótico onde uma nova campeã precisa ser escolhida para ser a responsável pela Porta dos Condenados (um antigo e mágico calabouço escuro onde as Amazonas trancafiaram seres maléficos).

O crossover Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas conta com os times criativos das edições mensais e nomes como Joëlle Jones, Becky Cloonan, Vita Ayala, Michael W. Conrad e Stephanie Williams estão envolvidas na obra. Lançado em 2022 nos EUA, a HQ chegou ao Brasil no mesmo ano em “Mulher-Maravilha” #8 – #10 da Panini Comics.

Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas 4

Todas as grandes Amazonas da DC estão envolvidas em Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas

Índice

O que é preciso saber para acompanhar Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas?

Muita coisa mudou no universo das Amazonas e é legal estar por dentro para acompanhar da melhor forma possível o evento Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas. A dica principal seria ler toda a mensal lançada pela Panini Comics em 2022. São apenas 7 números antes do evento e todas as HQs desse universo estão reunidas nesta publicação.

Se mesmo sabendo disso você quiser ler apenas o evento, vale destacar alguns acontecimentos importantes:

 

1- Após uma jornada no além-vida, Diana (a Mulher-Maravilha) retornou ao mundo dos vivos (ela havia morrido no final de Noite de Trevas Death Metal). A jornada da personagem a levou a lugares como Valhalla, Olimpo, Cemitério dos Deuses (onde ela foi obrigada a abandonar o deus antigo Caos) e a outros importantes mundos paralelos da DC. Se quiser saber mais, confira nosso review Mulher-Maravilha Além Mundos de Becky Cloonan e Michael W. Conrad – O Ultimato ATENÇÃO INCLUIR LINK

2- Hipólita assumiu o lugar de Diana na Liga da Justiça. Com isso precisou deixar o posto de Rainha das Amazonas que foi assumido por Núbia – a antiga campeã responsável por vigiar a Porta dos Condenados

3- A revista Wonder Girl apresentou uma nova amazona e uma nova tribo! Se trata de Yara Flor e as amazonas esquecidas do Brasil. A narrativa mostra que a Deusa Hera tinha grande interesse em Yara e tentou manipular a jovem para ela ser sua campeã.

4- O Poço das Almas voltou a funcionar. O tal poço está ligado à origem das amazonas e apareceu pela primeira vez em 1987 na Mulher-Maravilha de George Pérez sendo chamado de Caverna das Almas. Ali ficam as almas de mulheres que sofrem e morreram por conta da violência do homem – as almas tiradas dali são as que se tornam as primeiras amazonas. Avançando no tempo e indo para Themyscira, vemos que a caverna é ligada à ilha por um poço (que não funciona há muitas eras). Após Núbia assumir o trono, o poço volta a gerar novas Amazonas que viveram e morreram por conta da violência do homem (assim como no passado).

5- Após um intenso confronto, Medusa é perdoada por Núbia e passa a ser uma amazona (sem seu terrível poder de transformar pessoas em pedra). A personagem, que estava presa na Porta dos Condenados, consegue fugir e após a redenção relata que ouviu uma voz estranha chamando por ela e foi essa voz que a libertou..

É justamente essa fuga da Porta dos Condenados que dá início ao crossover Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas. Outros seres escapam e acabam atacando as outras tribos que passam a se preocupar com a segurança da tal porta. 

Se você leu/sabe de tudo isso, então você está preparado para curtir o evento!

Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas 3

As Amazonas precisam lidar com os perigos da Porta dos Condenados na HQ Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas

A trama da HQ Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas

Após a ascensão de Núbia ao trono de Themyscira, a Porta dos Condenados ficou sem sua campeã e sem vigilância. Esse problema logo começa a afetar as amazonas de todas as tribos quando seres malignos e mitológicos escapam de seu cativeiro.

O processo para escolha de uma nova campeã é simples: um torneio com amazonas escolhidas por suas irmãs como sendo capazes de proteger e guardar o local. Pela primeira vez, as três tribos das amazonas se reúnem e cada uma indica uma campeã para lutar no torneio – que tem seus desafios escolhidos pelos próprios Deuses.

Tudo indica que a narrativa será focada no tal torneio e vemos as três tribos interagirem com certa desconfiança. Esses momentos são interessantes pois temos a oportunidade de aprender mais sobre cada uma das tribos e de comparar seus hábitos, costumes e afins.

A “calmaria” pré-torneio é quebrada quando um assassinato acontece na ilha. Uma importante personagem (sem spoilers!) é morta e a trama se divide entre mostrar o começo do torneio (que deve acontecer) e descobrir quem é a assassina.

Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas 2

Os momentos de união das amazonas geram belas páginas na HQ Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas

O ritmo narrativo do evento é interessante e se altera conforme o momento. Na minha visão, os autores conseguiram dar um ritmo mais lento nos momentos emocionais e de interação e foram habilidosos ao acelerar nos momentos de ação, perigo e afins. Apesar de ter gostado bastante do evento e seu desenvolvimento, confesso que me frustrei um pouco com a parte do torneio.

As campeãs são escolhidas e apontadas (todas personagens famosas da DC) mas não chegam a se digladiar de forma contundente por conta desses perigos externos. É tudo muito bem construído e pensado e talvez essa frustração esteja mais ligada a minha expectativa pessoal do que qualquer outra coisa.

Apesar de não ter “curtido” a ideia do assassinato em um primeiro momento, é inegável que ele é bem desenvolvido e ajuda a trama a andar. A desconfiança que ele gera faz com que algumas amazonas se afastem ainda mais. Como comentamos acima, ler as primeiras edições da série lançada pela Panini Comics faz muita diferença porque nos ajuda a criar laços com as personagens e entender suas personalidades.

Cada uma das protagonistas da história tem bons motivos e ações bem particulares – nada de Amazonas genéricas que agem iguais. É interessante perceber como cada tribo tem seu código de conduta e honra e como isso as aproxima em determinadas situações e as torna distantes em outras.

Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas 1

As rainhas amazonas das três tribos se reúnem em Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas

Infelizmente o evento deixa algumas pontas soltas para serem resolvidas na continuidade das mensais (e em outras séries). A motivação da assassina permanece um mistério, um vilão acaba não tendo sua origem (ou seu fim) decretado na HQ e outros detalhes.

A trama principal, que diz respeito a Porta dos Condenados, é muito bem resolvida, mas temos detalhes que ficam para depois. A relação entre as três tribos também é muito bem explorada e chega a uma resolução satisfatória.

Vale a pena ler Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas?

Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas foi um evento que me divertiu demais. O roteiro traz ótimas motivações para cada personagem e o perigo apresentado na HQ é bem desenvolvido. A arte, que varia e traz nomes como Joëlle Jones, Lara West, Laura Braga, Skylar Patridge e outros, é belíssima e o clima de cada uma das tribos é muito bem representado também no sentido gráfico (belas armaduras, pinturas e afins).

Apesar de deixar algumas pontas soltas (que vão me obrigar a continuar lendo o título), é seguro dizer que a HQ fecha sua trama principal e entrega um final satisfatório para leitores menos curiosos e menos ligados ao universo das amazonas.

Se você já acompanha os títulos da Mulher-Maravilha, o evento certamente vai te agradar ao mostrar as protagonistas juntas e mantendo sua personalidade bem evidente (todas tem seu momento nos holofotes). Se você não é um consumidor regular dessas HQs, certamente deixará de perceber alguns detalhes, mas mesmo assim será capaz de se divertir com a trama! 

Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas não é um crossover inovador mas consegue entregar uma história bem feita e muito bem executada!

Quer ler mais histórias marcantes de Diana? Confira nossa lista de Melhores HQs da Mulher-Maravilha!

Avaliação: Bom!

Compre Mulher-Maravilha Prova de Fogo das Amazonas clicando na capa abaixo! .


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Imagem de divulga de Eight Billion Souls de Eduardo Lira

Eight Billion Souls de Eduardo Lira – Playlist

27 de Ago de 2020

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade