Evil Eye é fruto da parceria da produtora Blumhouse com a Amazon Prime Video. A Blumhouse é conhecida por produzir filmes de terror de baixo orçamento como Atividade Paranormal, Fragmentado, Sobrenatural dentre outros filmes.

A parceria rendeu até o momento quatro filmes: Nocturne, Evil Eye, The Lie e Black Box. Em breve teremos crítica de todos. Já falamos sobre Nocturne (confira a crítica clicando aqui), e agora vamos falar de Evil Eye (Mau Olhado), mais um filme decepcionante da parceira Blumhouse Amazon Prime Video

.

Evil Eye

.

Evil Eye – O Ultimato

.

Evil Eye assim como Nocturne, tem uma proposta voltada para o sobrenatural, porém é um filme menos ambicioso, aposta na simplicidade. Em Evil Eye acompanhamos Pallavi (Sunita Mani) uma indiana que tem que lidar com sua mãe supersticiosa, Usha (Sarita Choudhury), tentando lhe conseguir um casamento antes que Pallavi complete 30 anos. Quando Pallavi finalmente encontra um “par perfeito”, Usha começa a desconfiar que o homem possa estar ligado à uma tragédia do seu próprio passado.

Evil Eye aborda uma temática muito discutida atualmente, que é o relacionamento abusivo. O tempo todo acompanhamos a angústia de Usha, que se apega à todas suas crenças para evitar que sua tragédia pessoal se repita com sua filha.

.

Evil Eye

.

Apesar do tema necessário, em diversos momentos o longa que se apega ao estilo mais voltado para o suspense acaba entregando diálogos e discussões conflitantes que geram uma certa irritação.

Usha se mostra extremamente preocupada com o fato de a filha ser solteira, independente. Ok, sei que isso se deve mais à questão cultural, mas essa preocupação gera desconforto em Pallavi que se sente pressionada a encontrar um par, mesmo sendo razoavelmente feliz com sua independência.

.

Evil Eye

.

Quando Pallavi finalmente encontra um homem que se propõe a cuidar dela, mesmo relutante ela gradativamente se entrega ao relacionamento e sua mãe que antes lutava para ver a filha desencalhar, surta.

Eu entendo que a discussão aqui fica no equilíbrio, que foi o que faltou no filme. Foi aonde pecou o tom sobrenatural, visto que Usha tem “intuições” a respeito do namorado da filha logo que Pallavi fala sobre ele. As atitudes de Usha que mudam bruscamente com o novo status da filha, acabam deixando o desenvolvimento um pouco atrapalhado.

O desequilíbrio é o que a todo tempo cerca o filme. O diretor até tenta induzir o expectador ao sentimento de dúvida, se existe ou não uma questão sobrenatural, porém o ritmo lento do filme prejudica a experiência e quando finalmente o filme expõe se há ou não algo sobrenatural, já estamos cansados e ansiosos pelo fim do filme.

.

Evil Eye

.

Evil Eye parece na verdade uma novela Brasileira feita por um canal B! Atuações absolutamente vergonhosas, sem entrega. Mesmo o esforço de Sarita Choudhury em se entregar na sua atuação como Usha, é muito amadora. Mas aqui o prêmio de pior atuação fica mesmo para Omar Maskati que interpreta Sandeep, o namorado de Pallavi. Meu Deus, chega a dar vergonha alheia! Acho que qualquer figurante de novela Brasileira entregaria uma atuação melhor.

Mesmo com uma trama sendo uma parábola sobre relacionamento abusivo, Evil Eye não consegue nem mesmo cumprir o objetivo de trazer atenção para o assunto. Com atuações vergonhosas e um péssimo desenvolvimento, o filme entrega mais um fruto decepcionante da parceira entre Blumhouse e Amazon. Nem com um bom olhado esse filme fica bom…

Concorda ou discorda? Comente o que você achou d20o longa em nossas redes sociais e fique ligado no Ultimato do Bacon! Confira também nossas Dicas de Streaming clicando aqui!

.

Mau Olhado (Evil Eye 2020) - O Ultimato 1

Avaliação: Ruim!

.

Confira o trailer de Mau Olhado (Evil Eye 2020)

.

 


Créditos:
Texto: Diego Brisse
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


 

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: