Primeiros Passos revisita a origem do Homem-Aranha, e isso pode até preocupar, uma vez que Dan Slott não é o roteirista mais amado pelos fãs do Homem-Aranha. Sua fase trouxe muitas histórias polêmicas como “A Conspiração do Clone” (saiba mais clicando aqui), a fase Superior e o tempo de Peter Parker como um empresário bem sucedido. Apesar de seus “tropeços”, Slott tem uma história impecável que adiciona muito na mitologia do Cabeça de Teia deixando seus primeiros dias mais detalhados sem “rebootar” ou mexer em nenhum detalhe da história (discutimos mais sobre isso aqui).

Conheça mais sobre a trama de Primeiros Passos

A história intitulada “Year One: Learning To Crawl” foi uma minissérie em cinco partes que saiu em “The Amazing Spiderman” #1.1 – #1.5 em 2014 e contou com a arte de Ramón K. Perez. No Brasil a história chegou na segunda série de “O Espetacular Homem-Aranha”(2015) da Panini nos números #1 – #5 e no encadernados “O Espetacular Homem-Aranha: Primeiros Passos” (2019).

Homem-Aranha: Primeiros Passos 1

Um jovem Peter Parker enfrenta um novo vilão em “Primeiros Passos” de Dan Slott

A história de Slott tem uma pegada muito emocional e mostra um Peter Parker que acabou de perder o tio e se culpa pelo ocorrido. Na época retratada o jovem ainda está cheio de dúvidas sobre o que fazer e como ajudar sua tia May a encarar a perda e as contas que não param de chegar e se acumular. Tudo isso, somado a identidade secreta, deixam o jovem desnorteado e logo tudo piora com o preocupado Reitor Davis expondo as faltas de Peter para sua tia.

O cenário é péssimo mas todo mundo que lê as aventuras do Cabeça de Teia sabe que sempre pode piorar. É justamente nessa época que um novo vilão, Clash, resolve aparecer na vida do herói para deixar tudo ainda mais complexo.

Homem-Aranha: Primeiros Passos 2

Clash é o vilão da saga “Primeiros Passos” criada por Dan Slott na revista do Homem-Aranha

Dan Slott tem uma sacada genial na hora de criar o vilão para “Primeiros Passos”. A origem do personagem é 100% ligada a do Homem-Aranha e a própria transformação de Clash – e sua falta de direcionamento – não deixam de ser culpa do herói. A motivação e a vida do novo personagem são muito exploradas e é fácil traçar um paralelo entre ele e Peter.

Slott também soube respeitar muito bem a origem do herói. Todos os detalhes da origem estão lá e tudo que ele faz é adicionar mais detalhes que enriquecem ainda mais a narrativa e deixam Peter Parker ainda mais nobre. A cena dele com Tia May, enquanto ela tenta animar ele com brincadeiras como o Tio Ben fazia, é de fazer qualquer marmanjo se emocionar.

Homem-Aranha: Primeiros Passos 3

Peter é atormentado pela morte do Tio Ben em “Homem-Aranha : Primeiros Passos” de Dan Slott

O que faz um adolescente decidir usar seus poderes para ajudar os outros? Essa é a grande pergunta que Slott responde em “Homem-Aranha : Primeiros Passos”. De arrogante a altruísta – essa é a transformação que vemos no jovem Peter mesmo quando tudo dá errado para ele em quase todas as esferas da sua vida. Dan Slott cria uma história que emociona ao mesmo tempo que entrega uma ação clássica e respeita toda a origem do herói. A história passa longe de ser um reboot e vai deixar qualquer fã do herói com um sorriso largo enquanto pensa o quanto “com grandes poderes vem grandes responsabilidades” vai ser uma frase eternamente atual na vida do herói. 

“Homem-Aranha : Primeiros Passos” é um presente de Dan Slott e da Marvel Comics para nós, fãs do Cabeça de Teia, que temos que aturar tantas histórias que não representam bem o personagem. Vale demais a leitura!

Fique ligado no Ultimato do Bacon para mais sobre HQ´s!

 


Créditos:

Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: João Maia
Texto publicado originalmente em 04 de fevereiro de 2020. Atualizado em 22 de maio de 2020.

Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: