Homem-Aranha: História de Vida é um presente de fã para os fãs…

Em 1962, o jovem Peter Parker foi mordido por uma aranha radioativa. Naquela época, Peter era um jovem de 15 anos que viu sua vida mudar drasticamente e, depois da morte de seu tio Ben, resolveu usar seus grandes poderes para lidar com grandes responsabilidades.

Qual a trama de Homem-Aranha: História de Vida

Desde o surgimento do aranha, no mundo real, quase 60 anos se passaram. O mundo mudou, guerras começaram e acabaram, a rainha da Inglaterra está completando 94 anos, mas graças a magia dos quadrinhos, ao que parece, o jovem Peter mal passou dos trinta anos.

Mas o que aconteceria se o tempo avançasse nos quadrinhos no mesmo ritmo que faz no mundo real? Como teriam sido as décadas de vida do teioso?

É exatamente isso a que se propõe Chip Zdarsky em sua Homem Aranha: História de Vida (Spider-Man: Life Story, 2019). Em suas seis edições, o autor se propõe a examinar como seriam cada uma das décadas do mundo, sempre centralizado no Homem-Aranha.

É assim que o autor conta sua história, acompanhando o desenrolar do mundo ao mesmo tempo em que Peter vive sua vida. É claro que o passar dos anos afeta não somente Peter, mas todo o universo Marvel. Uma vez que ninguém mais é protegido pela incapacidade de envelhecer, a idade chega para heróis e vilões como um todo.

Porém, assim como em toda história alternativa, pequenas alterações em um personagem afetam todos os demais, então não espere que as mudanças estejam restritas apenas ao Aranha.

Com o passar dos anos e das décadas, Zdarsky vai inserindo de maneira orgânica, à sua própria maneira, diversos eventos que afetaram o Homem-Aranha: a saga do clone, a última caçada de Kraven, o embate com Morlun e até mesmo as Guerras Secretas e uma Guerra Civil muito diferente daquela que conhecemos.

Muito se fala sobre como os “poderes acima” boicotaram a filha do casal Peter e MJ, pois consideraram que se tornar pai envelheceria demais o herói que sempre foi um “ícone jovem”.

Porém, envelhecer é o ponto chave e aqui temos a chance de realmente ver como seria uma família para o Aranha e quais implicações isso realmente teria em sua carreira heroica.

Spoilers: o Aranha é um herói para todas as gerações.

Sem spoilers das edições, cada uma delas brevemente mostra a importância do Aranha no mundo de alguma forma. Com certeza, a mais bela de todas é a edição final: os anos 2010. Enquanto as demais edições mostram alguns anos da década, a edição final foca somente no ano de 2019.

Como eu disse antes, a história é sobre o Aranha, então os acontecimentos ao redor do mundo não têm tanta relevância, e nos são dados apenas breves vislumbres do que está acontecendo. E a edição final não poderia servir para outra coisa senão provar que o Aranha é o maior herói da Marvel.

Como todo mundo já deve ter imaginado, Homem-Aranha: História de Vida não é uma história cronológica, não afeta o universo Marvel principal. Mas considerando a quantidade de quadrinhos produzidos em massa que chegam as bancas que servem apenas para gastar dinheiro, essa HQ é um presente de Chip Zdarksy para os fãs do Cabeça-de-Teia.

Homem-Aranha: História de Vida é aquela HQ rara, que é lançada uma vez a cada década, no máximo. Algo que não deve faltar na coleção de nenhum leitor ou fã de quadrinhos que tenha no teioso um de seus heróis favoritos.

 

Homem-Aranha: História de Vida - O Ultimato 1

Avaliação: Excelente!

 

 


Créditos:

Texto: João Maia
Imagens: Reprodução
Edição: Alexandre Baptista

Fique ligado no Ultimato do Bacon para mais conteúdos sobre Quadrinhos, Livros, TV, Streaming, Cinema, Música e muito mais!