“Salvar pessoas, caçar coisas, o negócio da família”

Dia 13 de setembro de 2005 marcou a estreia na TV de uma série que prometia contar a história de dois irmãos enquanto eles rodavam a américa atrás de seu pai desaparecido enquanto enfrentavam todo tipo de criatura sobrenatural pelo caminho, e quando digo todo tipo, eu realmente quero dizer todo tipo. Agora, 12 anos depois, estamos há um mês da estreia da 13ª temporada, que irá contar com um episódio crossover com a turma de Scooby-Doo (eu disse todo tipo de coisa, não disse?).

Com exceção dos protagonistas Dean (Jensen Ackles) e Sam (Jared Padalecki) Winchester, o elenco da série apresentou uma rotatividade de personagens suportes, com alguns deles chegando a integrar o cast principal, entre eles dois que caíram no gosto popular: o anjo Castiel (Misha Collins) e o demônio Crowley (Mark Sheppard).

A série foi concebida inicialmente para durar três temporadas, com a narrativa principal eventualmente sendo expandida para englobar as cinco primeiras temporadas. O plot incial envolvia os irmãos descobrindo-se como parte vital da conspiração que levaria até o apocalipse bíblico, desde a liberação de demônios até o rompimento dos selos que por fim libertaram Lúcifer. A interferência dos irmãos eventualmente conseguiu impedir o fim do mundo, levando ao novo aprisionamento de Lúcifer (e também Miguel) e encerrando a trama proposta por Eric Kripke que deixou o comando da série no final da quinta temporada.

Desde então, a CW continua investindo na continuação da trama, que divide a opinião dos fãs. Entre altos e baixos, os irmãos Winchester já se viram enfrentando Eve, a mãe dos monstros, os leviatãs, lidaram com a queda dos anjos e a transformação de Dean em um demônio, e até mesmo se depararam com a irmã de deus (loucura não é mesmo?).

Entre as tramas maiores de cada temporada, somos apresentados aos casos semanais que envolvem bruxas, fantasmas, lobisomens, vampiros e deuses pagãos que aterrorizam os estados unidos. O sucesso da série foi tanto que houve uma adaptação em anime produzida pela Madhouse (a mesma de Death Note) que reuniu as tramas da primeira e segunda temporada, incluindo também alguns episódios inéditos.

Aqui no Brasil o sucesso também era grande, evidenciado pelo grande número de comunidades do Orkut e grupos de MSN, onde as pessoas se dedicavam a debater as teorias sobre cada temporada e aguardar ansiosamente o início da temporada seguinte (era um ótimo lugar pra conhecer pessoas novas).

Ainda que muitos debatam a qualidade de temporadas mais recentes, os roteiristas têm trabalhado em cima da mitologia proposta, expandindo o universo iniciado doze anos atrás para gerar novas tramas. O que temos que nos perguntar é: quanto mais eles podem criar para manter o show atrativo depois de tanto tempo?

E você, já assistiu Supernatural? Ainda assiste? Acha que já está na hora de parar? Quantos bacons merecem cada uma das temporadas? Deixem sua opinião nos comentários.

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: