Confira nessa matéria o histórico de loucura da personagem e os rumos que acreditamos quer serão tomados para o final da série

Por Júlio Ribeiro

Instagram | Facebook | Twitter

 

“A loucura e a grandeza são dois lados da mesma moeda. Toda vez que um novo Targaryen nasce, os deuses jogam a moeda no ar e o mundo segura a respiração para ver como ela vai pousar."

 

Estamos vendo muitas pessoas questionando as ultimas atitudes de Daenerys no penúltimo episodio da série, falando em desenvolvimento apressado, mudança de atitudes na personagem etc. Será que isso realmente aconteceu?

Daenerys sempre que pode faz um discurso sobre o destino dela de libertar o mundo dos tiranos, um discurso que um tirano faria e algumas atitudes dela condizem com isso desde os primórdios da história. Ela não aceita questionamento e é extremamente intolerante. Ela fala que sempre quis o Trono, mas esse era o sonho de Viserys (seu irmão mais velho). A vontade inicial dela era apenas ir para casa, tendo pegado o sonho dele para si após a morte do irmão nas mãos de Khal Drogo. Essa vontade do Trono, acaba sendo exagerada.

Quando Jon conta sobre sua real identidade, ela pensa primeiro no Trono (deixando de lado o fato de que o relacionamento entre familiares Targaryen é normal, afinal ela se casaria com Viserys, os dois últimos Targaryen vivos, originalmente).

 

A loucura dos Targaryen

 

Brasao da casa Targaryen dos livros de George R. R. Martin - As Crônicas de Gelo e Fogo

De fato, a loucura está sim no sangue Targaryen, muitos achavam (isso inclusive é mencionado nos livros e na série) que quem herdou essa loucura num primeiro momento, seria Viserys e não Daenerys, mas vamos conhecer um pouco mais desse histórico!

 

Rei Aerys II Targaryen – O rei louco

Foi sequestrado quando criança, criado longe de sua família e ficou muito tempo fora. Nunca mais foi o mesmo após voltar para casa, tentando queimar Porto Real usando fogo-vivo. Ele era o pai de Rhaegar, Viserys e Daenerys.

 

Aerion Targaryen – Chamaviva

Achava que se bebesse fogo-vivo, ele se transformaria em um dragão. Morreu fazendo isso.

 

Maegor I Targaryen – O Cruel

Foi o responsável por construir a Fortaleza Vermelha e após a finalização da obra, matou todos que trabalharam na construção, provavelmente para que ninguém conhecesse os segredos da Fortaleza, além dele.

 

Aegon I – O Conquistador

Daenerys possui uma personalidade muito parecida com a de Aegon I – O Conquistador, o mesmo responsável por queimar completamente o maior castelo de Westeros durante sua cruzada de conquista, o Harrenhal. Simplesmente por que não se ajoelharam para ele.

 

Daenerys I – Nascida da Tormenta

A Mãe dos Dragões sempre teve esse conflito entre abraçar o lema da família – Fogo e Sangue – ou tentar ser diferente e "quebrar a roda" como ela mesma fala, mas por mais que ela tentasse, suas atitudes sempre foram condizentes com o histórico dos Targaryen.


Mirri Maz Duur na fogueira

Após ser enganada pela bruxa e ver que Khal Drogo “morreu”, Daenerys queima a bruxa viva e diz que quer vê-la gritar. Pense do ponto de vista de Mirri Maz Duur: junto com seu povo, foi estuprada varias e varias vezes pelos Dothrakis, viu suas crianças mortas cruelmente e suas casas queimadas e invadidas. Você acha que Mirri estava completamente errada em fazer o que fez com Khal Drogo?

 

Saque em Astapor

Emilia Clarke no papel de Daenerys Targaryen à frente de seus Imaculados em cena de Game of Thrones da HBO

Nesse episódio quem engana é Daenerys. A Khaleesi do Grande Mar de Grama faz um acordo com o Mestre dos Imaculados, trocando todos eles por um dragão. No entanto, assim que a troca é efetuada, ela ordenada que o Dragão queime o Mestre e liberta os Imaculados. Obviamente que, para o ponto de vista do espectador, a atitude de Daenerys foi digna e o Mestre realmente era um babaca, mas ela o enganou assim como Mirri havia feito com ela. Além do que, posteriormente descobrimos que após abandonar Astapor, outro Mestre surgiu, mais cruel e violento que o anterior. Ou seja, Daenerys não resolveu o problema de ninguém, apenas conseguiu um exército de Imaculados de graça. Dracarys!

 

Daenerys impõe sua própria cultura na Baia dos Escravos

Emilia Clarke como Daenerys Targaryen é carregada pelos escravos na Baía dos Escravos em cena de Game of Thrones da HBO

Obviamente Daenerys possui intenções boas. Mas em Essos, sempre que libertava os povos, ela nunca pensou nas consequências. E é justamente por isso que, quando ela liberta todos os escravos de Yunkai e Meereen, as consequências são talvez até piores. A Quebradora de Correntes acaba criando um enorme problema pois os escravos não possuem casa, dinheiro ou qualquer outra coisa. Inclusive alguns chegam a pedir autorização para ela para voltarem a trabalhar para seus antigos Mestres. Por fim, Daenerys matou e crucificou 163 pessoas (Mestres), descobrindo depois que nem todos eram de fato, maldosos ou ruins. A discussão aqui não é sobre escravidão, mas apenas apontar que uma mudança dessa magnitude em uma cultura não acontece de uma hora para outra. Tanto é que o problema acaba sendo resolvido apenas com a chegada de Tyrion Lannister, que propõe outra solução e não sair queimando todo mundo. Daenerys deixa claro nesse momento que ela é uma Rainha e não uma política. Queimar todos os Khals também foi uma imposição cultural, afinal ela foi uma Khaleesi (título que ela usa até hoje) que se recusou a seguir sua cultura.

 

Execução de Mossador

Reece Noi como Mossador em cena de Game of Thrones da HBO

Nos primeiros boatos de surgimento dos Filhos da Harpia, acontece o assassinato de Rato Branco, um soldado Imaculado. Quando o assassino de Rato Branco é pego, Hizdahr e Mossador ficam encarregados de decidir o que fazer com ele. Hizdahr discorda da insistência de Mossador de que os Filhos da Harpia são financiados pelos Grandes Mestres. Mossador finalmente mata o assassino sem o consentimento de Daenerys. Isso acaba gerando sua execução em público mesmo após a população pedir clemencia por ele, chamando Daenerys de “Mysha” (Mãe). Após a execução, o público protesta, fazendo som de cobra para mostrarem que desaprovavam a decisão de Daenerys.

 

Execução dos Tarly

Dickon Tarly (Tom Hopper ) e seu pai Randyll Tarly (James Sebastian Faulkner) encaram sua execução em cena de Game of Thrones da HBO

Acredito que esse foi o momento onde o caldo começou a desandar. Inclusive Tyrion Lannister concordaria comigo, já que ele mesmo propôs que Randyll e Dickon Tarly fossem apenas presos. Tyrion pede que a Rainha dos Ândalos, dos Roinares e dos Primeiros Homens, Senhora dos Sete Reinos e Protetora do Reino, deixasse que eles pensassem mais um pouco sobre ajoelharem para ela. Daenerys teve uma atitude compatível com um legitimo Targaryen, principalmente um descendente de Aegon I – O Conquistador.

 

Daenerys Targaryen – A Primeira de seu Nome, Nascida da Tormenta, A Não Queimada, Mãe de Dragões, Khaleesi do Grande Mar de Grama, Quebradora de Correntes, Rainha de Mereen, Rainha dos Ândalos, dos Roinares e dos Primeiros Homens, Senhora dos Sete Reinos e Protetora do Reino

Emilia Clarke com Daenerys Targaryen em cena de Game of Thrones da HBO

Com sua chegada em Westeros, ela acaba se tornando basicamente uma forasteira, isolada, com várias derrotas seguidas como a morte de Missandei, a morte de 2 dragões (Rhaegal e Viserion), a morte de Sor Jorah, além é claro das ignoradas e desconfianças nortenhas que ela sofreu em Winterfell: Theon, por exemplo, que jurou lealdade a ela junto com Yara, chegou e disse que iria lutar por Sansa e por Winterfell e não por Daenerys.

Finalizando, devemos nos perguntar se, uma vez que queimar pessoas em Essos torna Daenerys uma “Mulher-Forte”, queimar as pessoas em Westeros torna Daenerys uma Rainha Louca? Absolutamente não! Daenerys não está louca. Ela está com raiva. Ela quer vingança e isso aflorou ainda mais seu lado violento e tirânico.

Dany deu a chance de que Cersei se rendesse, e a Leoa de Lannister preferiu executar Misandei, sua melhor amiga. Daenerys quer vingança e com o povo ao lado de Cersei (apesar de não terem opção), ela enxerga todos como inimigos. Afinal, estão ao lado de sua inimiga.

Na cabeça e na ótica distorcida de Daenerys, o que ela fez está correto. E não, essa atitude não mudou a personagem ou seu desenvolvimento: ela sempre tomou atitudes explosivas e principalmente questionáveis. O problema é que essas atitudes eram tomadas contra pessoas que a nossa bússola moral julgava serem merecedoras desse castigo e agora isso mudou.

Não devemos esquecer do fato histórico que é colocado sobre ela em Westeros. Além de ser uma Targaryen, ela é filha do Rei Louco. Por isso, mesmo ela não estando louca de fato, o apelido faz sentido.

De um certo ponto de vista, nossa cultura é parecida com a que Daenerys queria impor em Essos (povo livre, sem escravidão, trabalho remunerado etc.). É por isso que temos a tendência de aceitar e julgar as atitudes dela como corretas em varias situações. No entanto, não podemos deixar de entender que a imposição cultural é sim uma atitude de um tirano.

 

E como essa história vai acabar?

Acredito que infelizmente Daenerys não sobreviva ao último episodio e aposto que terá seu fim pelas mãos de Jon Snow.

Ele é o único capaz de chegar próximo o suficiente dela e tem um senso de justiça grande o suficiente para matar sua amada. Especialmente sabendo que, após suas últimas atitudes, ela não seria uma boa governante para Westeros.

Obviamente isso traria um ônus para Jon. Não apenas o sentimento de culpa, mas quem ficaria no Trono? Mesmo sendo seu por direito, não acredito que Jon mataria Daenerys e ficaria com o Trono. 

O perfil de Jon seria o de se isolar e principalmente se culpar por ter feito algo tão cruel assim, não se achando merecedor de governar nada.

Uma terceira opção deveria surgir, talvez com Westeros sendo comandado por um Conselho e acabando com o Trono. Ou talvez outra pessoa inesperada sente-se no Trono (Gendry?). Mas a minha aposta é que nenhum dos dois protagonistas (Gelo e Fogo) ficam no Trono de Ferro ao final do último episódio da série.

 

E aí, como você acha que vai terminar a série?

Não deixe de conferir nossas críticas dos episódios anteriores aqui!

 

Trailer do episódio 6

 

 


Acessem nossas redes sociais e nosso link de compras da amazon

Instagram 

Facebook

Amazon