Dito por muitos como a resposta ao DComposição da DC Comics, Contágio da Marvel não tem muito a ver com a saga da concorrência (para isso veio Zumbis Marvel Ressurreição). Afinal, aqui não estamos lidando com zumbis, apesar de até parecerem um pouco, mas o Urchin na verdade é algo muito mais sinistro.

.

Contagio da Marvel

.

Qual é a trama de Contágio da Marvel

.

Em um comum em Kun-Lun, a Yu-Ti é avisada sobre uma misteriosa tumba encontrada escondida nos templos. Ao investigar, um dos monges enviados para investigar atacou os demais e desapareceu, indo parar na terra, em Nova York (ah vá).

Como eu mencionei, enquanto Zumbis Marvel e DComposição lidam com zumbis (ah vá), a trama de Contágio da Marvel lida com algo diferente. Conforme eu já mencionei o nome da criatura, o misterioso Urchin é uma entidade parasitária que possui e incorpora suas vítimas.

Através de seu toque, o Urchin é capaz de infectar outras pessoas (Contágio, entendeu?). Ao chegar na terra, ele acaba atraindo a atenção em primeiro lugar do Quarteto Fantástico. Ao confrontar a criatura, os membros do quarteto acabam sendo as primeiras vítimas do Contágio da Marvel.

.

Contagio da Marvel

.

Espalhando-se pelas ruas, eventualmente outros heróis acabam sendo atraídos para a batalha, incluindo o Punho de Ferro e Luke Cage. Eventualmente, os heróis percebem que mais do que infectar, o Urchin consegue incorporar os poderes dos heróis que ele já dominou. Ao invés de enfrentar heróis zumbis como em outras sagas, os heróis precisam enfrentar um monstro que roubou os poderes de seus amigos e que pode também fazer o mesmo a eles com um toque.

Considerando o risco, os heróis urbanos optam por deixar os Vingadores de lado, uma vez que a criatura com os poderes de Thor se tornaria ainda mais perigoso. Enquanto isso, eles também precisam encontrar uma maneira de salvar todos os que já foram infectados pelo fungo e impedir que seus corpos pereçam.

Enquanto a batalha se arrasta pelas ruas, mais heróis urbanos conhecidos do universo Marvel e alguns outros nem tanto, além de alguns vilões são atraídos pela confusão. No final das contas, essa saga acaba sendo totalmente focada nos heróis de rua.

.

Contagio da Marvel

.

Vale a pena ler Contágio da Marvel

.

Contágio da Marvel não é uma mega saga e nem promete mudar completamente o status quo da editora. Em sua saga, Ed Brisson apenas foca em utilizar suas páginas para criar uma história stand alone que consiga apresentar um desafio para os heróis urbanos.

Ao criar uma ameaça que se torna mais forte a cada inimigo derrotado, ele ainda cria uma desculpa para não resolver tudo com um relâmpago do Thor. Além disso, a possibilidade de que algo de ruim aconteça com as pessoas caso o monstro seja morto é um risco constante.

.

Contagio da Marvel

.

É claro, a história também esbarra em alguns clichês e tem algumas reviravoltas interessantes, mas eu estou aqui para comentar se vale a pena comprar e não para narrar a história.

No fim, a maior vantagem da mini é justamente que ela seja completamente desconectada do universo principal. Sim, ela acontece no universo regular, mas você ler ou não Contágio da Marvel não vai alterar seu entendimento de nada do que está acontecendo como seria o esperado de uma grande saga.

Considerando que não é um arco necessário, eu diria que a leitura é totalmente dispensável. Ed Brisson tem feito um bom trabalho em Novos Mutantes (em breve aqui) e nas novas HQs do Motoqueiro Fantasma (sem previsão), mas Contágio da Marvel não é um dos pontos altos de sua carreira.

As reviravoltas não empolgam e existem outras sagas que exploram muito melhor o potencial dos heróis urbanos. Ainda que a história não seja mais uma saga de zumbis, no final ela não passa muito longe de um filme de terror tão básico que até mesmo conseguiria ser exibido na sessão da tarde: a história pode não te deixar buscando por ela, mas numa tarde de tédio na falta de coisa melhor, pode até garantir um pouco que seja de diversão.

.

Contágio da Marvel - O Ultimato 1

Avaliação: Regular!

.

Compre Contágio da Marvel clicando na capa abaixo! 

.

Contágio da Marvel

.

 


Créditos:
Texto: João Pedro Maia
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!