O crossover Homens-Aranha foi responsável por apresentar Peter Parker e Miles Morales antes do fim do Universo Ultimate e incorporação do jovem aranha ao Universo 616.

Homem-Aranha é o personagem favorito de muita gente. Carismático e cheio de problemas mais cotidianos, o Cabeça de Teia é extremamente magnético e sua coragem e senso de humor acabam nos deixando muito ligados às suas revistas.

Infelizmente algumas decisões nos últimos anos acabaram afastando alguns fãs: o final do casamento do Mary Jane, Octopus no controle do corpo de Peter e outras controvérsias (que aparentemente ficaram para trás no “Fresh Start”). Mesmo no meio de toda essa confusão tivemos duas HQ´s escritas por Bendis que são uma verdadeira declaração de amor ao personagem e sua história.

Conhça a trama de Homens-Aranha

“Spider-Men” #1 – #5 e “Spider-Men II” #1 – #5, de 2012 e 2017 respectivamente, trazem a relação de Peter Parker e Miles Morales no foco da ação e dos acontecimentos. Aqui no Brasil as minisséries foram encadernadas pela Panini em “Homens-Aranha” e “Homens-Aranha II”.

Homens-Aranha: Uma Carta de Amor ao Cabeça de Teia 1

Miles Morales e Peter Parker se encontram pela 1ª Vez na HQ de Brian Bendis

“Homens-Aranha” leva o Peter Parker do Universo regular da Marvel para um passeio pelo Universo Ultimate através de um plano do tradicional vilão Mystério. Obviamente isso é apenas uma grande desculpa para poder fazer com que Parker tenha a chance de ver uma realidade totalmente diferente da sua e conheça  o seu maior fã: Miles Morales.

O encontro entre os dois é atabalhoado em suas primeiras cenas com Peter sendo mais agressivo do que o tradicional por conta de sua sensação de “deslocamento” – e como é tradicional nas HQ´s, temos um “mini” confronto entre os dois heróis. Passado esse momento obrigatório a história de Bendis começa a entregar um emocionante encontro entre os mentor e discípulo e somos levados a cenas memoráveis pelo Universo Ultimate.

Bendis faz questão de deixar claro que a “ameaça” de Mystério é um mero plano de fundo e foca as energias em fazer o Homem-Aranha do Universo regular conhecer todas as diferenças do seu Universo para o Ultimate – inclusive reconhecendo o sacrifício que o Peter daquela realidade fez.

A HQ ainda promove o comovente encontro entre o herói e sua tia May e Gwen – isso tudo ter se passado após o sacrifício do herói do Universo Ultimate faz com que o encontro seja carregado na emoção e pode ser que os fãs do Cabeça de Teia precisem limpar os olhos por conta de “poeira” algumas vezes. A HQ termina com uma pergunta: Quem é Miles Morales no Universo regular da Marvel?

Homens-Aranha: Uma Carta de Amor ao Cabeça de Teia 2

Cena do confronto entre Miles e Peter em “Homens-Aranha” de Bendis

“Homens-Aranha II” acontece em um momento completamente diferente e já vemos Miles Morales habitando a realidade do Universo regular da Marvel após os eventos de “Guerras Secretas” de Jonathan Hickman. Aqui temos Miles e Peter, uns dos poucos que se lembram da fusão das Terras, lutando para conseguir descobrir quem é a contra-parte do novato herói – a revelação é muito bem desenhada e montada por Bendis que transforma o “outro Miles” em alguém relevante dentro do cenário da Marvel Comics.

O mais interessante da saga dos “Homens-Aranha” de Bendis não é a história em si e sim ver como o legado do personagem é poderoso e inspirador. Bendis faz questão de recordar um dos grandes momentos do herói e de mostrar como Miles se relaciona com um legado tão forte que não é seu. A HQ ainda faz questão de mostrar todo o respeito do jovem por tudo que Peter construiu e deixa claro seu desejo de estar a altura do legado que recebeu. Acho que poucas vezes vi o sentido de legado do Homem-Aranha ser tão respeitado e destacado em uma HQ.

Homens-Aranha: Uma Carta de Amor ao Cabeça de Teia 3

May Parker do Universo Ultimate vê Peter Parker do Universo regular da Marvel Comics

“Homens-Aranha” é uma tremenda história do herói e pode ser um excelente ponto de retorno para aqueles que, como eu, abandonaram o personagem após algumas decisões editoriais “polêmicas”. As minisséries de Bendis nos relembram porque amamos o Cabeça de Teia e porque suas histórias podem ser tão especiais.Emocionante e divertida, “Homens-Aranha” I e II fazem a frase “com grandes poderes vem grandes responsabilidades” ter mais significado do que nunca enquanto vemos o legado do personagem ser expandido! Um tremendo aquecimento para quem pretende acompanhar o herói na nova fase “Fresh Start”.

Fique ligado no Ultimato do Bacon para mais matérias e notícias sobre HQ’s e veja mais sobre o Aranha na nossa matéria sobre o run de Dan Slott e sobre o run de J Michael Straczynski!

 

 


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Alexandre Baptista
Matéria publicada originalmente em 06 de junho de 2019. Atualizada em 20 de julho de 2020.

Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!