por Lucas Souza

Scott Snyder vem construindo um novo personagem para a mitologia do Homem Morcego durante boa parte do seu run e de suas histórias (abordamos toda a trajetória dele um outro artigo. Confira clicando aqui ). O Sinal, codinome assumido por Duke Thomas, ganha as ruas e o protagonismo real pela primeira vez. É o “teste de fogo” para sabermos se estamos diante de um protagonista fadado a sumir ou de uma adição duradoura ao legado do morcego.

Batman & Sinal chegou às bancas recentemente pela Panini Comics e reúne as edições americanas Batman and The Signal #1 – #3 e uma história do Sinal publicada em New Talent Showcase 2017.

 

Batman & Sinal - Uma Nova Luz para Gotham 1

Uniforme de Duke Thomas, o Sinal, sofre algumas alterações que o tornam mais interessante

 

A proposta de diferenciar Duke Thomas do restante da Batfamília está pautada no horário de atuação do personagem. Enquanto o Morcego e seus aliados trabalham a noite, o Sinal trabalhará de dia. Isso nos dá a oportunidade de ver Gotham City de uma forma diferente da habitual – ideia extremamente interessante! Os desenhos de Cully Hamner casam bem com essa proposta.

Scott Snyder e Tony Patrick brincam durante toda a HQ com o fato de Sinal trabalhar de dia. É interessante ver a estranheza que isso gera no povo de Gotham e nos próprios policiais. Aliás, Duke Thomas ganha de cara seu próprio comissário Gordon : a detetive Alex (que trabalha no turno diurno). Toda dinâmica do Sinal com a Batfamília e com a ensolarada Gotham City rende boas situações, o problema é o vilão…

 

Batman & Sinal - Uma Nova Luz para Gotham 2

A dinâmica entre Duke Thomas e seu mentor, o Batman, funciona muito bem na HQ

 

Com diversas opções de escolha entre os maníacos de Gotham, Scott Snyder e Tony Patrick decidem criar um novo vilão para o Sinal. E ele é, no mínimo, fraco. Gnômon é um vilão que, aparentemente, tem a habilidade de dar poderes a outras pessoas – e começa a fazer isso com os delinquentes de Gotham. A proposta, que já me parece fraca a um primeiro olhar, é executada de forma que não vemos ameaça real em Gnômon em nenhum momento. A tentativa de mistério construída ao seu redor também é falha e não desperta curiosidade em momento algum. Ainda bem que tudo isso fica em segundo plano graças a habilidade dos autores de focar na personalidade de Duke Thomas e na sua interação com os outros personagens. Senão fosse isso, acho que a HQ teria sido um desastre completo.

Batman & Sinal é uma HQ boa. Com desenhos de Cully Hamner, que trazem um novo olhar para Gotham City, e roteiro de Scott Snyder e Tony Patrick temos um saldo positivo. A dinâmica de Duke com a detetive Alex e com os outros personagens são o fato mais interessante de uma história que derrapa feio na criação do seu vilão. A atuação do Sinal em uma Gotham City ensolarada também é um dos fatores que mais desperta curiosidade. Caso tivéssemos uma ameaça real para Duke Thomas, seria fácil crivar o retorno do personagem, mas Gnômon deixa muito a desejar como vilão e isso prejudica a história. Com novo uniforme e uma atitude e atuação que o diferenciam do restante da Batfamília, o Sinal parece pronto para ação! Resta saber se ele terá uma nova oportunidade de mostrar do que é capaz…

Gostou de Batman & Sinal? Conte para a gente nos comentários!

Quer saber mais sobre o Batman e seus Aliados? Fique ligado no Ultimato do Bacon para mais reviews e notícia!

 

Batman & Sinal - Uma Nova Luz para Gotham 3

Avaliação: Bom!

 

Você pode comprar a HQ clicando na imagem abaixo:

 

Batman & Sinal - Uma Nova Luz para Gotham 4

 

Acessem nossas redes sociais e nosso link de compras da amazon

Instagram 

Facebook

Amazon