Ultimato do Bacon

As versões de Kang nos quadrinhos

Em 16 de Nov de 2023 5 minutos de leitura

Ao longo dos anos, conhecemos diversas versões de Kang, sejam versões mais novas ou mais velhas, assumindo outros mantos, ou até mesmo versões alternativas do que pode ser chamado “ponto original”. Afinal, quando lidamos com alguém que tem todo o tempo a seu dispor, é bem difícil catalogar toda a sua cronologia. Então vamos listar aqui as versões de Kang nos quadrinhos que tiveram maior impacto na história do universo 616.

Antes de começar a lista, vamos dar uma breve descrição sobre o personagem por baixo dos muitos mantos: Nathaniel Richards. Pelo bem da nossa sanidade em tentar entender essa história já tão confusa, não falaremos sobre os Kangs de universos onde eles não derivam deste personagem (por exemplo Susan Storm de um futuro alternativo do Universo Ultimate).

Nathaniel Richards recebe seu nome de seu antepassado heroico de mesmo nome, pai do Reed Richards do universo 616. Há também a possibilidade de que ele seja descendente de Victor von Doom. De toda forma, ele nasceu no século 30 da terra 6311, e desde então sua história se fragmentou. Sendo praticamente um paradoxo ambulante, diversas versões de Kang acabam se metendo em sua própria linha do tempo e gerando versões alternativas.

Atenção: aqui listaremos apenas as versões do vilão, para maiores detalhes dos arcos em que o vilão tem participação, acesse nossas matérias sobre arcos como Vingadores Eternamente.

Índice

Quais são as versões de Kang nos quadrinhos

Kang o Conquistador

Talvez a versão mais famosa do vilão, agora popularizada ainda mais com sua aparição em Quantumania, Kang é na verdade a segunda versão do personagem a estrear nos quadrinhos, em Vingadores vol 1 #8. Depois de um tempo no passado como o faraó Rama Tut (a seguir), Nathaniel tentou retornar ao século 30, porém acabou sendo tragado por uma tempestade do tempo que o lançou ao século 40. Diante de um mundo em guerra e com armas a sua disposição, ele abandonou a alcunha do faraó e estabeleceu seu império como Kang o Conquistador.

Além de sua estreia em Vingadores #8, Kang também é parte crucial do arco Vingadores Eternamente onde ele entra em guerra contra sua versão futura Imortus, ele auxilia o Doutor Destino (e não intencionalmente os heróis) contra Magus em Guerra Infinita e suas maquinações quase condenam o universo quando ele liberta no mundo os gêmeos do Apocalipse. Atualmente, ele está no centro dos planos de Jed Mackay para os Vingadores como visto em Atemporal (Avante Vingadores vol 4 #2 da Panini)

Rama Tut

Efetivamente a primeira versão do vilão a aparecer, visto que ele foi confrontado pelo Quarteto Fantástico na edição 19 da série em julho de 1963. Cansado de seu mundo pacifico, ele encontrou planos de uma máquina do tempo que ele utilizou para se estabelecer como imperador no antigo Egito, onde ele eventualmente tentaria tomar para si o controle de Em Sabah Nur, possuindo o conhecimento futuro do potencial do mutante. Entretanto, ele acabou entrando em conflito com o futuro Apocalipse e seu eventual confronto com o Quarteto fez com que ele optasse por fugir do Egito, ato que o levou a se tornar Kang.

Entre seus feitos, ele entrou em disputa contra Kang pela vida da Mantis quando ela foi revelada com a Madona celestial. Uma versão de Kang eventualmente voltaria a persona de Rama Tut, enquanto o paradoxo do tempo gerou uma nova versão entre ele e Kang…

Centurião Escarlate

Quando Rama Tut conheceu o Doutor Destino, um de seus possíveis ancestrais, ele resolveu criar uma nova persona, mais próxima a do vilão. Para tentar conquistar a era moderna, ele retornou ao passado dos Vingadores e impediu a saída do Hulk, criando a terra divergente 689 que ele usou para enfrentar os heróis em Vingadores Anual #2.

Depois da derrota, Nathaniel abandonou completamente a persona de Centurião Escarlate como sendo uma falha. Uma versão divergente acabou indo parar no futuro da terra 712, onde ele manteve a persona, porem assumiu um papel similar ao de Kang, porem para o Esquadrão Supremo. Um segundo Centurião Escarlate surgiu na forma de Marcus Kang, filho do Conquistador.

Imortus

Imortus surge apenas duas edições depois de Kang em Vingadores vol 1 #10, porém foi apenas 10 anos depois em Giant Size Avengers #2 que foi revelado que eles eram a mesma pessoa. Em sua primeira aparição, ele se uniu aos Mestres do Terror para enfrentar os Vingadores, trazendo para a batalha versões de personagens históricos como Merlin, Golias e Atila o Huno.

A origem de Imortus está diretamente relacionada a Autoridade Temporal. Atuando como seu agente, ele manipulou diversos pontos da história dos Vingadores, como o romance entre a Feiticeira Escarlate e o Visão, uma vez que ele acreditava que essa união não geraria o filho que os guardiões do tempo viam como uma ameaça. Durante a batalha do destino, Rama Tut buscando a imortalidade rompeu a barreira do tempo, se tornando Imortus, porém, uma divergência fez com que uma outra versão do vilão de enojasse com a “servidão” que ele viu em seu futuro e retomasse a persona de Kang, fazendo com que ambos se tornassem independentes um do outro e rivais.

Rapaz de Ferro

Imagine que um dia você é visitado por seu eu do futuro e descobre que está destinado a se tornar um terrível vilão. É exatamente isso que acontece quando um Nathaniel Richards encontra Kang, muito antes de montar sua própria máquina do tempo e se tornar Rama Tut. Kang esperava que o rapaz iniciasse a jornada que culminaria com o próprio Conquistador antes, presenteando-o com uma armadura capaz de viajar no tempo, porém o rapaz fugiu, chegando a terra 616 após a queda dos Vingadores. Disposto a impedir seu futuro sombrio, o rapaz então reuniu o grupo que seria conhecido como Jovens Vingadores.

Durante seu tempo com os jovens heróis, sua presença começou a afetar o fluxo do tempo. Aceitando que ele precisaria retornar ao seu tempo, ele transformou sua armadura no segundo Visão. O rapaz retornaria durante a Cruzada das Crianças, onde ao presenciar a morte de sua amada Cassie Lang, ele acabaria demonstrando os primeiros sinais de que jamais poderia escapar seu destino como Kang, porém decidido a se tornar melhor que seus sucessores…

Kid Imortus

Desiludido com a morte de Cassie e decidido a superar Kang, Nathaniel assumiu o manto de Kid Imortus, e se uniu a uma jovem Ravonna, o futuro interesse amoroso de Kang, para conseguir derrotar o Quarteto Fantástico muito antes que suas versões futuras. Para isso, ele se aliou ao Doutor Destino e uma versão de Anihilus.

Ele veio a terra 616 durante o tempo em que o Quarteto estava fora do tempo e espaço, e foi confrontado pela Fundação Futuro (FF vol 2 #8). Traído pelo Destino, ele foi derrotado e Ravonna o levou de volta ao tempo correto para que ele retornasse ao caminho que levaria a Rama Tut, Centurião Escarlate, Kang e eventualmente Imortus.

Senhor Gryphon

A adição mais recente dessa lista, Gryphon surgiu em Novos e Diferentes Vingadores vol 1. Surgido devido a uma anomalia no tempo que fragmentou Kang em diversas versões. Preso no século 21 e impedido de retornar ao seu império, ele decidiu criar uma nova persona e criar uma nova dinastia no “presente”. Como CEO das Industrias Qeng, ele utilizou diversos vilões para expandir seu império, incluindo adquirir a torre Stark.

Sua interferência finalmente foi descoberta, levando ao surgimento de uma nova encarnação dos Vingadores que eventualmente oram capazes de impedi-lo e arremessa-lo de volta ao fluxo do tempo.


Créditos:
Texto: João Pedro Maia – JP
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!

Ultimato do Bacon YouTube

 


 

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Prophecy de Tetsuya Tsutsui

Prophecy de Tetsuya Tsutsui (2014) – O Ultimato

4 de Nov de 2020

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade