Em 1999 o aclamado roteirista Alan Moore e o desenhista Kevin O´Neil davam vida a Liga Extraordinária. O volume brasileiro chamado de A Liga Extraordinária 1898 reúne as duas primeiras aventuras da equipe lançadas originalmente em “The League of Extraordinary Gentlemen” (1999) e “The League of Extraordinary Gentlemen – Volume Two” (2002).

A Liga Extraordinária teve uma vida confusa com suas publicações no Brasil, por isso se quiser saber exatamente o que comprar, confira nosso guia de leitura

.

Liga Extraordinária 1898 O Ultimato

Mr Hyde é um dos integrantes da equipe em  A Liga Extraordinária 1898 de Alan Moore

 

Vale a Pena Ler A Liga Extraordinária 1898?

.
A Liga Extraordinária 1898 é uma daquelas tramas onde a bagagem cultural do leitor vai fazer toda a diferença na percepção da obra. Moore e O’Neill reúnem grandes personagens da literatura para formar a Liga Extraordinária – e já ter tido contato com eles é o que torna a obra realmente inovadora e interessante.

Se você nunca tiver lido nada do Sherlock Holmes de Conan Doyle ou do Capitão Nemo de Jules Verne e do Drácula de Bram Stoker você pode se sentir um pouco perdido ou achar que a história é “só ok”. Ela continua funcionando mas sem as referências certas ela deixa de ser realmente impressionante. Não precisa ter lido todos os livros de onde Alan Moore tira seus personagens mas saber quem eles são e conhecer a base de suas histórias ajuda demais. A grande sacada é justamente vermos personagens tão famosos e distintos reunidos em  A Liga Extraordinária 1898.

.

Liga Extraordinária 1898 O Ultimato

Dr. Alphonse Moreau de “A Ilha do Dr. Moreau” dá as caras em A Liga Extraordinária 1898

.
Alan Moore faz um trabalho realmente marcante em A Liga Extraordinária 1898 ao criar tramas e perigos que funcionam para todos os personagens que ele resolve abraçar em sua obra e ainda dando espaço para que cada um deles se desenvolva e mostre sua personalidade. A maioria dos personagens passam longe de serem heróis e mais parecem personagens quebrados e definidos por suas traumáticas experiências passadas. É o caso, por exemplo, de Mina Murray – a personagem que sofre nas mãos do Conde Drácula no livro de Bram Stoker. A frágil garota dos livros evolui para uma personagem forte e decidida que consegue colocar ordem em uma equipe que conta com Allan Quatermain e o Capitão Nemo – essas evoluções que Moore faz respeitam o material original e acrescentam muito.

As duas tramas de A Liga Extraordinária 1898 são bem diferentes e a única constante são os mistérios ao redor da disfuncional equipe. Moore não tem medo de colocar os personagens em perigo e a sensação de que qualquer um pode morrer a qualquer momento é palpável – o que torna a história ainda mais envolvente. 

.

Liga Extraordinária 1898 O Ultimato

Dr. Jekyll tenta conter sua transformação em A Liga Extraordinária 1898 de Alan Moore

.
Em termos de personagens fascinantes – e que roubam a cena – temos o Mr. Hyde como protagonista – apesar de todos terem bons momentos. O monstruoso integrante da Liga Extraordinária é mais do que aparenta e sua fúria destrutiva e seu apego a violência é um dos pontos mais marcantes da HQ que não tem medo de retratar sexo, violência em medo de forma bem literal.

Se você conhece os personagens que citamos e é fã de literatura, tenho certeza de que A Liga Extraordinária 1898 vai ser uma leitura incrível! Alan Moore e Kevin O´Neill criam uma trama interessante e simples que funciona bem e é impulsionada pelos grandes personagens que ele decide trabalhar!


Quer conhecer outros trabalhos marcantes de Alan Moore? Confira nossas matérias sobre Promethea e Cinema Purgatório

.

A Liga Extraordinária 1898 - O Ultimato 1

Avaliação: Excelente!

.

A Liga Extraordinária 1898 - O Ultimato 2

 

Confira também o comparativo de A Liga Extraordinária 1898 no Sobrecapa!


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse

Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


 

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: