Ultimato do Bacon

A Liga dos Pampas: O Entrevero Sinistro – O Ultimato

Em 24 de Jan de 2022 4 minutos de leitura
A Liga dos Pampas O Entrevero Sinistro (1)

Angelo Agostini, um dos maiores desenhistas brasileiros a deixar importante legado para as histórias em quadrinhos, autor de As Aventuras de Nhô Quim em 1869, trouxe novos contornos para a cultura brasileira. De lá para cá, vários autores e desenhistas brasileiros inovaram o cenário das narrativas sequenciais com histórias divertidas, com críticas socioculturais e históricas contundentes.

Assim é A Liga dos Pampas: O Entrevero Sinistro, com roteiro e arte de Guilherme Smee e Jader Corrêa, respectivamente. Uma história em quadrinhos que mistura folclore brasileiro, aventura, mistério e uma pegada de terror lovecraftiana. Aprochegue-se com o Ultimato do Bacon nessa aventura e desvende o sobrenatural nesta Semana do Quadrinho Brasileiro numa história que promete arrepios.

Índice

Enredo Permeado Por Lendas do Folclore Gaúcho

A trama de A Liga dos Pampas transporta o leitor para o ano de 1893, em meio a Revolução Federalista – um conflito ocorrido na Região Sul do Brasil e que trouxe divisões para o país. De um lado, os republicanos que defendiam maiores poderes para o presidente da República e, do outro lado, aqueles que apoiavam uma descentralização do poder, com maior participação dos Estados.

A narrativa percorre tal evento histórico brasileiro para contar um causo profano que “por pouco não causou um grande malogro no mundo.” A partir daí, somos apresentados aos personagens centrais da Liga que são, na verdade, personagens do folclore gaúcho e de um enredo que trata de mundos fantásticos e criaturas sobrenaturais ao estilo lovecraftiano.

A Liga dos Pampas O Entrevero Sinistro (3)

A Liga dos Pampas (da esquerda para direita): Martín Fierro, Blau Nunes, Teiniaguá, Anguera e Negrinho do Pastoreio (abaixo)

Fãs de quadrinhos, literatura e cinema ficarão felizes em ver que a obra pega carona na onda de heróis e equipes como, por exemplo, os Vingadores. Mas, ao ler, fica nítida a semelhança com outra equipe formada por personagens da literatura que são transportados para os quadrinhos, a Liga Extraordinária de Alan Moore. Porém, a Liga dos Pampas é reunida e forma uma equipe inusitada composta por:

  • Anguera: índio nativo que, em linguagem guarani, significa Fantasma. Sendo batizado pelos padres jesuítas, recebeu também o nome de Generoso.
  • Negrinho do Pastoreio: criança negra, escrava e submetida a maus tratos. Segundo a lenda, foi colocada sobre um formigueiro para ser devorada até a morte mas que, no entanto, foi salva por Nossa Senhora;
  • Salamanca do Jarau, também conhecida como Teiniaguá: princesa moura (mulçumanos) que se transforma em uma bruxa e que vem em uma urna de Salamanca, na Espanha, para uma caverna no Cerro do Jarau, em Quaraí, Rio Grande do Sul.
  • Martín Fierro e Blau Nunes: ambos gaúchos que representam a combatividade sulista presente na literatura de José Hernandez e Simões Lopes Neto, respectivamente.
  • Boi das Aspas de Ouro: também conhecido como Boi Barroso, um ser mágico que atrai a felicidade para quem o encontra.

O grupo atravessa uma jornada intrincada de perigos no meio do pampa gaúcho para lutar contra um mal sobrenatural com ares mitológicos lovecraftianos que deseja exterminar a humanidade.

Imaginário Popular

O imaginário popular se desenvolve em torno de temas que constituem o núcleo dos quais se organizam a vida humana. E o que A Liga dos Pampas aborda (política, religiosidade, misticismo e literatura) possui grande peso, pois é uma forma divertida e lúdica de apresentar a história de um povo ou nação – como é o caso da colonização do Estado do Rio Grande do Sul e suas lendas locais.

A Liga dos Pampas O Entrevero Sinistro (5)

Os contos eram narrados, em grande parte, por narradores que confabulavam histórias que mantinham acesa a chama do imaginário popular.

A Liga dos Pampas, portanto, cativa o leitor justamente por fazer bom uso do folclore, contos e causos narrados pelos mais velhos que, em volta de fogueiras, contavam histórias sobre guerreiros em meio a paisagens hostis. Através deste imaginário popular, é possível falar sobre a história de culturas diferentes, crenças e ideologias. O imaginário, portanto, é o espírito de um povo e a raíz de tudo aquilo que existe na humanidade.

Referências Lovecraftianas

Reverenciado mundialmente como mestre da literatura de terror, Howard Philips Lovecraft é reconhecido pela criação de um vasto universo ficcional que tem no horror cósmico o elemento primordial de suas obras.

Em sua narrativa literária, Lovecraft trata de histórias repletas de seres míticos e ancestrais – os Grandes Antigos – que habitaram a Terra antes da humanidade e causam horrores indescritíveis naqueles que ousam conhecê-los profundamente.

A Liga dos Pampas O Entrevero Sinistro (4)

Releitura de Boitatá, seguindo uma linha semelhante aos monstros lovecraftianos: criatura sobrenatural de pura maldade que vive nos rincões Riograndenses

Em Liga dos Pampas: O Entrevero Sinistro, o grande mal ancestral possui relações estreitas com a mitologia lovecraftiana e, ao mesmo tempo, honra as lendas folclóricas riograndenses. Como diz o texto, “havia uma catinga que emanava a pura ruindade! A criatura maligna […] o Boitatá havia pisado neste rincão em eras passadas. E eles tinham certeza que, desta vez, ele nunca sossegaria enquanto não tivesse engolido a luz da alma de todo o vivente neste planeta.”

Conclusão

A Liga dos Pampas leva o leitor a se aventurar numa narrativa mística e cheia de mistérios a partir do imaginário da cultura gaúcha, sempre respeitando as tradições, costumes e beleza dos contos que permeiam a história desse cantinho do Brasil. Tem-se em mãos uma HQ com ares de mistério, suspense, um leve toque de horror e, claro, ação.

O folclore gaúcho é apresentado por meio de personagens cativantes e um cenário fantástico (diga-se, fantasia) utilizando elementos sobrenaturais como recurso para criação de uma narrativa coesa, com parâmetros para ser indicada até mesmo em escolas. Afinal, a cultura de um povo é referenciada nesta história em quadrinhos de maneira divertida e lúdica.

A Liga dos Pampas O Entrevero Sinistro (1)

Talvez, poucos conheçam as histórias do Negrinho do Pastoreio ou da Salamanca do Jarau, dois personagens da tradição gauchesca e eis, portanto, um dos grandes méritos de Liga dos Pampas, quer seja potencializar uma porta de entrada para novos leitores e apresentar de forma bacana uma aventura que homenageia uma parte do folclore do nosso país.

Algo que deveria ser explorado por escolas e bibliotecas a fim de que crianças e adolescentes tivessem maior contato com novas culturas e conhecimentos.

Não deixo de conferir nossa matéria especial com As Melhores HQs Brasileiras clicando aqui! Conheça também a Editora Ultimato do Bacon clicando aqui!

Avaliação: Bom!

Compre A Liga dos Pampas: O Entrevero Sinistro clicando na capa abaixo! .

A Liga dos Pampas O Entrevero Sinistro – O Ultimato Comprar


Créditos:
Texto: André ‘Brasuka” Roberto – @Comunicafic
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Ultimato do Bacon Editora

Ultimato do Bacon Editora

18 de Jan de 2021

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade