Ultimato do Bacon

Virgem Depois dos 30 de Atsuhiko Nakamura e Bargain Sakuraichi – O Ultimato

Em 15 de Nov de 2022 4 minutos de leitura
Virgem Depois dos 30 de Atsuhiko Nakamura e Bargain Sakuraichi - O Ultimato (2)

Prepare-se para a leitura mais bizarra da sua vida, caro leitor. A jornada proposta em Virgem Depois dos 30 de Atsuhiko Nakamura e Bargain Sakuraichi assusta por estar pautada na realidade de homens excluídos da sociedade que acabam vivendo vidas tristes e sem sentido e – em muitos casos – se tornando verdadeiros problemas para o coletivo.

A obra é um mangá-documentário que traz 8 histórias reais de homens japoneses que vivem – de uma maneira geral – excluídos e solitários. Cada relato traz problemas e questões diferentes que se conectam pelo fato desses protagonistas serem inaptos do ponto de vista social (ao menos no âmbito pessoal).

O mangá Virgem Depois dos 30 adapta o documentário do autor best-seller Atsuhiko Nakamura com a bela arte de Bargain Sakuraichi – que traz um traço realista capaz de impressionar o leitor.

O próprio autor elogia bastante a arte dizendo que o mangaká foi capaz de traduzir muito bem o documentário para a mídia! Lançado originalmente em 2016, o mangá foi lançado no Brasil em 2019 pela editora Pipoca e Nanquim.

Dica para o leitor: Gosta de obras mais viscerais e complexas? Confira nossa lista de Mangás Seinen Essenciais para leitores brasileiros

Virgem Depois dos 30 de Atsuhiko Nakamura e Bargain Sakuraichi - O Ultimato (3)

O fenômeno das Idols é abordado em uma das narrativas do mangá Virgem Depois dos 30 de Atsuhiko Nakamura e Bargain Sakuraichi

A trama do mangá-documentário Virgem Depois dos 30 de Atsuhiko Nakamura e Bargain Sakuraichi

Devo começar esse texto dizendo que não fazia ideia de que o número de homens virgens era um problema no Japão. O mangá, que sempre apresenta excelentes textos de contextualização entre suas histórias, nos traz um dado assustador: 1 em cada 4 homens solteiros acima dos 30 anos nunca teve relações sexuais – mais de 2 milhões de virgens!

Confesso que mesmo depois de me assustar com esse dado não consegui entender o “problema” que a virgindade alheia poderia acarretar – seria uma questão de natalidade? O autor Atsuhiko Nakamura mostra para os leitores que o problema é muito mais profundo do que parece e afeta/molda a sociedade de diversas formas diferentes.

O mangá é um grande estudo do perfil desses virgens. A sensação é que cada uma das narrativas apresentadas traz um “tipo” de virgem e com ele as questões relevantes que se apresentam. A obra fala desde o tipo de consumo, passando pela moradia e abordando a parte social da existência desses homens.

A diferença entre eles – em muitos casos – é bem perceptível e temos alguns que conseguem ter uma vida profissional de sucesso e bem organizada enquanto outros se tornam grandes problemas no ambiente de trabalho (o autor conta no último episódio como seu interesse pelo tema surgiu – total relação com os problemas profissionais causados por um desses homens).

Virgem Depois dos 30 de Atsuhiko Nakamura e Bargain Sakuraichi - O Ultimato (1)

Devaneios são comuns no mangá Virgem Depois dos 30 de Atsuhiko Nakamura e Bargain Sakuraichi

Todos os capítulos são extremamente interessantes (e bizarros) mas devo dizer que tenho duas “histórias” que me impactaram bastante por motivos diferentes. A trágica história de Ichiro Suzuka impressiona por ter um desfecho muito triste e por apresentar a jornada de um ator porno virgem (isso mesmo, não foi erro de digitação).

A narrativa mostra que o jovem Suzuka, um desajustado e solitário jovem, busca a fama de qualquer forma – essa era sua chance de redenção e de mostrar para a sociedade o seu valor (segundo ele mesmo).

O amargurado personagem fez com que suas próprias expectativas sabotassem as suas chances de sucesso e felicidade e em dado ponto da história ele entende que ser ator porno é o que pode ajudá-lo a dar a volta por cima. A trama já seria incrível se fosse inventada, sendo real então ela beira o inacreditável… Na minha visão esse foi o caso mais extremo mostrado no mangá.

A história de abertura do mangá, do cuidador de idosos Sakaguchi, impressiona por apresentar um personagem com padrões de comportamento bizarros que não são tão incomuns assim – só são muito mais acentuados nele. Defino Sakaguchi como o famoso “preguiçoso invejoso sem noção” – o personagem tem por padrão abusar psicologicamente de todos que chegam perto dele e dão “alguma abertura”.

O jovem adulto, que habita com sua explorada mãe, entra para o mercado de cuidadores de idosos (Atsuhiko Nakamura contextualiza muito bem o funcionamento desse mercado no Japão e nos ajuda a entender a decisão do protagonista) em busca de uma forma fácil de ganhar a vida.

O personagem se mostra um completo incompetente que faz de tudo para atrapalhar a vida dos seus colegas de trabalho – tudo isso sempre colocando a culpa nos mesmos. A sensação é que se quisesse, Sakaguchi poderia sim ser um bom profissional mas isso parece não interessar a ele que se vê sempre como um injustiçado e perseguido.

A história chama a atenção por “tentar explicar” de onde vem esse padrão de comportamento destrutivo. A identificação que essa narrativa gera me pegou em cheio!

Virgem Depois dos 30 de Atsuhiko Nakamura e Bargain Sakuraichi - O Ultimato (1)

Sakaguchi se gaba de ter certificado nível 2 no mangá Virgem Depois dos 30 de Atsuhiko Nakamura e Bargain Sakuraichi

Virgem Depois dos 30 de Atsuhiko Nakamura e Bargain Sakuraichi é uma leitura extremamente interessante por trazer um problema social que eu sequer sabia que existia. O fato de as histórias serem reais é bem interessante e faz com que a leitura ganhe ares tragicômicos (mais trágicos do que cômicos para ser honesto) com frequência.

Os distúrbios enfrentados/causados por esses homens diferem em tipo e gravidade mas vemos de tudo: desespero, solidão, fantasias surreais com mulheres jovens e virgens que surgirão para aceitá-los como eles são, repulsas a mulheres reais e por aí vai. O autor não “passa a mão na cabeça” desses homens mas tenta mostrar como o padrão da sociedade os “empurra e força” para essas realidades.

O autor também merece todo reconhecimento por tratar o tema com respeito e seriedade (e sabemos que seria muito fácil tornar o mangá algo jocoso por conta do tema). Vale ressaltar que, obviamente, o mangá apresentar cenas e relatos perturbadores que são relacionados a sexo, fantasias sexuais e auto aceitação.

Não é o tipo de leitura que eu indicaria para adolescentes e crianças – não tanto pelas cenas de sexo, que passam longe de serem absurdas e muito explicitas, mas mais pelas mazelas psicológicas que são expostas aqui. O tema fica na nossa cabeça e nos faz refletir bastante após a leitura.

Virgem Depois dos 30 é uma leitura fascinante que vai agradar os leitores que gostam de obras que expõem diferenças culturais ao mesmo tempo que trazem narrativas complexas e magnéticas.

Quer conhecer obras incríveis? Confira nossa lista de Melhores Mangás já publicados no Brasil!

Avaliação: Excelente!

Compre Virgem Depois dos 30 clicando na capa abaixo! .

Virgem Depois dos 30 de Atsuhiko Nakamura e Bargain Sakuraichi Comprar


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Shazam de Tim Sheridan e Clayton Henry (1)

Shazam de Tim Sheridan e Clayton Henry – O Ultimato

2 de Dez de 2022

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade