A banda desenhada* Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia é uma tremenda HQ de horror que se passa em um cenário totalmente inusitado: na guerra colonial entre Portugal e Angola.

As novidades trazidas no roteiro e a profunda construção dos personagens é um dos pontos altos da trama que é indispensável para os fãs de um bom terror.

A sensacional BD portuguesa Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia foi publicada no Brasil em 2018 pela editora Sesi-SP. Vale ressaltar que a obra possui mais de 225 páginas coloridas de história.

Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia (2016) - O Ultimato 1

A crueldade do homem tem destaque na banda desenhada Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia

.

A trama de Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia

A genialidade da HQ de Melo e Cavia se encontra em duas escolhas: a primeira é o cenário, Angola durante a guerra colonial (1960-1970), e a segunda é a quantidade de páginas da trama, que permite um desenvolvimento profundo dos personagens – o terror funciona bem quando conhecemos e nos importamos com os protagonistas. 

Logo no início somos apresentados à unidade do Sargento Santos. A unidade tem uma missão muito clara e, na teoria, simples: eles precisam atravessar Angola e chegar ao Senegal onde precisam identificar uma base do partido que luta pela libertação do país.

A missão simples logo começa a ficar complexa por conta de acontecimentos estranhos e por conta da personalidade, nem sempre equilibrada, dos soldados.

Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia (2016) - O Ultimato 2

A banda desenhada Os Vampiros possui muita ação em suas mais de 225 páginas

.

Dentre os personagens, que são muito bem construídos, temos alguns destaques: o apelidado de totobola (por conta da sorte), o apelidado de fátima (apelido dado por conta da cidade natal mas que o personagem não gosta), o misterioso Machado, o doutor avesso a guerra e o próprio Sargento Santos (seguramente o personagem mais cheio de nuances). 

O caminho até o cumprimento da missão já não é um caminho simples: confrontos armados e discussões são corriqueiros. Mas os soldados começam a entender a dimensão real do problema quando soldados começam a desaparecer sem explicação aparente. Os ânimos vão se animando e o grupo vira um verdadeiro barril de pólvora!

Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia (2016) - O Ultimato 3

Acontecimentos estranhos levam os soldados portugueses ao limite na HQ Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia

.

Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia é um trabalho diferente que coloca pessoas em ponto de ruptura no caminho de seres sobrenaturais que parecem totalmente desprovidos de humanidade. O desenvolvimento da trama e o aprofundamento na psique dos personagens é um dos pontos altos – todos tem uma boa história para contar.

Vale destacar também que a arte de Juan Cavia, um traço menos realista, ajuda a HQ a dar uma sensação de ser única – e não se iluda: a arte é perfeita para a temática mais pesada.

Uma obra única que merece a atenção dos leitores!

 

Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia (2016) - O Ultimato 4

Avaliação: Excelente!

.

Quer conhecer mais obras de terror?

Confira nossa sessão sobre o tema e não deixe de conferir nossa lista de melhores HQs de vampiros.

Comente nas nossas redes sociais o que achou da review ou então participando do nosso grupo no whatsapp.

.


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Alexandre Baptista

*nome dado aos quadrinhos portugueses, assim como bande desinée designa os quadrinhos franco-belgas, os mangás para os japoneses, comics para os americanos e ingleses etc.

Texto publicado originalmente em 06 de dezembro de 2020.
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


.

Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia Os Vampiros de Filipe Melo e Juan Cavia

 

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: