O Rei do Show
Ano: 2017 Estúdio: Fox
Estreia: 21 de Dezembro Diretor: Michael Gracey
Duração: 100 min Elenco: Hugh Jackman, Michelle Willians, Zac Efron, Zendaya

Sinopse: “De origem humilde e desde a infância sonhando com um mundo mágico, P.T. Barnum (Hugh Jackman) desafia as barreiras sociais se casando com a filha do patrão do pai e dá o pontapé inicial na realização de seu maior desejo abrindo uma espécie de museu de curiosidades. O empreendimento fracassa, mas ele logo vislumbra uma ousada saída: produzir um grande show estrelado por freaks, fraudes, bizarrices e rejeitados de todos os tipos.​

Breno Raphael

O rei do show traz de volta Hugh Jackman em um musical, coisa que ele faz muito bem (a indicação ao Oscar em Os miseráveis comprova), contando a vida de P.T. Barnum, um showman e empresário do ramo do entretenimento norte-americano. Com uma história se passando no século XIX, porém tratando de temas bem modernos e números musicais incríveis, O Rei do Show se tornou uma das melhores pedidas desse fim de ano.

Além de Hugh Jackman, o elenco de peso ajuda a alavancar o filme. Zack Efron e Zendaya fazem um casal de coadjuvantes que, em certa parte do filme, queremos mais saber da conclusão de sua história, do que a do próprio protagonista. Michelle Williams, que faz a companheira de P.T. Barnum, Clariry, tem lindos diálogos com o protagonista, e lindas cenas de dança. Rebecca Ferguson, a cantora Jenny Lind, dá um fôlego a mais no filme, tirando o protagonista da zona de conforto (além de ter um solo de arrepiar), e  Keala Settle é o maior destaque dos coadjuvantes. Além de sua personagem tratar de temas como aceitação e toda a dificuldade de “ser diferente”, a atriz entrega tudo em seu número musical, forte concorrente em todas as premiações. É impossível sair do cinema sem estar cantarolando “This is me”.

A trilha sonora é espetacular. Grande parte do sucesso desse filme está em Benj Pasek e Justin Paul. Os dois foram responsáveis por La La Land e também assinam a composição desse filme. Não existe uma música chata, brega , todas são excepcionais.

O filme em si conta a vida de P.T. Barmum de forma lúdica, com algumas montagens confusas. Nunca o espectador pensa que algo realmente vai acabar errado pro protagonista, nem mesmo nas mais difíceis situações ; Não existe o clima de urgência no filme. Porém, mesmo com um roteiro bem previsível , o filme cresce pelo talento dos atores e das musicas.

O Rei do Show tem um roteiro raso, que transforma a vida real em um conto perfeito,e montagens bem mais ou menos,  porém, ainda assim,  trata de temas contemporâneos, e tem números musicais memoráveis. É  bom ver Hugh Jackman tão bem e se entregando em papéis de corpo e alma. E eu pensava que ele não iria mais me surpreender depois de Logan…  estava enganado, felizmente.

 

O Rei do Show - O Ultimato 1

Avaliação: Ótimo

 

 

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: