O Passageiro
Ano: 2018 Distribuidor: Imagem Filmes
Estreia: 8 de Março Direção: Jaume Collet-Serra
Duração: 135 min Elenco: Liam Neeson, Vera Farmiga, Sam Neill, Patrick Wilson, Jonathan Banks

Sinopse:Neste intenso suspense de ação, Liam Neeson é Michael, um vendedor de seguros que vê a sua viagem diária de trem para o emprego transformar-se numa série de reviravoltas. Depois de ser abordado por uma misteriosa mulher, Michael é forçado a desvendar a identidade de um passageiro escondido no trem antes que este chegue à última parada. À medida que luta contra o tempo para resolver este quebra cabeça, Michael percebe que está preso no centro de uma conspiração criminosa, que coloca em perigo a sua vida e dos demais passageiros."

 

 

Diego Brisse

Desde Busca Implacável Liam Neeson se tornou uma referência como protagonista de “meia idade” em filmes de ação. Não à toa, em O Passageiro em diversos momentos a idade de 60 anos do personagem é citada. Aqui temos sua quarta parceria com o diretor Jaume Collet-Serra, seguindo um ritmo e roteiro muito semelhantes ao filme Sem Escalas de 2014. Mas as comparações com Passageiro 57 são bem vindas…

A cena de abertura do filme foi o que mais me chamou atenção por ter cuidado aos detalhes, mostrando a rotina do personagem principal de forma interessante, com uma montagem de cenas que representam o dia a dia, estabelecendo o ritmo pacato da vida do mesmo.

Liam Neeson é um ator no mínimo excelente, mesmo tendo suas assinaturas e trejeitos, ele traz peso para o papel. Infelizmente aqui ele não tem “um conjunto particular de habilidades”, sendo apenas um vendedor de seguros com experiência como policial, mas mesmo assim consegue se virar e acaba entregando cenas de ação bacanas, apesar de abaixo do esperado para o ator.

O filme sofre com uma trama que tenta ser muito elaborada, cria reviravoltas e tenta surpreender diversas vezes, ao final fica tudo meio vago e diversas pontas ficam soltas, deixando incoerências desagradáveis. Apesar de se passar 90% no trem, isso não deixa o filme arrastado ou repetitivo, a dinâmica é bem legal e casa com a tensão do filme. O filme usa e abusa de clichês sem ter vergonha disso, tornando algumas reviravoltas meio óbvias. O final é tão bobo e exagerado que chega a dar vergonha alheia.

Apesar de ser mais um filme do gênero Liam Neeson, O Passageiro consegue entregar um bom entretenimento, diverte e agrada aqueles que curtem os filmes do ator. Ignore os clichês e desfechos bregas e seja feliz! E reparem em como Liam Neeson surpreende a todos tocando guitarra…

 

O Passageiro - O Ultimato 1

Avaliação: Bom