O Incrível Hulk (The Incredible Hulk)
Ano: 2008 Distribuição: Universal Pictures
Estreia: 13 de Junho

Direção: Louis Leterrier 

Roteiro: Zak Penn

Duração: 112 Minutos  

Elenco: Edward Norton; Liv Tyler; Tim Roth

Sinopse: “O cientista Bruce Banner se esconde no Brasil enquanto busca desesperadamente a cura da mutação que o transforma em um monstro incontrolável. Só assim ele poderá novamente levar uma vida normal e ficar ao lado da mulher que ama. Porém, durante este processo, ele tem que lutar contra um novo inimigo que quer capturá-lo, conhecido como "O Abominável

 

 

Bruno Sena

 

 

 

Se Homem de Ferro era uma excelente introdução ao universo que a Marvel tentava criar, O Incrível Hulk era uma tentativa clara de expansão desse universo cinematográfico. Produzido em conjunto com a Universal Pictures que é a detentora dos direitos do personagem, O Incrível Hulk era um reboot do filme de 2003 de Ang Lee, com uma proposta de ser mais parecido com os quadrinhos da linha Ultimate, incluindo a origem do Hulk, que é contada por meio de Flashbacks e diálogos dos personagens.

Edward Norton era o nosso Bruce Banner dessa vez, e trazia um ar solitário e sombrio, semelhante ao seu papel em Clube da Luta, que inclusive serviu como base para a escolha do ator. Liv Tyler traz um frescor em tela no seu papel como Betty Ross, e sempre que está em tela traz um tom de romance teatral. William Hurt faz o implacável General Ross, que dessa vez mostra que está dispostos a usar todas as armas para capturar o Hulk, incluindo a vida da própria filha.

A direção de Louis Leterrier é consistente, e entrega bons momentos de ação, principalmente pela escolha por utilizar efeitos práticos na maior parte do filme. Os efeitos especiais são bons pra a época, coisa que também é mérito dos efeitos práticos e mecatrônicos escolhidos. A trilha sonora aparece bem em momentos de ação, mas parece omissa em pontos dramáticos do filme. É curioso ver como um filme do MCU consegue ser tão cinza, depois de O Incrível Hulk só fomos ver isso em Capitão América 2 – O Soldado Invernal. Acho Mark Ruffalo um excelente ator, e vejo que ele tenta se entregar o máximo ao personagem, mas o gigante esmeralda nasceu para Edward Norton, e é uma pena que problemas de produção e bastidores afastaram Norton do personagem.

O Incrível Hulk é uma linguagem clara de que o Hulk é um personagem trágico e sua dualidade com Bruce Banner precisa de uma carga dramática à altura. Com boas cenas de ação e atenção aos detalhes, O Incrível Hulk é uma excelente carta no baralho do MCU, mas que por vezes acaba sendo esquecido pelo público e até pelos produtores.

 

Esse review foi feito por Bruno Sena do site Dinastia Geek, que você pode (e deve!) conferir clicando aqui!

 

Avaliação: Ótimo!

 

 

 

Trailer

 

Vingadores: Ultimato (Avengers: Endgame) estreia em 26 de abril. Para conferir os outros 21 filmes do MCU antes disso, basta assistir um por dia! A ordem cronológica, sugerida pelos irmãos Russo (diretores do longa) já está aqui, no nosso GUIA DEFINITIVO MCU – SAGA DO INFINITO!

 


Acessem nossas redes sociais e nosso link de compras da amazon

Instagram

Facebook

Amazon