Ultimato do Bacon

O Homem Que Matou Lucky Luke de Matthieu Bonhomme – O Ultimato

Em 1 de Nov de 2022 3 minutos de leitura
O Homem Que Matou Lucky Luke de Matthieu Bonhomme - O Ultimato (2)

Criado em 1946 por Maurice de Bévère, o Morris, Lucky Luke é o cowboy mais engraçado e divertido dos quadrinhos! O personagem, que é mais rápido que sua própria sombra, normalmente protagoniza HQs que satirizam as situações do velho oeste. Em 2016 o personagem ganhou um novo álbum chamado O Homem Que Matou Lucky Luke de Matthieu Bonhomme.

A história possui muitas diferenças em relação ao material clássico do personagem, com destaque para a mudança no tom (que ainda tem humor mas de forma menos escancarada) e para a profundidade da narrativa (que ganha contornos menos simplistas).

O Homem Que Matou Lucky Luke de Matthieu Bonhomme foi lançado no Brasil em 2022 pela Editora Trem Fantasma em um formato de luxo em capa dura. A edição nacional possui pouco mais de 70 páginas coloridas e traz extras bem interessantes sobre a produção do material. A trama é completa e não pressupõe nenhum tipo de “conhecimento prévio” do personagem.

Dica para o leitor: Se você quer conhecer uma das grandes aventuras clássicas do herói criado por Morris, confira nosso review de Lucky Luke Caçador de Prêmios (uma de nossas histórias favoritas do personagem!)

O Homem Que Matou Lucky Luke de Matthieu Bonhomme - O Ultimato (3)

Matthieu Bonhomme cria uma ambientação lindíssima na HQ O Homem Que Matou Lucky Luke

A trama da HQ O Homem Que Matou Lucky Luke de Matthieu Bonhomme

A história de Matthieu Bonhomme começa atiçando a curiosidade do leitor ao mostrar o corpo de Lucky Luke caído com um um tiro nas costas enquanto uma pessoa celebra ter destruído a lenda. Essa primeira página logo dá espaço a trama que – inevitavelmente – nos levará àquele desfecho.

Vemos nosso herói chegar em uma cidade e logo ser recebido de maneira pouco cortez pelos irmãos Anton e James. James, um jovem com raciocínio mais lento, é o xerife e Anton parece ser seu protetor e braço direito. Os dois pedem que o protagonista entregue sua arma, que será devolvida apenas quando ele deixar a cidade.

No meio de toda essa bagunça, conhecemos ainda o personagem Doc Wednesday, uma espécie de herói do oeste que já não possui a mesma jovialidade e saúde do protagonista.

O que seria apenas uma recepção ruim em uma pequena cidade, escalona quando os moradores pedem para Lucky Luke investigar um assalto que ocorreu a uma diligência que levava o ouro dos mineiros da cidade. O suspeito é um índio cujo rosto ninguém viu mas os acontecimentos nos mostram que talvez a história do roubo não seja tão simples assim.

O Homem Que Matou Lucky Luke de Matthieu Bonhomme - O Ultimato (4)

A morte de Lucky Luke é celebrada pelo seu assassino na HQ de Matthieu Bonhomme

Essa história típica de faroeste esconde muitas nuances que fazem com que o trabalho de Matthieu Bonhomme se diferencie da série clássica. A resolução do caso, por exemplo, passa muito longe de ser simplista e suas explicações são tão contundentes e reais que poderiam facilmente estar em uma história de Ken Parker.

O velho Oeste do autor também parece mais ameaçador que a versão de Morris, o que faz com que nosso protagonista tenha mais seriedade e consciência do que está fazendo. A série clássica sempre me dá a divertida sensação de que o herói resolve seus casos mais na base da sorte do que da habilidade!

Essas diferenças ficam ainda mais evidentes quando percebemos que o humor escrachado e constante dá lugar a um humor de situações que fica mais restrito à busca do herói por tabaco (o que diverte demais o leitor!) e as ações de seu cavalo Jolly Jumper.

A sensação é que essas escolhas de Bonhomme tornaram a HQ mais atual e pronta para impactar uma geração mais jovem. Por um lado isso é ótimo mas por outro fica a sensação de que se substituíssemos Lucky Luke pelo jovem Tex Willer, por exemplo, a história não mudaria tanto.

O Homem Que Matou Lucky Luke de Matthieu Bonhomme - O Ultimato (1)

Lucky Luke não consegue fumar seu tabaco em paz na HQ O Homem Que Matou Lucky Luke

A HQ O Homem Que Matou Lucky Luke de Matthieu Bonhomme é uma história de faroeste fascinante que consegue divertir, entreter e fazer pensar (principalmente por conta do seu brilhante final).

Por mais que ela se afaste do humor mais aberto das obras originais, é inegável que seu estilo diferente traz um frescor e uma atualização muito bem vinda para o herói. A sensação que fiquei é a mesma que temos ao ler um dos títulos da MSP – o personagem é o mesmo mas suas histórias ganham uma camada de complexidade adicional.

Um álbum que vai agradar os fãs de faroeste de maneira geral!

Avaliação: Excelente!

Compre Homem Que Matou Lucky Luke clicando na capa abaixo! .

O Homem Que Matou Lucky Luke de Matthieu Bonhomme Comprar


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Shazam de Tim Sheridan e Clayton Henry (1)

Shazam de Tim Sheridan e Clayton Henry – O Ultimato

2 de Dez de 2022

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade