Por Júlio Ribeiro

Instagram | Facebook | Twitter

 

O texto abaixo contém spoilers sobre a série The Walking Dead

 

Logo após anunciarem que o ator Andrew Lincoln deixaria The Walking Dead após 9 anos interpretando o protagonista, Rick Grimes, o primeiro sentimento que veio até mim foi o de preocupação.

The Walking Dead é uma série de TV (transmitida no Brasil pela FOX) que durante os 9 anos que está no ar, foi do céu ao inferno. Suas primeiras temporadas batiam recordes e mais recordes de audiência, chegando inclusive a dividir os holofotes com Game of Thrones até que seus roteiristas e showrunners começaram a temporada por temporada sabotar cada vez mais a série e seus personagens, efetuando adaptações terríveis (Governador, Andrea, etc) e principalmente episódio monotemáticos focados em personagens terciários, por exemplo Morgan e Tara.

Todavia, não estou aqui para falar sobre os erros e acertos de The Walking Dead e sim sobre como se deu a saída de Rick Grimes (Andrew Lincoln) da série. Como um fã assíduo dos quadrinhos criados por Robert Kirkman, eu acreditava que Andrew Lincoln, assim como eu, ficou indignado com a morte de Carl Grimes (filho de Rick interpretado pelo ator Chandler Riggs) e com isso entendeu que Rick não tinha mais motivos para continuar sua batalha pela sobrevivência, visto que toda a história começa com Rick em busca de sua família.

Vários atores se manifestaram contra a morte de Carl, principalmente Jeffrey Dean Morgan (ator que interpreta Negan e nos quadrinhos possui uma excelente relação com Carl) principalmente pela importância que Carl ganha após a guerra com os Salvadores. Alguns anos após a batalha final contra Negan, Rick se encontra debilitado, não tendo a mesma energia e nem disposição para batalhas, Rick passa a ser uma espécie de conselheiro de todas as comunidades e Carl morando em Hiltop, é quem tem a primeira relação com os Sussurradores e quem protagoniza boa parte desse arco.

Com tudo isso esclarecido, eu não cogitei outra saída para Rick Grimes a não ser a morte. Seria impossível tirar ele de Alexandria de outra forma, ele jamais buscaria um novo lugar para viver, jamais abandonaria o que ele havia lutado tanto para construir com outras comunidades e ao final do ep04 da 9ª temporada, ficou tão óvio que ele iria morrer, que eu tive a certeza que não iria mais.

O ep 05 (chamado What Comes After) acompanhamos a última luta pela sobrevivência de Rick e o que era para ser um episódio emocionante e dramático com a despedida de Andrew Lincoln e retorno de velhos conhecidos, acabou sendo um episódio cheio de furos e conveniências amparadas por muletas de roteiro para levar o personagem ao seu destino.

Tudo começa quando Rick não quer destruir a ponte que as 4 comunidades construíram juntas após muitas confusões, é um símbolo do que as comunidades podem fazer juntas, por isso ele decide guiar a horda de mortos vivos para outro local, após um cruzamento com uma segunda horda, seu cavalo assusta, derruba Rick em cima de alguns materiais de construção e ele é empalado por um pedaço de ferro (referência a chegada de Rick em Atlantic City na primeira temporada, onde outro cavalo comete o mesmo erro, mas nesse primeiro momento Gleen salva Rick, dessa vez Gleen não estava ali e Rick não vingou sua morte, como a série brilhantemente fez questão de lembrar) após esse acidente o que se vê é Rick lutando contra as possibilidades para se manter vivo e no final voltar até a ponte e explodi-la. WTF?

Rick estava com o abdômen perfurado, correndo, pulando, perdendo sangue e mesmo assim conseguiu explodir a ponte e se livrar da horda, porém também foi atingido na explosão, o que resulta em todos ali presente acharem que esse seria o seu fim. Nesse momento Jadis (que morava em um lixão e tinha o quarto mais higiênico já mostrado em toda série) que precisava de alguém para entregar para o Helicóptero (este mesmo helicóptero que tomou nossa curiosidade sobre como? Onde? Quem? E porquê? Muito mais do que como começou a infecção) convenientemente encontra Rick caído nas margens de um rio e o salva, levando-o embora.

O Fim de Rick Grimes? 1

Após o clímax, temos um salto temporal mostrando Judith mais velha (aparentemente 10 anos, idade que Carl começou a série) usando a arma de seu pai (Rick) com o chapéu do seu irmão (Carl) e a katana de sua mãe (Michonne), ou seja, aparentemente a série vai seguir na linha de adaptar personagens das HQs usando outros nomes, ou até mesmo unindo personagens diferentes nas HQs em um só na TV.

The Walking Dead continua sendo uma sombra do que foi e do que poderia ter sido, Rick Grimes não morreu (inclusive foi anunciado Andrew Lincoln fará trilogia de filmes sobre Rick Grimes ) e seu caminho fica livre para uma volta futuramente (afinal alguma hora terão que explicar de onde é esse helicóptero, quem são essas pessoas e principalmente como conseguiram manter Rick escondido por ao menos 8 anos) Judith provavelmente herdara o arco de Carl nos quadrinhos e nós mais uma vez fomos sumariamente enganados.

O marketing para a saída de Andrew Lincoln será ainda mais forte em seu retorno, a série abandona de vez os quadrinhos e adaptação mesmo, passa a ser apenas o uso do mesmo nome.

 

Leitura Recomendada:

O Fim de Rick Grimes? 2

O Fim de Rick Grimes? 3

O Fim de Rick Grimes? 4

O Fim de Rick Grimes? 5

O Fim de Rick Grimes? 6

O Fim de Rick Grimes? 7

O Fim de Rick Grimes? 8

 

Acessem nossas redes sociais e nosso link de compras da amazon

Instagram 

Facebook

Amazon

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: