O Assassino: O Primeiro Alvo
Ano: 2017 Estúdio: Lionsgate
Estreia: 21 de Setembro   Diretor: Michael Cuesta
Duração: 111 min Elenco: Dylan O'Brien; Michael Keaton; Sanaa Lathan; Taylor Kitsch

Sinopse: “Baseado no livro de Vince Flynn, acompanha um atleta universitário que após uma tragédia familiar, é recrutado pelo governo dos Estados Unidos. Depois de completar um treinamento rigoroso projetado para ensinar habilidades letais para atingir os inimigos mais perigosos, ele é um homem renascido com uma missão de vingança.”

Diego Brisse

Sempre gostei de filmes no estilo Bourne, com teorias conspiratórias, espionagem e claro, muita ação! Atômica conseguiu trazer uma nova força para esse estilo, sendo um filme excelente, explorando muitos detalhes e conceitos ignorados em filmes do tipo. 

Infelizmente O Assassino não consegue chegar aos pés dos filmes citados. O filme é chato! Bobo, cheio de clichês, um festival absurdo de incoerências. As atuações são uma vergonha a parte. As cenas de ação são até bem feitas, mas tão genéricas que parecem uma novela. 

A trama se inicia de uma maneira satisfatória, desenvolvendo bem o protagonista e fazendo o expectador compartilhar dos sentimentos do mesmo, mas depois a qualidade cai de tal forma, que nem quando o personagem de Taylor Kitsch surge, o interesse no filme é renovado! Triste! 

Com uma tentativa de ser um filme mediano estilo Jack Ryan ou Jack Reacher, com pretensão até mesmo de ser um Bourne, O Assassino falha miseravelmente em sua proposta e consegue no máximo ser um filme razoável de sessão da tarde, ou um cosplay mal feito dos personagens citados. Fica o destaque para o plano rídiculo e homérico do vilão, com um problema final com solução bizarra. 

O Assassino: O Primeiro Alvo - O Ultimato 1

Avaliação: Ruim