Ator se aproveita do consagrado personagem e do subtexto para se pronunciar acerca das acusações de assédio sexual que enfrenta em tribunal no vídeo veiculado na véspera de Natal, 24 de dezembro

por Alexandre Baptista

Me deixe ser franco! Kevin Spacey apela ao público para retornar ao papel de Frank Underwood de House of Cards 1

 

Quando acusações de assédio sexual contra Harvey Weinstein começaram a pipocar por toda Hollywood e a hashtag #metoo ganhou notoriedade, não demorou muito para que atrizes, atores e funcionários envolvidos em produções cinematográficas e televisivas começassem a se sentir um pouco mais à vontade para expor suas próprias experiências indesejadas acerca do assunto.

Uma delas envolvia o renomado ator Kevin Spacey, então protagonista da série da Netflix, House of Cards. Acusado de conduta inapropriada e assédio sexual, o ator foi descartado pela plataforma e produtora, que agilizou novas versões de roteiro para a sexta temporada da série que iniciaria filmagens em breve. Reformulada, a temporada se tornou a derradeira da série e não contou o retorno de Frank Underwood, personagem interpretado por Spacey.

Intimado a comparacer nos tribunais na próxima semana, Spacey teve o pedido de representação (enviar um representante e não comparecer pessoalmente, para preservar sua imagem) negado no primeiro dia do ano. Antes disso no entanto, Spacey divulgou pelo youtube o vídeo Let Me Be Frank (Me deixe ser Franco/Me deixe ser Frank), em que, abusando da dualidade entre seu personagem na série e as acusações que enfrenta legalmente, apela aos telespectadores numa tentativa de melhorar sua imagem pública. Para os mais inocentes, fica a impressão de que ele está apenas pedindo para voltar ao papel de Frank Underwood, mas o subtexto está diretamente relacionado às alegações de inapropriação sexual, clamando pelo perdão do público de maneira arrogante, basicamente exigindo condescendência, sendo ele culpado ou não.

“Eu mostrei a vocês exatamente do que as pessoas são capazes. Deixei vocês chocados com a minha honestidade, mas principalmente eu desafiei vocês e fiz vocês pensarem. E vocês confiaram em mim, mesmo sabendo que não deveriam.”, diz Spacey no vídeo.

Embora a sexta temporada de House of Cards tenha sofrido com sua saída, a opinião de grande parte do público é de que sua remoção da série foi a atitude correta a ser tomada pela produtora. Em 27 de dezembro, a polícia estadual de Massachusetts confirmou a posse do vídeo comprobatório que flagra o ator apalpando repetidamente as genitais de seu acusador. O julgamento está marcado para segunda-feira, 07 de Janeiro.

 

Let Me Be Frank

 

 

 

 

 

Acessem nossas redes sociais e nosso link de compras da amazon

Instagram 

Facebook

Amazon


 

 

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: