Jonah Hex Pistoleiro do Além é mais uma HQ do famoso caçador de recompensas da DC Comics que tem um ar de sobrenatural misturado com humor negro. A HQ traz um personagem mais debochado – como no caso da trama de Jonah Hex Oeste Sombrio

Jonah Hex Pistoleiro do Além é mais uma trama escrita por Joe R. Lansdale e que conta com a arte de Timothy Truman. A HQ foi originalmente lançada em formato minissérie em 5 edições nos EUA em 1993 com o nome “Jonah Hex: Two-Gun Mojo”. No Brasil ela foi lançada pela editora Abril na HQ “Vertigo” #10 – #11 de 1995/1996.

 

Jonah Hex Pistoleiro do Além (1993) - Baú de HQs

Jonah Hex em ação na HQ “Jonah Hex: Two-Gun Mojo” – batizada no Brasil de Jonah Hex Pistoleiro do Além

 

A Trama de Jonah Hex Pistoleiro do Além

 

Jonah Hex Pistoleiro do Além de Joe R. Lansdale é o tipo de história acelerada do começo ao fim. A trama começa nos mostrando Hex quase sendo enforcado por “desafetos” criminosos. Ele é salvo por Vagareza Smith, um velho caçador de recompensas que também estava atrás dos criminosos que estavam tentando dar cabo de Hex. Os dois vão juntos para a cidade mais próxima carregando a cabeça dos três criminosos e é aí que a história começa a ganhar ares sobrenaturais.

A cidadezinha de Mud Creek, para onde Hex e Vagareza vão, é bem estranha. Pessoas tiram foto com cadáveres famosos por dinheiro e afins – e o povo é pouco amistoso. Mas isso é o de menos.

O ar sobrenatural da história começa depois que Vagareza Smith se envolve em um tiroteio noturno com direito a mortos levantando. Esse é o verdadeiro começo da trama. No meio de tudo isso, Hex ainda tem tempo de fazer uma amiga índia que salva sua pele quando a cidade se volta contra ele.

 

Jonah Hex Pistoleiro do Além (1993) - Baú de HQs

A arte de Timothy Truman encaixa bem com a HQ Jonah Hex Pistoleiro do Além

 

A trama vira uma imensa perseguição de Hex aos homens responsáveis pelo macabro tiroteio que envolveu seu “parceiro” caçador de recompensas Vagareza Smith. Mas o dinamismo da HQ – somada ao seu humor negro – é o que faz com que ela seja tão interessante para o leitor.

Em alguns momentos, Hex persegue o sobrenatural grupo. Em outros ele é perseguido pela cidade que queria enforcá-lo e em dado ponto da história o personagem se une ao exército e aos estranhos que persegue contra os apaches! E o pior: todas essas reviravoltas fazem muito sentido no Oeste sujo e violento de “Jonah Hex: Two-Gun Mojo”

Jonah Hex, mesmo nas HQ´s clássicas de John Albano, sempre foi meio debochado. Só que aqui ele tem um “humor” mais ácido. Durante a HQ ele é questionado, por pessoas diferentes, como conseguiu a cicatriz e dá respostas como “mordi a bochecha comendo”, “fazendo a barba” e “picada de bicho de pé”. Apesar de mais acentuado, esse jeito debochado encaixa muito bem com o Velho Oeste mais escuro e assustador de Joe R. Lansdale.

 

Jonah Hex Pistoleiro do Além (1993) - Baú de HQs

cidadãos da ”pacata” Mud Creek só queriam ver um bom enforcamento na HQ Jonah Hex Pistoleiro do Além

 

No fim das contas, a trama criada por Joe R. Lansdale e desenhada por Timothy Truman é uma boa história de Jonah Hex para os que topam ver o pistoleiro em tramas mais relacionadas ao sobrenatural e que apresentam uma acidez maior no humor negro. Jonah Hex Pistoleiro do Além (“Jonah Hex: Two-Gun Mojo”) é divertida e descompromissada sendo uma ótima leitura para fãs do personagem e de histórias mais sujas sobre o velho oeste! 

Conheça mais HQs interessantes nas nossas colunas Baú de HQs e HQs Brasileiras.

 

 


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse

Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!