Jonah Hex Oeste Sombrio é uma HQ diferente do pistoleiro deformado da DC Comics. A HQ traz uma abordagem mais sobrenatural do velho oeste e aqui temos uma pitada bem forte de humor negro combinado com cenas completamente absurdas.

Jonah Hex Oeste Sombrio foi uma minissérie em 3 edições escrita por Joe R. Lansdale e lançada originalmente em 1999 com o nome “Jonah Hex: Shadows West”. No Brasil a HQ foi lançada em edição única pela editora Opera Graphica em 2003 – infelizmente em preto e branco.

.

Jonah Hex Oeste Sombrio

Arte promocional da HQ Jonah Hex Oeste Sombrio já nos dava uma noção do que esperar

.

A trama de Jonah Hex Oeste Sombrio de Joe R. Lansdale

.

O Jonah Hex de Lansdale é consideravelmente diferente do personagem que figura normalmente nas HQ´s – tanto fisicamente quanto emocionalmente. Aqui o pistoleiro usa um cabelo mais longo e sua cicatriz ganha ares diferentes (fique tranquilo! Ele continua feio!) e o personagem em si é mais “esquentado” e desprendido que o normal. O clima é realmente de terror e de humor negro – diferente do habitual, que nos traz um clima mais mórbido.

A história de Jonah Hex Oeste Sombrio começa com o pistoleiro sendo julgado por um juiz beberrão dentro de um saloon. A trama não explicita com todas as letras mas aparentemente Hex perguntou quanto uma moça cobrava por seus “serviços” e os irmãos não gostaram – e obviamente isso terminou mal para ele. A violência escalona depois do julgamento, que termina com Hex sendo absolvido, e o restante da família tenta se vingar. No decorrer desses eventos vemos muitas mortes e o pistoleiro deformado recebe a ajuda de um anão que é um excelente atirador: Tom Grandão.

.

Jonah Hex Oeste Sombrio

Tom Grandão ajuda Hex em Jonah Hex Oeste Sombrio

.

Depois desse começo “animado” a história de Joe R. Lansdale nos leva a um cenário pouco esperado: Hex se une a Tom Grandão em um “circo” de shows e aberrações: o Buffalo Will Show (quaaase o nome que você imaginou!). Logo Hex descobre que uma índia teve um filho “diferente” e que ela era maltratada pelo restante da trupe. Se unindo a única pessoa que via a situação com maus olhos, um índio que o pistoleiro já conhecia, o caçador de recompensas abandona a trupe e foge com a índia e seu filho que é “metade urso”. A partir desse ponto, a trama vira uma perseguição e dessa vez Hex e Tom Grandão estão em lados opostos.

Jonah Hex Oeste Sombrio cria personagens caricatos a todo momento e faz questão de que tenhamos a sensação de que tudo é um pouco meio surreal e absurdo – não espere realismo da HQ de Lansdale. Apesar disso, a sensação é de que o clima é sempre hostil – qualquer um pode atirar a qualquer momento. Para que você tenha noção: em dado ponto da HQ, Jonah Hex se desentende com um caçador de recompensas rival (que também faz parte do show) e após surrá-lo, ele enfia a pistola do pistoleiro no ânus do mesmo – é esse o nível de surrealismo!

Jonah Hex Oeste Sombrio é uma das diversas histórias que Joe R. Lansdale escreve para o pistoleiro da DC Comics. A trama e o clima sempre vão pelo caminho do terror – com boas doses de humor negro – e trazem elementos místicos e assustadores que se combinam em situações absurdas. A HQ, infelizmente uma das poucas do Hex de Lansdale no Brasil, mostra uma outra abordagem para o universo do pistoleiro que passa a ser mais brutal e absurdo do que antes. Uma boa pedida para os amantes de um Western menos “limpo e brilhante” e os que querem ver um Hex diferente (que não seja no futuro Mad Max porque essa ideia nós sabemos que foi péssima!).

Quer ver outras HQ´s marcantes? Confira nossa coluna Baú de HQ´s.


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse

Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


 

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!