Jogador Nº 1
Ano: 2015 Editora: Casa da Palavra
Páginas: 464

Autor: Ernest Cline

Sinopse: “O ano é 2044 e a Terra não é mais a mesma. Fome, guerras e desemprego empurraram a humanidade para um estado de apatia nunca antes visto. Wade Watts é mais um dos que escapa da desanimadora realidade passando horas e horas conectado ao OASIS – uma utopia virtual global que permite aos usuários ser o que quiserem; um lugar onde se pode viver e se apaixonar em qualquer um dos mundos inspirados nos filmes, videogames e cultura pop dos anos 1980. Mas a possibilidade de existir em outra realidade não é o único atrativo do OASIS; o falecido James Halliday, bilionário e criador do jogo, escondeu em algum lugar desse imenso playground uma série de easter-eggs que premiará com sua enorme fortuna – e poder – aquele que conseguir desvendá-los.  E Wade acabou de encontrar o primeiro deles.​”

Diego Brisse

Ernest Cline presta em seu livro uma homenagem, um tributo aos nerds e a cultura pop em geral. O Jogador Número 1 é um livro sobre referências, inclusive em sua própria trama com a clássica jornada do herói. Não faltam clichês e recursos narrativos tradicionais e isso é a força do livro, pois é feito com coração.

A narrativa é precisa, de imediato já se cria a empatia com o protagonista, em determinado ponto do livro se torna impossível parar de ler! Eu consegui fechar a leitura em apenas três dias na primeira vez, e na segunda em vergonhosos cinco dias. 

Para quem curte referências e acha Stranger Things a supremacia no quesito, após ler esse livro vai sentir vergonha alheia das míseras referências que a referida série cita. Mas O Jogador Número 1 não vive só de referências. O autor explora muito bem temas sociais, questionando aonde está o ponto de equilíbrio entre o virtual e o real, preconceitos, e mais, sempre se mantendo discreto sem adotar de fato uma agenda política. 

Jogador Número 1 é um presente de nerd para nerd, tendo um impacto muito grande no emocional do leitor de acordo com o seu envolvimento com os temas abordados. Emocionante, cativante e inspirador.  

 

Avaliação: Excelente!