Ultimato do Bacon

Indicando Lançamentos de Hqs Nacionais Na CCXP23

Em 27 de Nov de 2023 9 minutos de leitura

A CCXP está chegando, e na matéria de hoje, viemos indicar algumas HQs que irão “sair do forno” e serão lançadas no evento deste ano. Lembrando que a seleção dessas indicações foi baseada no gosto pessoal da equipe do UB, mas não deixe de visitar todas as mesas do Artists’ Valley – o nosso lugar favorito do evento – que com certeza você vai se surpreender. Então, anota aí as nossas dicas!

Índice

Lançamentos de Hqs Nacionais Na CCXP23

Ilha dos Condenados – Eric Peleias – Mesa C06

Uma HQ de suspense inquietante, uma Ilha que promete trabalho e novos começos para os desesperançados, mas alguma coisa não parece estar certa. Desaparecimentos inexplicáveis sob eterna vigilância, onde praticamente qualquer um é suspeito e uma trama que se torna mais sombria a cada página… uma dúvida cresce… haveria algum envolvimento sobrenatural em tudo isso?

Confira todo o catálogo da Ultimato do Bacon Editora clicando aqui!

Clube dos 27 – Isaque Sagara – Mesa I33

Um jovem escritor, fascinado pelo mistério que envolve a morte de músicos e artistas, se vê envolvido em uma trama cada vez mais instigante e perigosa. É possível que haja mais do que uma mera coincidência em suas abreviadas vidas aos 27 anos de idade?

O quadrinista e músico Isaque Sagara se une ao roteirista Wes Oliveira para apresentarem uma história completa de suspense, cheia de rostos conhecidos do grande público e que narra a busca da verdade sobre o Clube dos 27.

A Prisioneira – Laudo Ferreira – Mesa A25

Quando se dá conta que está em um confinamento, Leonor, feita de prisioneira, tentará de tudo para se livrar das torturas e maldades de seus sequestradores, em um ambiente hostil e propício para a loucura.

A trama logo se transforma em uma narrativa de horror psicológico, em que os maiores monstros são as malignidades humanas. Edição comemorativa dos 40 anos de carreira de Laudo Ferreira, celebrando a primeira parceria com o pai do pulp – Rubens Francisco Lucchetti.

Soul Ink – Pablo Casado e Talles Rodrigues – Mesa A14

Em um futuro onde é possível modificar o corpo e a mente, Saulo decide ser um tatuador tradicional. Escolha de quem perdeu um pedaço considerável da vida adulta para o crime e suas consequências e só queria recomeçar do zero. Mas quando Samuel, seu irmão mais novo, tem a cabeça colocada a prêmio, o passado de Saulo se revela uma ferida aberta.

Tem Sido Um Esforço – Max Andrade – Mesa D13

Tem sido um esforço é a união de todas as pequenas histórias que Max Andrade fez nos últimos anos para a internet, junto com algumas novas que estarão de forma exclusiva no livro. De relatos extremamente pessoais, melancolia, até a comédia e outras coisas mais, este livro é um registro de tudo que o autor vivenciou e transformou em arte durante esses tempos estranhos.

Magali: Receita – Carol Rossetti – Mesa D29-30

A primeira Graphic MSP da Magali chegou.  Na trama, ela decide reproduzir uma antiga receita de sua bisavó. Mas, para isso, vai precisar da ajuda de seus amigos. E da busca pelos ingredientes ao preparo, muita confusão vai acontecer. Com muita sensibilidade e aquarelas lindas, Carol Rossetti faz sua releitura da clássica personagem de Mauricio de Sousa.

Bear – Bianca Pinheiro – Mesa J31-32

Sucesso anos atrás, Bear foi redesenhado, reimaginado e reescrito desde o começo para essa nova edição. A jornada começa quando, procurando seus pais, a pequena Raven se mete na floresta. Lá, ela encontra Dimas, um urso ranzinza e solitário que só quer um pouco de paz e sossego. Dimas decide ajudar Raven e, assim, os dois embarcam numa aventura repleta de surpresas, perigos e novos amigos.

Carmilla – Clarice França e Germana Viana – Mesa A27

Quando Laura colocou um anúncio procurando uma nova colega de quarto para dividir o apartamento, a jovem não esperava que seu mundo virasse de pernas para o ar. Tudo por causa de um nome. De uma mulher… Carmilla retorna como uma fábula moderna, preparada para uma audiência sedenta e voraz.

Serrarcana: No Olho da Mata – Ferrante- Mesa E05

A HQ apresenta a cidade fictícia de mesmo nome, onde magia, criaturas encantadas e lendas rurais e folclóricas não só são reais, como coexistem com a população local. Em Serrarcana, nada é o que parece.

A cidade mágica esconde segredos até para aqueles que vivem lá desde sempre. Quando Jana se depara com um caso insólito, ela mergulha em uma investigação que pode revelar a ela o que se esconde no olho da mata.

Azul Estelar – Cândido – Mesa I36

Nessa ficção científica espacial de aventura com comentários sócio-políticos, conhecemos a história de Astra: uma mineradora de gelo da raça hostilizada e escravizada dos Azuis, que ao perfurar um grande iceberg desenterra um guerreiro milenar que pode mudar o destino dela e de seu povo para sempre.

Revista Mina de HQ #4 – Gabriela Borges – Mesa L29-30

Nesta nova edição da premiada revista, você vai conferir quadrinhos, entrevistas, artigos e reportagens especiais e exclusivas. A edição conta com tirinhas originais feitas exclusivamente para a Mina de HQ por artistas como Grazi Fonseca, Marília Marz, PriWi, Raquel Teixeira e Raphaela Corsi, além de três histórias longas: uma de Magô Pool, outra de Milena Azevedo (roteiro) e Sophia Andreazza (desenho), e a terceira de Gegê Schall – quadrinista de São Paulo, que atualmente mora na Espanha.

Pobrefobia – Vivências das ruas com Padre Júlio Lancellotti – Rogerio Faria- Mesa F06

Pobrefobia é uma HQ inspirada em histórias reais de pessoas em situação de rua, uma obra que contribui para o enfrentamento do preconceito que elas sofrem todos os dias, composta por quatro histórias de vida que se transformaram em quadrinhos.

A intenção dos idealizadores é conscientizar o público e combater os estigmas associados à pobreza, mas também dialogar com a sensibilidade das próprias pessoas em situação de rua.

Cara/Coroa – Felipe Castilho, Tainan Rocha e Marília Marz – Mesas A28-30/L24

Em CARA, acompanhamos um entregador de aplicativo trabalhando em uma terra devastada. A vida dele é arriscada pelo bem-estar de quem sequer lembra da existência por baixo do capacete.

Já em COROA, acompanhamos duas famílias vivendo em uma floresta onde todos são conectados por cordões e a história do Monarca. Uma fantasia,que também é sobre profissionais da Saúde que estavam na linha de frente da COVID-19.

Boy Dodói – Helô D’Angelo e Carol Ito – Mesas L11-12/L31-32

Boy Dodói é uma coletânea criada e editada por Bebel Abreu, Carol Ito e Helô D’Angelo. A HQ parte de histórias reais enviadas por centenas de pessoas e convida à reflexão sobre comportamentos machistas, sobretudo em relações afetivas.

Viaduto – Ana Luísa Koehler – Mesa L19-20

Depois do sucesso de Beco do Rosário, vencedor de 4 troféus HQMix, Ana Luiza Koehler retoma os personagens centrais para aprofundar sua investigação sobre o processo de urbanização de Porto Alegre.

Em Viaduto, reencontramos Vitória, Téo, Frederica e Fabrício em meados dos anos 1930, onde o projeto mais ambicioso começa a transformar a paisagem da capital gaúcha: a construção do viaduto Otávio Rocha.

Zé Pelintra – Bruno Brunelli – Mesa C14

Nas páginas dessa HQ, adentramos um mundo onde o real e o espiritual se encontram, onde o boêmio Zé Pilintra revela suas origens e assume seu papel como guardião da malandragem e ícone da espiritualidade afro-brasileira.

Ele é a entidade espiritual que caminha entre os mundos visível e invisível, entre as esquinas e os bares, ao mesmo tempo em que protege aqueles que necessitam de ajuda, com valentia e honradez.

Manual do Artista – Artists’ Alley – Natália Prata e Pri Mizuh – Mesas A34/J05

A HQ conta a história de Dulce, uma gatinha que ama passear pela Área dos Artistas e sonha em um dia participar do seu primeiro evento expondo seu trabalho. Uma de suas artistas favoritas se chama Quindim e tem dicas incríveis para passar para ela!

80 páginas coloridas e com muitas dicas para quem é artista e também para quem ama visitar essa área tão querida dos eventos!

Lampião #4 – Heitor Amatsu – Mesa K37

A história de vingança e o cenário dark fantasy cheio de lendas do folclore nacional fizeram os volumes de Lampião serem um recorde de vendas de um mangá no Catarse, acompanhado de um sucesso arrebatador nas redes sociais.

É um mundo bruto, no qual vingança e esperança se misturam e deixam os leitores querendo cada vez mais. Agora, a obra de Heitor Amatsu e Carlo chega ao seu volume 4.

KM Blues – Daniel Esteves – Mesa K19-20

Após sua separação, Flávio, um músico frustrado, viaja por São Paulo numa fuga dentro de si mesmo à procura de respostas para perguntas que ele ainda não descobriu quais são. Dando carona a uma inusitada companhia, o falecido sambista Cartola, Flávio visita diversos lugares que fizeram parte de sua vida, reencontrando pessoas e sentimentos nesta jornada.

O Livro dos Passáros – Lark – Mesa C04

A Catch. co, uma empresa moderna, descolada e fluente em corporativês, está contratando passarinhos para fazerem parte do seu time dos sonhos! Requisitos: ser altamente motivado, ter brilho nos olhos e atitude de dono! No Livro dos Pássaros, Roberto dá seus pulos para extrair o máximo da vida, enquanto tenta sobreviver no mercado de trabalho.

Vikings: Olho de Odin – Eduardo Kasse – Mesa K15

Em Olho de Odin, o novo volume da saga Vikings, Hróaldr, Boors, Caolho e outros guerreiros, que acima de tudo são bons amigos, têm de descobrir a resposta para um grande mistério: como o olho de Odin, o senhor de Asgard, veio parar em Midgard, a morada dos homens? A HQ é uma história para quem gosta de batalhas, mitologia e jornadas épicas.

Tudo que eu fiz sozinho, eu fiz errado – Gabriel Dantas – Mesa D14

Bianca é uma coelha quadrinista que leva uma vida pacata. Vive na cidade e, vez ou outra, sai com Gui – que é apaixonadíssimo por ela, embora não consiga firmar um relacionamento. 

Numa visita à sua avó, uma caçadora de monstros que está prestes a se aposentar, Bianca conhece o gato de tapa olho. Depois disso, nada será como antes… A HQ tem monstros, vinho barato, porrada, romance e cenas chocantes, mas na real é só uma desculpa para Gabriel falar sobre outras coisas hiper-mega-ultra-pessoais.

Hipotetizine #5 – Esperando por você – Luísa Lacombe – Mesa B24

Hipotetizine é a linha de zines da editora hipotética. Nesta edição, tudo começou com uma foto. A partir de um fio no twitter narrando a procura pela autoria de uma fotografia do músico Nick Cave no Brasil, Luísa Lacombe cria uma história não apenas sobre a vida do artista, ou sobre a busca por quem fez a imagem, mas sobre músicas, lugares e memórias. Sobre o tempo que passa, os fantasmas e todos os registros que ficam pelo caminho nessa jornada comum a todo ser humano.

Colapso vol.1 – Daniel Souza – Mesa C14

Daniel Souza preparou Colapso vol.1, uma edição bem limitada, produzida especialmente para a CCXP, que compila algumas histórias curtas do autor (algumas já publicadas, outras inéditas) que transitam entre a fantasia e a psicodelia.

As Confissões da Bahia – Alexey Dodsworth – Mesa I33

A Inquisição atuou bastante no Brasil, em especial na Bahia. No fim do século XVI, o padre português Heitor Furtado de Mendonça passou um bom tempo em Salvador, com a finalidade de investigar os “pecados” cometidos pela população local. Essa HQ é um romance gráfico que, a partir de documentos reais armazenados pela Torre do Tombo de Lisboa, transportam pela primeira vez para os quadrinhos esse período ainda pouco divulgado da história brasileira.

Uma Moeda ou Um Beijo – André Caliman – Mesa B37

Quem frequentava a Boca Maldita, em Curitiba, certamente se lembrará de Gilda, uma travesti que, ao mesmo tempo, aterrorizava e alegrava os transeuntes do centro da cidade, especialmente no Carnaval. Gilda, corajosa em se assumir em uma época conturbada, tem sua morte envolta em mistério.

Viaje de volta à Curitiba dos anos 80 para desvendar esse mistério e saber mais sobre uma das figuras mais carismáticas que a Cidade das Araucárias já viu.

Sobreviventes da Fronteira – Fred Rubim – Mesa J29-30

Misturando aventura e humor, o quadrinho acompanha um grupo em uma aventura para assistir ao último show da banda Ramones, na América Latina, em 1996. Uma missão nada fácil para um grupo que precisa atravessar 700 quilômetros para ir até a Argentina, e ainda descolar dinheiro para comprar os ingressos para o show!

Contos dos Orixás: O Rei do Fogo – Hugo Canuto – Mesa B21-22

Em O Rei do Fogo, Hugo Canuto retorna ao universo dos Contos dos Orixás e nos conduz a uma jornada épica pelas Terras Ancestrais, inspirada na cultura afro-brasileira e nas narrativas milenares da civilização Yorubá.

Situada em um passado mítico, dominado pela magia das divindades, poderosos impérios e grandes heróis, a obra adapta os Itan, relatos de fonte oral, para a linguagem gráfica das histórias em quadrinhos, apresentando uma trama protagonizada por Xangô, príncipe do reino de Oyó, filho do monarca Oraniã e da rainha Torosí, destinado a liderar o seu povo e se tornar o orixá do trovão e da justiça.

Receitas para Fingir que Sabe Cozinhar- Digo Freitas – Mesa C24

Neste livro de receitas misturado com história em quadrinhos, o autor tenta ensinar como preparar algumas refeições e sobremesas para ninguém passar vergonha na cozinha. E se nada der certo, pode rir: é um quadrinho de humor!

Menage #6 – Laudo Ferreira e Germana Viana – Mesas A25/27

MÉNAGE é um gibizinho que tem umas novelinhas, umas viagens filosóficas, uns devaneios e muitas sacanagens (por isso é +18), produzido pelos renomados artistas Francisco Marcatti, Laudo Ferreira e Germana Viana. Em cada edição, os três criam histórias a partir de uma palavra-chave. E a palavra dessa edição é: BANHEIRA!

Cosmico – Caio Yo – Mesa J04

Marco é um empolgado aspirante a barista e Theo, um introspectivo estudante de astrofísica. Eles vão se conhecer em uma noite morna e estrelada, e descobrir como eles se completam. Cosmico é uma história sobre como o amor pode ser encontrado em qualquer parte – dos confins do universo à borda de um copo de café.

Muragô – Rafael Neves (Kachec) – Mesa B38

A ideia de Muragô é construir múltiplas narrativas vividas em um mundo fantástico inspirado em elementos do Brasil, com ambientes baseados em nossos biomas como o Cerrado, a Floresta Amazônica e a Caatinga e povoado por personagens inspirados em nossa fauna! Em suas aventuras, vemos traços culturais do nosso povo, como a capoeira, a culinária e as festas populares.

O Mago e a Tempestade – Rapha Pinheiro – Mesa B01-02

Clara mora numa ilha isolada e ajuda seu pai com as tarefas de casa. Ele é um comerciante e viaja para fora da ilha regularmente para trazer todo tipo de coisa. Um dia, uma forte tempestade pega o pai de Clara de surpresa e apenas o terrível mago da ilha pode salvá-lo. Será que o mago vai ajudá-la? Será que eles conseguem trabalhar juntos e trazer o pai dela de volta para casa?


Créditos:
Texto: 
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!

Ultimato do Bacon YouTube

 


 

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Prophecy de Tetsuya Tsutsui

Prophecy de Tetsuya Tsutsui (2014) – O Ultimato

4 de Nov de 2020

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade