Ultimato do Bacon

Indiana Jones e a Relíquia do Destino (2023) – O Ultimato

Em 26 de Jun de 2023 3 minutos de leitura

Harrison Ford, o eterno Indy está de volta em Indiana Jones e a Relíquia do Destino

Após 42 anos do primeiro filme (Os Caçadores da Arca Perdida) e 15 anos do penúltimo ( O Reino da Caveira de Cristal), a duplinha consagrada de produtores executivos Spielberg/Lucas trazem de volta o octogenário Harrison Ford em sua última aparição (será?!?), como o mais popular dos aventureiros do cinema mundial

Nesta nova empreitada do Indiana, temos a direção de James Mangold, que possui um extenso currículo de filmes bem aceitos por crítica e público, como exemplo de Logan e Ford vs Ferrari.  Temos também, como parceira do Indy, Helena Shaw; interpretada pela atriz Phoebe Waller-Bridge, que teve bastante visibilidade na série Fleabag.

Indiana Jones e a Relíquia do Destino UB Review (1)

Indiana Jones e Helena Shaw

Índice

Indiana Jones e a Relíquia do Destino – Primeiro ato

Neste início de filme temos o Indiana em uma aventura na época da segunda guerra, com excelentes takes, reverenciando bastante os filmes anteriores. Destaque para o CGI, que apesar de não estar perfeito, faz um belo trabalho trazendo de volta o Harrison Ford que conhecemos nos 3 primeiros filmes da franquia. Acontece alguns detalhes nas expressões faciais que dão um ar meio “plástico” às interpretações, mas não tira a mágica de ver o Indy “novim” novamente.

O destaque fica para toda atmosfera de ação e aventura, com um trem lotado de nazistas, em um ritmo frenético logo no início. Somos apresentados à relíquia do destino e realmente é de cair o queixo quando descobrimos do que se trata.

Indiana Jones e a relíquia do Destino e seu CGI “deep fake”

O Meio

Após o “flashback” do início, o “atual” Indiana aparece… vários anos se passaram, e em 1969 nosso herói continua dando aula de arqueologia, porém longe de todas aquelas aventuras já conhecidas. Aqui ele é apenas o Dr. Henry Jones, prestes a se aposentar. Ele é procurado pela Helena Shaw, filha de seu amigo Basil Shaw, para que a ajude a encontrar o artefato que dá título ao filme. Este artefato foi criado pelo matemático, físico, engenheiro, inventor e astrônomo grego, Arquimedes.

Neste ponto, algo que chama a atenção, é o cuidado com as inúmeras cenas de ação, que são visivelmente impossíveis para um senhor de 80 anos, e que se tornam realidade. Realmente esquecemos completamente a idade do Sr. Ford e mergulhamos na ficção, com situações de dar pulos da cadeira. Temos também várias referências aos filmes anteriores da franquia, com frases, situações e participações de personagens.

Aqui também é apresentado o vilão, bem condizente com todos os outros já apresentados anteriormente.

Indiana Jones e a Relíquia do Destino UB Review (1)

A tão procurada Relíquia do Destino.

O Final

Aqui aparece uma situação inusitada, onde descobrimos o motivo do vilão estar tão interessado na relíquia. O último ato do filme realmente surpreende, trazendo cenas que pode ser completamente desconexas em relação aos anos 60/70, mas que se encaixam perfeitamente no roteiro bem amarrado deste longa.

Novamente aqui se faz referência ao primeiro filme, com cenas de tirar algumas risadas e lágrimas dos fãs mais chegados à saga Indy.

Indiana Jones e a Relíquia do DestinoConclusões

Neste novo filme dá para perceber um cuidado especial em trazer o Indiana de volta às telas; um esmero maior com o roteiro, fan service, direção, cenas de ação (que são muitas) e principalmente em mostrar um Indiana Jones que não tem mais seus 30, 40, 50 anos; e mostra isso com bastante humor! Claramente um senhor de 80 anos não faria as peripécias que aparecem no filme, mas conseguem nos enganar bem; por conta das piadas, da direção e pelo próprio Harrison Ford, que não deixa a peteca cair!

Aparentemente esta é a despedida do Indiana, mas depois de ver a evolução cada vez maior do CGI/deep fake, não duvido que retorne perfeito nas telas daqui a alguns anos.

Ultimato do Bacon

Avaliação: Ótimo!

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Imagem de divulga de Eight Billion Souls de Eduardo Lira

Eight Billion Souls de Eduardo Lira – Playlist

27 de Ago de 2020

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade